quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Sobe para 247 total de mortos por terremoto na Itália


 O número de mortos no terremoto que atingiu ontem a Itália aumentou hoje (25) para 247, informa a agência France Presse. Anteriormente, foram anunciadas 159 vítimas fatais e 368 feridos. O número exato de desaparecidos ainda é desconhecido.

O número de vítimas do forte tremor no centro da Itália subiu para 247 pessoas, informa a agência Ansa. O jornal italiano La Repubblica informou que, na noite passada, houve 60 réplicas, a mais forte de magnitude 4,5. No total, de acordo com a publicação, nas últimas 24 horas, houve pelo menos 300 eventos sísmicos.

Ontem à noite, o primeiro-ministro italiano Matteo Renzi se encontrou com equipes de resgate na área afetada pelo terremoto. "Nenhuma família, nenhuma cidade, nenhuma aldeia será abandonada" – prometeu ele. Renzi avisou que provavelmente o número de mortos ainda vai aumentar. Três áreas foram gravemente afetadas pelo terromoto – Lazio, Úmbria e Marcas. O Conselho de Ministros italiano convocou uma reunião de emergência para a coordenação dos trabalhos de busca e salvamento.


Paraná adere ao Movimento Nós Podemos em favor do Desenvolvimento Sustentável

O Paraná está integrado no esforço da sociedade brasileira para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). O termo de adesão ao Movimento Nacional Nós Podemos foi assinado pelo governador Beto Richa nesta quarta-feira (24), em solenidade no Palácio Iguaçu, com a presença da secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; do presidente do Tribunal de Contas, Ivan Bonilha; do superintendente do Serviço Social da Indústria (Sesi) do Paraná, José Antônio Fares, e do secretário especial para Assuntos Estratégicos, Flávio Arns. 

Os ODS compreendem 17 objetivos e 169 metas, a serem atingidos até 2030, articulados em cinco dimensões: pessoas, prosperidade, paz, parcerias e o planeta. O movimento Nós Podemos é constituído de voluntários e tem o objetivo de melhorar as condições de vida da população, com ênfase no desenvolvimento sustentável. 

“O Estado está mobilizado e fará tudo o que for necessário para que o Paraná cumpra as metas da agenda das Nações Unidas. É muito importante que todos estejam unidos e em sinergia para a construção de políticas públicas perenes e para avançar nas ações que buscam o crescimento e o desenvolvimento sustentável social e ambiental", afirmou Richa.

PRIMEIRO ESTADO - O Paraná foi o primeiro estado brasileiro a assumir o compromisso com as metas globais definidas pela ONU, no final de julho, numa audiência do governador com o representante das Nações Unidas no Brasil. O governador assinou decreto incluindo os objetivos da ONU como metas a serem alcançadas pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado. 

O compromisso paranaense com os objetivos da ONU foi reiterado pelo governador no dia 6 de agosto, durante encontro em Foz do Iguaçu com o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

O secretário especial para Assuntos Estratégicos, Flávio Arns, destacou que é importante que todos os setores estejam mobilizados para o cumprimento das metas. “Nós temos um trabalho a ser realizado em parceria com as instituições. É parceria é importante, afinal, ninguém faz nada sozinho. Estamos mobilizados para que aja adesão de todos”, afirmou. Ele destacou que o Estado dará prioridade ao atingimento dos objetivos definidos pela ONU. “Temos muito a fazer e para isso vamos precisar de parcerias”, ressaltou. 

FAMÍLIA PARANAENSE – A secretária Fernanda Richa lembrou que o Paraná já implementa diversas ações para redução da pobreza, por meio do programa Família Paranaense, coordenado pela Secretaria da Família, com a participação de outras 18 secretarias e órgãos do governo e em parceria com os municípios.

“O programa Família Paranaense é uma demonstração de que estamos no caminho certo”, afirmou Fernanda. Desde que foi implantado, o Estado conseguiu reduzir a miséria no Paraná em 57,4% - mais que o índice nacional, de 39,8%. Foram feitos investimentos de R$ 131 milhões e as ações já beneficiaram 233 mil famílias. O Família Paranaense é considerado modelo pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O Paraná foi o Estado que liderou a redução da extrema pobreza no Sul e Sudeste, segundo o mais recente levantamento divulgado pelo Ipea. 

