sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Jonecir Renuncia a Presidência da Câmara de Vereadores


Nesta sexta feira 19 de janeiro de 2018 foi  Realizado  uma reunião Extraordinária na câmara de vereadores como a presença de todos os vereadores para apreciarem o pedido de renuncia do cargo de presidente da casa Jonecir Soares  abrindo mão do da presidência em favor de seu vice presidente José Antonio Stoklosa , o requerimento de renuncia foi aprovado com votos contrários dos Vereadores Joares  Antonio  Santin PMDB Jeferson Rubens Garcia PMDB  e José Maria Caldeira PMDB. O novo Presidente ficará no cargo até 31 de dezembro do corrente ano terminando assim mandato de dois anos como foi eleito Jonecir Soares que Renunciou.




Aqui já rebaixado kkkkkkkkkk


NOVO PATROCINADOR Paraná Clube fecha contrato até o fim da temporada com a Acquafort

O Paraná Clube fechou a sua primeira parceria para 2018. A partir do jogo da próxima quarta-feira (24), a Acquafort estampa a sua marca no nosso Manto. Há tempos um dos principais parceiros do clube no fornecimento de materiais hidráulicos nas diversas obras realizadas nas sedes do clube, a Acquafort agora estará caminhando ao lado do Tricolornos jogos do Paranaense, da Copa do Brasil e do Brasileirão.

Fundada em 1997, a Acquafort está situada em Curitiba e conta hoje com centenas de colaboradores capacitados e mais de 50 mil itens em seu portfólio, atendendo com qualidade nos segmentos atacado, varejo e ecommerce. “É com orgulho que estamos associando nossa marca a essa camisa tão tradicional no cenário brasileiro”, disse Jefferson Muniz, diretor comercial da empresa. “Esperamos que o clube tenha uma temporada vitoriosa, com grandes jogos”, completou o gerente comercial Vitor Vosniak.

Paraná Clube e Acquafort firmaram o contrato de patrocínio até o final da temporada. “É com prazer que recebemos esse novo patrocinador. Trata-se de uma empresa sólida no mercado curitibano e que irá, sem dúvida, valorizar a sua marca e a nossa camisa com esta parceria”, finalizou o vice-presidente tricolor Christian Knaut.

Departamento de Comunicação - PRC

Cresce o número de empresas exportadoras no Paraná

O número de empresas exportadoras do Paraná cresceu 20% nos últimos sete anos. De acordo com um levantamento do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), com base nos dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, em 2010 o Paraná contava com 1.935 empresas exportadoras. Em 2017, este número passou para 2.324 empresas.
“Na comparação com 2010, fica muito claro o crescimento do número de exportadores do Paraná, com salto de 8,8% em 2010 para 9,3% em 2017 em termos de representatividade no total do Brasil”, afirma o presidente do Ipardes, Julio Suzuki Júnior.
O movimento no último ano foi puxado pelas empresas com vendas entre US$ 10 e 50 milhões, que tiveram avanço de 16,2%, passando de 111 para 129. Na comparação entre 2010 e 2017, a faixa que teve maior aumento no número de empresas exportadoras é a que representa vendas entre US$ 50 e 100 milhões, que passou de 21 para 32, apontando crescimento de 52,4%.
Também chamam a atenção os resultados apresentados pelos exportadores de pequeno porte, que vêm aumentando no Paraná nos últimos anos. O volume de empresas com exportações de até US$ 1 milhão cresceu 22,3% entre 2010 e 2017, passando de 1.359 para 1.662.
Em relação aos municípios, Curitiba lidera o ranking estadual, com a presença de 465 empresas exportadoras do Paraná, 20% do total. Na sequência, aparecem Foz do Iguaçu, com 166 empresas, e São José dos Pinhais, com 158, o que significa 7,1% e 6,8% do total do Estado.