TRIBUNAL DE CONTAS- Além do Governo do Estado, o Tribunal de Contas também aderiu ao Movimento Nacional com o compromisso de alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pela ONU. O presidente do TC, conselheiro Ivan Bonilha, disse que a prioridade do órgão é atuar diretamente nos municípios paranaenses. “Vamos usar os contatos para propor e exigir das prefeituras o cumprimento de metas e valores de sustentabilidade social e ambiental. O TC Paraná sai à frente se comprometendo com as metas da ONU”, afirmou. 

Estavam presentes ainda no evento o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa; o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, e os deputados estaduais Hussein Bakri e Alexandre Curi.


chttp://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=90536&tit=Parana-adere-ao-Movimento-Nos-Podemos-em-favor-do-Desenvolvimento-Sustentavel

IPVA de veículos com final 8 deve ser pago até o próximo dia 31

Proprietários de veículos com placa final 8, que não optaram pelo parcelamento do IPVA 2016, têm até a próxima quarta-feira, 31 de agosto, para quitar sua obrigação em cota única, sem multa. O prazo para parcelamento do imposto terminou no dia 10 de agosto. Quem tiver veículo com placa final 9 já deve programar o pagamento do IPVA, cujos prazos começam a vencer no dia 10 de setembro.

A Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), responsável pelo recolhimento do imposto, lembra que os vencimentos dependem do final da placa do veículo, mas os contribuintes podem antecipar o pagamento a qualquer momento. A guia de pagamento, taxas, multas e seguro DPVAT podem ser emitidos na internet e paga nas agências bancárias conveniadas: Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Santander, Caixa Econômica Federal, Sistema Bancoob/Sicoob, HSBC, Sicredi e Cecred.
A quitação é um dos requisitos para licenciar o veículo. O não pagamento também implica em Notificação Fiscal, com multa de 50% do valor devido, mais juros Selic ao mês ou fração. Para saber qual o valor do IPVA do seu carro, acesse a tabela disponível no site da Secretaria da Fazenda
Imposto está 4% menor em SC
O valor do IPVA 2016 está em média 4% menor para os proprietários de veículos em Santa Catarina. A base de cálculo do imposto é o valor de mercado do veículo aferido pela tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) ao Estado. A previsão da Fazenda é arrecadar R$ 1,56 bilhão com IPVA em 2016. O valor corresponde a quase 10% da arrecadação própria do Estado. Desse total, 50% serão repassados no ato do recolhimento ao município onde o veículo estiver emplacado.

A receita do imposto não é exclusiva para obras viárias. Em Santa Catarina, a inadimplência gira em torno de 3%, e as alíquotas do imposto variam entre 1% e 2% (veja abaixo). No Rio Grande do Sul, é 3%; no Paraná, 3,5; e em São Paulo, 4%. Atualmente, o Estado conta com uma frota de aproximadamente 4,5 milhões de veículos. O total de veículos tributados é de 3,1 milhões. Os demais têm isenção (veículos antigos, táxis e portadores de deficiência).

 IPVA SC - Alíquotas vigentes
- 2% para veículos terrestres, de passeios e utilitários, e motor-casa (fabricação nacional ou estrangeira);
- 1% para veículos terrestres, de duas ou três rodas e os de transporte de carga ou passageiros (fabricação nacional ou estrangeira);
- 1% para veículos terrestres destinados à locação.
Grupo
Tipo de veículo
Variação no valor venal entre 2014 e 2015
A
Automóveis
-4,2%
B
Camionetas e utilitários
-4,6%
C
Caminhões
-4,5%
D
Ônibus/Microônibus
-4,7%
E
Motos e Similares
-3,1%
F
Motor-casa
-3,8
Média
 
-4%
Para saber qual o valor do IPVA do seu carro, acesse a tabela disponível na página da Secretaria da Fazenda.
Calendário de pagamento
FINAL DE PLACA
COTA ÚNICA
PARCELAMENTO-COTAS
1
último dia do mês de janeiro
10.01
10.02
10.03
2
último dia do mês de fevereiro
10.02
10.03
10.04
3
último dia do mês de março
10.03
10.04
10.05
4
último dia do mês de abril
10.04
10.05
10.06
5
último dia do mês de maio
10.05
10.06
10.07
6
último dia do mês de junho
10.06
10.07
10.08
7
último dia do mês de julho
10.07
10.08
10.09
8
último dia do mês de agosto
10.08
10.09
10.10
9
último dia do mês de setembro
10.09
10.10
10.11
0
último dia do mês de outubro
10.10
10.11
10.12
Caso tenha dúvidas, entre em contato com a Central de Atendimento Fazendária no site ou pelo telefone 0300-645-1515.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

POLÍTICA há cerca de 6 horas atrás Sérgio Moro receberá honraria máxima do Exercito Brasileiro

A Coluna Esplanada informa que o Exército do Brasil vai conceder ao juiz federalSérgio Moro, que comanda a operação Lava Jato contra a corrupção, a Medalha do Pacificador, que é a maior honraria da força.
A decisão foi publicada na Portaria nº 946, de 4 de agosto, por decisão do Comandante da Força, general Villas Boas.
Isso deixa claro de que lado o nosso Exército está.

TRE e zonas eleitorais adotam plantão para garantir rapidez às ações judiciais


Simone Di Bernardi Martins, servidora da Corregedoria Regional Eleitoral do TRE/SC
FOTO: Solon Soares/Agência AL
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SC), em Florianópolis, e as 105 zonas eleitorais espalhadas pelo território barriga-verde atuarão em regime de plantão aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 19 horas, no período de 15 de agosto a 7 de outubro. “O plantão tem um viés processual, é para garantir a  celeridade das ações, para que os advogados possam peticionar ou entregar as defesas dentro dos prazos, que são contínuos e peremptórios”, explicou Simone Di Bernardi Martins, servidora da Corregedoria Regional Eleitoral do TRE/SC, que conversou com a Agência AL na tarde desta terça-feira (23).
A rapidez na tramitação de processos eleitorais está prevista na Lei Complementar 64/90, conhecida como lei das inelegibilidades, cujo artrigo 16 estabelece que os prazos na Justiça Eleitoral são peremptórios e contínuos e que a partir de 15 de agosto, ultimo dia para registro de candidaturas, não se suspendem aos sábados, domingos e feriados. “As principais demandas nos plantões referem-se a registros de candidaturas, representações, direito de resposta e ações de investigação eleitoral”, descreveu Simone Di Bernardi.
Vítor Santos
AGÊNCIA AL

Caminhoneiros de todo o país paravam em Curitiba para comprar cocaína; disque-drogas funcionava 24 horas

Quadrilha vendia cocaína para caminhoneiros na região de Curitiba – Foto: AN/Banda B