Semana termina com sol, pancadas de chuva e temperatura inferior a 30°C

Foto: Julio Cavalheiro/Secom
O fim de semana dos catarinenses será de sol e chuvas isoladas, segundo a previsão do tempo da Epagri/Ciram. Nesta sexta-feira, 19, o sol predomina, mas há condição de pancadas de chuva durante a tarde e noite, principalmente no Oeste e no Norte do Estado. A meteorologista Laura Rodrigues informou que a chuva acontece de forma bem isolada e com menor intensidade do que as registradas no início da semana. As temperaturas estarão inferiores a 30°C, ficando entre 26 e 28°C na maior parte de Santa Catarinense.
E para o fim de semana, permanece o sol, com possibilidade de pancadas de chuva típicas de verão. Já no domingo, volta a chover em SC com volumes mais significativos. A temperatura estará elevada com sensação de ar abafado.
Acompanhe a atualização dos avisos meteorológicos diários e de curto prazo (de 1 até 3 h de antecedência), na página da Epagri/CiramDefesa Civil e redes sociais.
Receba alertas via SMS. Envie seu CEP para o número 40199. O serviço é gratuito.
Mais informações para a imprensa:
Central de Meteorologia
Epagri/Ciram
Fone: (48) 3665-5007 e (48) 3665-5172
E-mail: contatociram@epagri.sc.gov.br
Site: www.ciram.epagri.sc.gov.brFacebook

Porto de Imbituba recebe sirene de segurança


A SCPar Porto de Imbituba concluiu em dezembro a instalação de uma sirene de segurança para situações de emergência. O equipamento instalado na antiga torre de controle tem por objetivo emitir um alarme sonoro para todo o Porto, em caso de ameaças ou incidentes, visando a evacuação da área, além da proteção dos navios e instalações portuárias. O acionamento do alarme está por conta da Unidade de Segurança da SCPar Porto.

A instalação do aparelho atende as exigências do Código Internacional para a Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE), elaborado pela Organização Marítima Internacional (IMO) e aprovado pelo governo brasileiro em forma de lei. Também busca cumprir o item 34 do anexo I da Resolução 047/2011 da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CONPORTOS).


Setor de Comunicação Social
 
SCPAR PORTO DE IMBITUBA S.A.
Administração do Porto de Imbituba
Setor de Comunicação Social
Telefone: (48) 3355.8908

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Santa Catarina tem registro de ocorrências em 17 municípios por causa das chuvas


Joinville, 16/01/2018. Foto: Defesa Civil Municipal/Divulgação
De acordo com o relatório da Defesa Civil emitido na manhã desta quinta-feira, 18, ao todo, 17 municípios catarinenses registraram ocorrências devido as chuvas que atingiram várias regiões do Estado. Até às 9h desta quinta-feira, o número de desabrigados chegou a 43, desalojados 16 e as residências afetas 28. Não há registro de mortos, feridos ou desaparecidos. Ainda de acordo com os dados foram oito ocorrências com chuvas intensas, seis enxurradas e um deslizamento.
Em Gaspar, na localidade de Santa Terezinha, foi aberto um abrigo e em Joinville, um abrigo no Bairro Jardim Sofia atende preventivamente as famílias afetadas e outro no Bairro Vila Nova. A Defesa Civil SC monitora todas as regiões do Estado por meio das coordenadorias regionais.
Os municípios atingidos foram Coronel Martins, Brusque, Chapecó, Blumenau, Presidente Nereu, Xaxim, Galvão, Gaspar, Joinville, Rio do Sul, Florianópolis, Itapema, Salete, Leoberto Leal, Vitor Meireles, Major Gercino e Angelina.
A previsão da Epagri/Ciram indica aberturas de sol e calor na maior parte do dia em SC e possibilidade de pancadas de chuva em todas as regiões a partir da tarde desta quinta-feira, 18. A temperatura é elevada e com sensação de ar abafado.

Beira Mar Norte, em Florianópolis - Foto: Jaqueline Noceti/Secom
Acompanhe a atualização dos avisos meteorológicos diários e de curto prazo (de 1 até 3 h de antecedência), na página da Epagri/CiramDefesa Civil e redes sociais.
O trabalho em campo das equipes da Defesa Civil continua nesta quarta-feira, 17. Receba alertas via SMS. Envie seu CEP para o número 40199. O serviço é gratuito.
Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Câmara Municipal convida comunidade para participar da 3ª Reunião Extraordinária nesta sexta-feira (19)




O Poder Legislativo de Itapoá convida para prestigiar a Sessão Extraordinária do dia 19 de janeiro, com início às
10h00, com a seguinte pauta:

Única votação e deliberação do seguinte requerimento:
- Requerimento nº 01/2018 - requer a renúncia do cargo de presidente da mesa diretora, da câmara municipal de Itapoá-SC.
Segunda discussão e deliberação do seguinte projeto:
- Projeto de Lei Ordinária nº 99/2017 – dispõe sobre a divulgação da escala de plantões médicos no pronto atendimento 24 horas - no âmbito do município de Itapoá/SC.