A quadrilha de tráfico de drogas presa em operação deflagrada por policiais da Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos) da Polícia Civil do Paraná usava um telefone com plantão 24 horas para atender caminhoneiros de todo o país interessados em comprar cocaína e outras drogas na região de Curitiba. A informação foi repassada nesta quarta-feira (24) pela Polícia Civil após o cumprimento de 22 mandados judiciais – sendo 10 de prisão e outros 12 de busca e apreensão. Os dez presos foram apresentados à imprensa nesta manhã, entre eles uma universitária 20 anos, namorada do traficante Oneias Krupnitski, de 30 anos, que já está preso na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Piraquara, condenado por dois homicídios e tráfico de drogas. Segundo a polícia, a jovem agia nas ruas sob as ordens do namorado preso, que seria o líder da quadrilha.
“Estamos investigando esta quadrilha há cinco meses após recebermos denúncias de que caminhoneiros de todo o país passavam por Curitiba para comprar drogas do grupo do traficante conhecido como Neinha, que está preso. Eles compravam cocaína nas margens das rodovias ou em postos de combustíveis e seguiam viagem. Prendemos uma universitária no grupo que é casada com o Neinha. Ela recebia o dinheiro e repassava a droga para os integrantes da quadrilha, que embalavam e entregavam a droga”, disse a delegada do DENARC, Camila Ceconelo.
Segundo a polícia, o grupo tinha um telefone de plantão 24 horas que recebia cerca de 15 ligações por dia. “Eles chegavam a vender cerca de R$ 10 mil por dia em cocaína”, afirmou a delegada.
A quadrilha já havia adquirido uma casa de prostituição em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, para a lavagem do dinheiro. A casa já foi fechada pela polícia.
drogas5
Drogas, armas e dinheiro foram apreendidos
80 caminhoneiros
A delegada informou que já entrou com uma representação junto à Justiça para a cassação da Carteira nacional de Habilitação – CNH – de motoristas já identificados como usuários de drogas fornecidas pela quadrilha. “Temos uma lista de pelo menos 80 clientes e, aqueles que já conseguimos identificar, já pedimos a cassação da CNH”, completou a delegada.
Operação Têmis
A operação batizada de Têmis acontece em Curitiba e Região Metropolitana e conta com cerca de 50 policiais da Denarc e guardas municipais de São José dos Pinhais e com o apoio do GOA (Grupamento de Operações Aéreas) da Polícia Civil.
A “Operação Têmis” tem como objetivo prender uma quadrilha suspeita de fornecer cocaína para motoristas de ônibus que circulam pelas estradas do país – colocando em risco milhares de pessoas.
Parte do dinheiro arrecadado com a venda de droga era usada para custear as obras de construção da casa de Neinha e a esposa presa, que fica na região metropolitana. Os dois estão entre os alvos desta operação que já apreendeu sete armas, dois quilos de cocaína e cerca de R$ 100 mil.
Segundo a polícia, a quadrilha chegava a vender de 70 a 100 buchas de cocaína por dia para os caminhoneiros – arrecadando até R$ 10 mil por dia. As pessoas presas responderão pelos crimes de tráfico de drogas, organização criminosa, lavagem de dinheiro e associação para o tráfico – além de outros crimes.

PR< Mutirão de Cirurgias é prorrogado e fará mais 15 mil procedimentos gratuitos

O Mutirão de Cirurgias Eletivas do Paraná foi prorrogado até dezembro e deverá realizar até lá mais 15 mil procedimentos gratuitos para a população. Até agora, em um ano, o mutirão realizou 45 mil cirurgias. O prazo venceria dia 31 de agosto, mas nesta terça-feira (23) o governador Beto Richa anunciou a prorrogação para ampliar o atendimento pelo programa, que contempla pacientes de todas as regiões do Estado. 

O investimento, que já chegou a R$ 33 milhões, alcançará R$ 50 milhões, com recursos do Tesouro Estadual. “O programa é um sucesso e precisa de continuidade. Temos o compromisso de reduzir filas para cirurgias eletivas e garantir aos paranaenses um atendimento de qualidade, mais ágil e humano”, afirmou o governador, na solenidade realizada no Palácio Iguaçu, em Curitiba. “Esse programa é um exemplo concreto de que uma administração se justifica quando gera ações que mudam a vida das pessoas. Com planejamento e definindo como prioridade, conseguimos resultados positivos na área da saúde”, defendeu Richa. 

FILA ZERADA - Há um ano, quando foi lançado, a meta inicial do programa era de 30 mil cirurgias, mas foi superada em 50%. Das 45 mil cirurgias eletivas já realizadas, 20 mil foram de catarata e a fila por este atendimento está sendo zerada. Com o mutirão do Governo do Estado, muitas pessoas que aguardavam por anos sua vez de operar foram atendidas. No caso da cirurgia de catarata, o benefício é imediato. Pessoas que ficaram praticamente cegas estão podendo voltar a enxergar.

Agora, a prioridade é acelerar o atendimento em cirurgias de otorrinolaringologia, ortopédicas, vasculares (varizes), ginecológicas e gerais (vesícula e hérnia). 

ÚNICO DO PAÍS - Michele Caputo Neto, secretário de Estado da Saúde, explica que o Governo do Paraná é o único do país a aplicar recursos próprios nesta área. O programa deverá ser finalizado com 60 mil cirurgias. “O mutirão superou nossas expectativas. Além de grandes cidades, muitos municípios de pequeno porte receberam cirurgias eletivas. É uma demonstração do compromisso do governo com a saúde pública”, afirmou Caputo.

HOSPITAIS – O diretor do Hospital Angelina Caron, Marco Antonio Caron, ressaltou a importância do mutirão para a melhoria da qualidade de vida da população. “Somos o maior parceiro do Estado no atendimento pelo sistema público de saúde. Temos interesse em dar continuidade à parceria nas cirurgias. O Estado melhora as condições de vida da população e, além disso, paga mais que a tabela do SUS”, afirmou. De acordo com ele, a unidade de Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, faz cerca de 300 cirurgias por mês pelo mutirão.

A Santa Casa de Paranavaí, no Noroeste do Estado, fez em média 180 cirurgias eletivas, com destaque para a de catarata. “Com a prorrogação do mutirão, estaremos bem próximos de zerar a fila por esse tipo de cirurgias na região”, afirmou o diretor da unidade, Héracles Alencar Arrais. Ele defendeu o programa e elogiou a decisão do governo estadual. “Essas cirurgias normalmente não são classificadas como prioritárias. No entanto, são muito importantes para qualidade de vida das pessoas”, disse.

Box 

Governo formaliza parceria com a Fundação

Estadual de Atenção em Saúde

Na mesma solenidade, o governador Beto Richa assinou o contrato de gestão que formaliza a parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde e a Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Paraná (Funeas-Paraná). O documento estabelece o vínculo jurídico entre as duas instituições públicas e possibilita que ambas trabalhem juntas para fortalecer a rede própria de hospitais e unidades. O objetivo é aumentar a eficiência dos serviços públicos de saúde, implantando um novo modelo de gestão dentro da rede

AMPLIAR A OFERTA - Somente neste ano, o Governo do Estado vai destinar R$ 24 milhões à Funeas-Paraná, que por sua vez terá a missão de ampliar a oferta de serviços nas seguintes unidades: Centro Hospitalar de Reabilitação (Curitiba), Hospital Regional do Litoral (Paranaguá), Hospital Estadual de Guaraqueçaba, Hospital Regional de Telêmaco Borba, Escola de Saúde Pública do Paraná (Curitiba) e Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos (Piraquara).

PROFISSIONAIS E ESTRUTURAS - A medida vai possibilitar a contratação de novos profissionais, além de melhorar a estrutura física e parque tecnológico dos hospitais e unidades próprias. A contratação de recursos humanos será feita mediante concurso público a ser realizado ainda este ano e o regime de trabalho será pela CLT. O Edital de Concurso Público para contratação de 969 novos servidores para o Quadro Próprio dos Servidores da Saúde não substitui o que será realizado pela FUNEAS.

CUMPRIMENTOS DE METAS - Até 2018, o contrato prevê ações na área de atenção hospitalar; atenção ambulatorial; desenvolvimento de pesquisas e tecnologias em produção de imunobiológicos, medicamentos e insumos; bem como na área de educação permanente. O repasse será feito a partir do cumprimento de metas avaliadas por representantes da Secretaria Estadual da Saúde, Tribunal de Contas e do Conselho Estadual de Saúde.

No Centro Hospitalar de Reabilitação, em Curitiba, o objetivo é reforçar o quadro de funcionários e abrir novos serviços. Com o apoio da Funeas-Paraná, será possível ampliar em 20% o número de leitos disponíveis no hospital. Também através da parceria, o Estado conseguirá colocar em funcionamento o Hospital Regional de Telêmaco Borba e qualificar o atendimento nos hospitais Regional do Litoral e Estadual de Guaraqueçaba. 

No CPPI, a mudança permitirá que a unidade estabeleça contratos com o Instituto Butantan para a produção compartilhada de soro antiloxoscélico. Já a Escola de Saúde Pública vai implantar a plataforma de educação à distância para capacitação dos profissionais do SUS, além de implementar os processos de tutoria para a formação profissional de agentes comunitários de saúde.


http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=90523&tit=Mutirao-de-Cirurgias-e-prorrogado-e-fara-mais-15-mil-procedimentos-gratuitos

Produtores rurais emitem 43 mil notas eletrônicas em um ano

A Secretaria de Estado da Fazenda registrou 43 mil notas fiscais eletrônicas emitidas por cerca de 1.000 produtores rurais desde o início do projeto piloto da NFP-e, em 23 de agosto do ano passado. Em valores, são R$ 170 milhões. O sistema, lançado oficialmente em janeiro deste ano, facilita a vida do homem do campo, dispensando sua ida à Prefeitura para fazer a emissão das notas.