Chuva causa prejuízos para mais de 2,5 mil moradores e danifica 502 casas em Matinhos


Mais de 500 casas ficaram danificadas em Matinhos, no litoral do Paraná, durante as chuvas que atingiram o Paraná entre terça (16) e esta quarta-feira (17), segundo um boletim divulgado pela Defesa Civil Estadual.
Ao todo, 2.530 moradores foram atingidos na cidade e 30 pessoas estão abrigadas na casa de amigos e parentes. As principais ocorrências foram de alagamentos e enxurradas, ainda conforme o boletim.
A chuva também causou prejuízos para 319 pessoas em Paranaguá e nove tiveram que sair de casa. Em Guaratuba, setenta pessoas foram afetadas e 20 estão desalojadas.
Ainda conforme a Defesa Civil, Marivalva, Ponta Grossa e Goioerê também foram prejudicadas pelo temporal.
Em Curitiba, o Corpo de Bombeiros encontrou por volta do meio-dia desta quarta o corpo do idoso, de 66 anos, que desapareceu após o carro dele ser arrastado para um rio no bairro Mossunguê, em Curitiba, na noite de terça. Ele tentava atravessar uma ponte quando ocorreu o acidente.
O corpo estava a uma distância de cerca de 2,5 quilômetros do local do desaparecimento, na área de um condomínio de luxo.

Deslizamentos de terra

Na estrada de Cabaraquara, em Guaratuba, houve deslizamento de terra e o local ficou parcialmente interditado entre a manhã e tarde desta quarta. Às 19h, o local já tinha sido liberado, segundo a prefeitura.
Não há previsão de liberação da PR-153 (Foto: André Salamucha/RPC)

Chuva continua

O tempo instável continua em todo o estado, segundo o Sistema Meteorológico Simepar. Durante a madrugada desta quinta (18), deve ter chuva forte. Pela manhã, diminui o volume e durante o dia o tempo fica nublado.


 


ERROS NA ESTREIA Paraná Clube falha no primeiro tempo, reage, mas não evita a derrota: 2x1


Não foi a estreia que se imaginava. Com o time bastante modificado o Paraná Clube perdeu para o União (2x1) na noite desta quarta-feira (17), em Francisco Beltrão. Um jogo de dois tempos distintos, onde brilhou a estrela do goleiro Marcos Paulo, que fez pelo menos três defesas cara a cara com os atacantes do Tricolor. Agora, o foco passa a ser o clássico frente ao Atlético, na semana que vem.

O Paraná começou bem a partida, trocando passes e envolvendo o time da casa. Aos 14 minutos, Vitor Feijão rolou para Zezinho, que encheu o pé. A bola ainda desviou em Alemão Júnior e o goleiro do União Beltrão fez uma grande defesa. Aos 19, porém, um lance no mínimo bizarro mudaria os rumos da partida. Num chutão de Rayan para cima, a bola tocou duas vezes no travessão sem que Hugo conseguisse a defesa. Marquinhos Cambalhota, com o braço, empurrou pra rede: 1x0.

O Tricolor ainda perderia Minho, com uma lesão no ombro direito. Diego, outro estreante, entrou na sua vaga. Para complicar, aos 40 minutos, numa desatenção do sistema de marcação, o União chegou aos segundo gol. Thiaguinho bateu falta e Lucas Vieira apareceu livre para conferir: 2x0. No intervalo, Wagner procurou melhorar a dinâmica do time, compactando as linhas para partir em busca da reação.

Com outra postura, o Paraná encurralou  o adversário e passou a bombardear o goleiro Marcos Paulo. Diego, aos 8 minutos, quase empatou. Wagner Lopes colocou Felipe Augusto no ataque e com ele o Tricolor teve mais volume de jogo. Aos 20 minutos, Felipe Augusto contou com a sorte: bateu de fora da área, a bola desviou no zagueiro e entrou: 2x1. Logo depois, foi João Pedro quem quase empatou, mas parou no goleiro do Beltrão. E o jogo seguiu nesse ritmo, o Paraná atacando e Marcos Paulo defendendo.