“Temos potencial para multiplicar várias vezes esse número de usuários. Por isso, precisamos do apoio de sindicatos rurais e prefeituras para levar o aplicativo ao conhecimento do empreendedor rural. Ele só precisa de um computador e acesso à internet para emitir a nota fiscal em casa ou na própria empresa”, afirma o secretário da Fazenda, Antônio Gavazzoni.


Fotos: Prefeitura de Corupá / Divulgação

Para difundir a NFP-e, o auditor fiscal Ari Pritsch ministrou 16 treinamentos no último ano, capacitando 300 servidores municipais e 250 gestores de sindicatos rurais. “O nosso objetivo é formar multiplicadores. A disseminação depende muito das empresas com as quais os produtores têm negócios e de campanhas de incentivo por parte das prefeituras”, destaca Pritsch.  Hoje, há produtores de 115 municípios utilizando o sistema.

A administração municipal também é beneficiada com o aplicativo. Além de desafogar os serviços, a NFP-e traz economia de papel, com a dispensa dos formulários de NF. O campeão em emissão de notas é Corupá, na região Norte. “Por ano, a economia deve ser de R$ 15 mil por ano. Além disso, a nota eletrônica desafogou nosso atendimento na Prefeitura”, afirma Daniel Muller, coordenador de serviços da Prefeitura de Corupá.

Segundo o servidor municipal, dos 675 produtores ativos do município, 650 já fizeram cadastro para utilizar a nota eletrônica. “No início eles tiveram receio de mudar, mas agora quando pergunto se alguém quer voltar para o bloco, a resposta é unânime: não quero nem ver pela frente”, conta Muller. A Prefeitura fez vários treinamentos com produtores e compradores para convencê-los a aderir à nota eletrônica.
No Estado, o maior usuário é a Nakayama Indústria e Comércio de Madeiras, de Santa Cecília, no Planalto Serrano, que emitiu mais de 400 notas em julho.

 O funcionário Sadayoshi Kanashido, um dos responsáveis pela emissão de notas, conta que eles precisavam ir pelo menos uma vez por semana na prefeitura. “Tivemos que fazer um investimento alto para colocar internet na Fazenda, mas valeu a pena”, afirma.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Câmara de Itapoá convoca sessão extraordinária

No segundo dia da greve dos servidores municipais de Itapoá a Câmara de Vereadores convocou uma sessão extraordinária para a próxima quinta (25/8), às 10 horas. Os vereadores irão votar o projeto de lei 49/2016 que prevê a reposição da inflação e do vale-alimentação da categoria. Hoje (23/8) pela manhã as Comissões de Legislação e Finanças deram parecer favorável ao PL.

“Esperamos que a Prefeitura cumpra com a palavra e deposite o pagamento com a primeira parcela da reposição já na quinta à tarde, para que os trabalhos voltem ao trabalho na sexta”, disse a presidente do Sinsej, Mara Lúcia Tavares. Além disso, a categoria exige ainda a suspensão nos cortes da insalubridade e gratificações dos servidores da saúde.

Para amanhã (24/5) está marcada uma concentração, às 9 horas, em frente à prefeitura. Em seguida, se dirigem para o salão do restaurante Pérola, onde acontecerá uma formação sobre ajuste fiscal. Na quinta, todos os trabalhadores devem estar presentes na Câmara para acompanhar a votação do projeto.


Polícia Civil lança segunda via da carteira de identidade pela internet

Desde ontem (22) os cidadãos de Curitiba e Cascavel poderão solicitar a segunda via da carteira de identidade pela internet. O documento será expedido após a confirmação do pagamento da taxa de R$ 26,63 e enviado ao posto escolhido pelo solicitante em três dias úteis para capital e até sete dias para as cidades do Interior. As demais cidades do estado deverão receber o projeto em até 30 dias.

O projeto-piloto inédito no país foi lançado nesta segunda-feira (22) pela Polícia Civil do Paraná em parceria com a Celepar. De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil, Júlio Cezar dos Reis, o Paraná é o primeiro estado a implantar este serviço no Brasil. “Além de sermos pioneiros na implantação do projeto, teremos condições de atender milhões de usuários, facilitando a vida da população”, disse Reis. Mais de dois milhões de usuários já se encontram com os requisitos para aderir o serviço. "O objetivo é melhorar ainda mais a qualidade dos serviços prestados pelo Instituto de Identificação (IIPR) à população", afirmou o delegado-geral.

Para ter direito a 2ª Via Rápida o solicitante tem que ter feito o documento de identidade no Paraná nos últimos três anos - o próprio sistema confirmará se o usuário está apto ou não para utilizar o serviço. O sistema não permite qualquer alteração de dados ou imagens. Para esses casos, a solicitação deverá ser realizada pessoalmente no IIPR após agendamento prévio.

O diretor do Instituto de Identificação, Marcus Michelotto, afirma que o projeto implantado trará mais agilidade nos serviços prestados à população. “Além de agilizar os serviços e amenizar a grande procura do agendamento, o usuário que cadastrar seu celular ainda receberá uma mensagem confirmando que o documento está pronto para ser retirado”, ressalta Michelotto, completando que a entrega do documento será feita por meio do reconhecimento biométrico do próprio cidadão no posto de Identificação escolhido.

Os documentos solicitados para menores de idade serão entregues aos pais ou representante legal, mediante apresentação de documentos.

NÚMEROS – Hoje, o Instituto de Identificação produz mais de 2 mil carteiras de identidades por dia, sendo mais de 50 mil por mês, totalizando mais de 600 mil no ano, em todo Paraná.

CIDADES QUE RECEBERÃO O PROJETO - Apucarana, Campo Mourão, Cianorte, Cornélio Procópio, Francisco Beltrão, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Jacarezinho, Laranjeiras do Sul, Londrina, Maringá, Pato Branco, Ponta Grossa, Telêmaco Borba, Toledo, São Matheus do Sul, União da Vitoria, Umuarama, Paranavaí, Guarapuava e Paranaguá.

Primeiro dia de greve em Itapoá


 Hoje (22/8) foi o primeiro dia de greve dos servidores municipais de Itapoá. A categoria concentrou-se em frente à Prefeitura às 8 horas. Às 9 horas foi realizada uma assembleia com rejeição da proposta feita pelo governo na última sexta-feira. Em seguida, um grupo de trabalhadores e diretores do Sinsej dirigiram-se ao gabinete do prefeito em exercício, Josênio Vieira Bernardi.

Na reunião, a Prefeitura fez apenas uma mudança na sua proposta: reduzir para duas parcelas a reposição da inflação. Quanto à insalubridade e gratificações não houve avanços.

Em contraproposta, a categoria informou que voltará ao trabalho assim que for feito o pagamento da primeira parcela da reposição da inflação e do vale-alimentação. Outra exigência é que seja retomado o pagamento da insalubridade e gratificações aos servidores da saúde. “Essa é a segunda greve do ano que precisa ser feita para garantir o direito dos servidores de Itapoá. Um absurdo que demonstra a falta de interesse da administração em garantir o mínimo para seus funcionários e munícipes”, disse a presidente do Sinsej, Mara Lúcia Tavares.

No decorrer desta semana os trabalhadores acompanharão os trâmites do projeto da inflação na Câmara de Vereadores.


Créditos fotos: Aline Seitenfus



Falta pouco mais de um metro para Rio Ivaí atingir a ponte na rodovia PR-323

Fotos: Oséias Miranda e Júlio Rodrigues

PR-323 – Com a chuva do último final de semana, o Rio Ivaí voltou a subir consideravelmente, os bombeiros realizaram vistoria na ponte localizada na rodovia PR-323 entre Doutor Camargo e Cianorte.
De acordo com o repórter Oséias Miranda que acompanhou o Capitão Nivaldo do Corpo de Bombeiros, o rio Ivaí está seis metros acima do nível normal, ou seja, faltando pouco mais de um metro para atingir a ponte.
Mas, até o momento foi declarado estado de alerta e a interdição por enquanto foi descartada, a ponte continuará sendo monitorada e caso volte a chover no centro do Estado poderá haver a necessidade de interdição total da ponte.