No final, Zezinho ainda teve a chance, cara a cara com o goleiro, mas novamente Marcos Paulo salvou o Beltrão. O Paraná retornou a Curitiba logo após o jogo e agora trabalha de olho no Atlético, adversário da próxima quarta-feira, na Vila Capanema.

União Beltrão 2x1 Paraná Clube
União: Marcos Paulo; Júlio Lopes, Wellington Monteiro, Édson Júnior e THiaguinho; Casemiro, Sorbara, Sato e Willian; Lucas Vieira e Marquinhos Cambalhota. Técnico: Ivair Cenci.

Paraná Clube: Hugo, Júnior, Neris, Rayan e Igor (Gabriel Pires); Alex Santana, Zezinho e João Paulo; Vitor Feijão (Felipe Augusto), Alemão Júnior e Minho (Diego). Técnico: Wagner Lopes.
Local: Anilado (Francisco Beltrão)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior
Renda: R$ 72.700,00
Público pagante: 2.942
Público total: 3.216


Departamento de Comunicação - PRC

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Blog Itapoá por Dentro Nove Anos no Ar Retrospectiva


No dia 17 de Janeiro de 2009 ia para o ar pela primeira vez o blog Itapoá por dentro bem rústico e simples como seu criador e editor Miguel Arcanjo Minotto um cidadão humilde autodidata  mas decidido a enfrentar criticas muitas vezes maldosas  mas foi em frente postando aquilo que achava que deveria  postar sem medo da opinião dos outros assim foi se firmando como blog informativo e adotou a categoria noticia e cotidiano buscando a informações onde acontecia, a primeira oportunidade de testar sua força surgiu no ano de 2011 quando escreveu-se em um concurso nacional de Blogueiros  TOP BLOG na categoria noticia e cotidiano vindo ficar entre os 100 mais mais lidos do Brasil  segundo votação do internautas  pelo  Juri popular,

No ano de 2012 novamente se escreveu no concurso nacional TOP BLOG vindo ser eleito pelo júri popular na Inter Net pelos Internauta  em segundo lugar  participando do evento presencial  no Teatro da Universidade Paulista no Bairro Paraiso em São Paulo como mostra foto a baixo.



Em 2013 novamente escrito no referido concurso  tivemos a felicidade de viver um dia de gloria conquistando  o primeiro lugar na categoria noticia e cotidiano pela votação do Juri popular na Inter Net o reconhecimento dos Internautas desta vez subindo ao palco do teatro da Universidade Paulista no dia 26 de abril de 2014 aniversário de Itapoá e falar algumas palavras sobre a nosso querida Itapoá conforme Video a baixo.







NÓS FOMOS ONDE POUCOS FORAM

Com alta de 20%, Paraná é o quarto maior exportador do País

O Paraná se tornou o quarto maior exportador do País em 2017. O Estado não ocupava essa posição desde 2012. As vendas externas somaram US$ 18,08 bilhões, 19,2% mais do que no ano anterior.
Com o resultado, o Estado ficou à frente do Rio Grande do Sul (US$ 17,79 bilhões) e atrás apenas de São Paulo (US$ 50,66 bilhões), Minas Gerais (US$ 25,35 bilhões) e Rio de Janeiro (US$ 21,71 bilhões). Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC).
A safra recorde de grãos e a retomada das exportações da indústria fizeram o Paraná ter o melhor resultado em faturamento nos embarques desde 2013 (US$ 18,2 bilhões). “Foi uma combinação de fatores favoráveis. De um lado a boa produção do campo, que elevou as exportações de soja e milho. Por outro, a retomada das exportações de manufaturados, que tem maior valor agregado e que garantiram mais receita para o comércio exterior do Estado”, diz Julio Suzuki Júnior, diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), ligado à Secretaria de Planejamento e Coordenação Geral. As exportações do Paraná cresceram mais do que as do Brasil (17,55%).
A previsão para 2018, de acordo com Suzuki Júnior, é que as exportações continuem a apresentar resultados positivos, puxados principalmente pelo desempenho de produtos industrializados.
RECORDE - As vendas externas de soja em grão cresceram 40% em 2017, passando de US$ 2,95 bilhões para US$ 4,14 bilhões. Principal produto da pauta de exportação do Estado, o grão respondeu por 22,9% das receitas de embarques do Estado no ano passado.
As vendas de carne de frango in natura – segundo produto mais exportado do Estado – cresceram 11,5%, passando de US$ 2,08 bilhões para US$ 2,32 bilhões.
Um dos grandes destaques do ano foi a exportação de celulose, que deu um salto com a produção da fábrica da Klabin em Ortigueira, nos Campos Gerais. As exportações cresceram 79,3% - de US$ 308,96 milhões para US$ 553,84 milhões.
VEÍCULOS E TRATORES - Os embarques de automóveis, impulsionados principalmente pela demanda da Argentina, cresceram 55% - de R$ 603,65 milhões para US$ 935,47 milhões. Já tratores passaram no período, de US$ 240,5 milhões para US$ 335,5 milhões, alta de 39,5%.
As exportações de autopeças cresceram 39,3%, de US$ 200,7 milhões para US$ 279,6 milhões. As exportações de produtos metalúrgicos diversos, por sua vez, aumentaram 53%, de US$ 84,9 milhões para US$ 130 milhões.
MERCADOS - A China se manteve como o principal comprador de produtos paranaenses em 2017, com 23,37% de participação (US$ 4,67 bilhões). A Argentina ficou em segundo lugar e respondeu por 10,13% (US$ 2,05 bilhões) e os Estados Unidos, ficaram em terceiro, com 5,15% (US$ 890,8 milhões).
AEN

Começa o serviço de mapeamento de risco nos municípios catarinenses

Equipes em Bela Vista do Toldo. Foto: Edson Antocheski/ Defesa Civil Regional em Canoinhas 
O serviço de mapeamento das áreas de risco nos municípios começou em Santa Catarina. Nesta terça-feira, 16, técnicos da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) estão em campo para coletar dados para o trabalho de prevenção. O serviço foi contratado pela Secretaria de Estado da Defesa Civil SC por meio de um convênio com a companhia. O valor total é de R$ 4.712.596,00 e a atividade deve durar 18 meses.
As equipes serão distribuídas em três grandes áreas. Duas equipes para a Grande Florianópolis e Sul do Estado; cinco equipes em Chapecó para trabalhar no Planalto e Oeste; e em Joinville também há equipes da CPRM para atuar no Litoral Norte, Planalto Norte e parte do Vale do Itajaí.
O serviço produzido pelos profissionais resultará no mapeamento completo do Estado tanto para setorização de risco quanto para a suscetibilidade a movimento de massa e inundação. É um fato inédito para Santa Catarina e o Brasil, como afirma o secretário adjunto da Defesa Civil SC, Fabiano de Souza. "Não existe nenhum Estado no Brasil que tenha o território completo estadual com esses produtos", destaca.
A chefe da Divisão de Geologia Aplicada da CPRM, Sandra Fernandes da Silva, diz que o mapeamento vai caracterizar o comportamento do Estado frente ao perigo. "Facilita muito a gestão do desastres. O gestor público vai saber exatamente as regiões que deve evitar no município para não perder vidas e materiais", explica.
Serviços realizados durante o mapeamento
- Setorização de risco geológico alto e muito alto frente a movimentos de massa e eventos destrutivos  da natureza geológica, em nível muito alto e alto, para 185 municípios;
- Elaboração de pré-cartas de suscetibilidade a movimentos gravitacionais de massa e eventos de natureza hidrológica (enchentes, inundação e enxurrada, em 238 municípios;
- Mapeamento de perigo de acordo com os aspectos metodológicos preconizados no manual de mapeamento do Projeto Gides para 5 municípios pilotos (Braço de Norte, Santo Amaro da Imperatriz, Guaramirim, Rio do Sul e Herval do Oeste);
- Elaboração de cartas finais de suscetibilidade a movimentos gravitacionais de massa e eventos de natureza hidrológica (enchente, inundação e enxurrada) para 40 municípios.
Saiba mais
Setorização de Risco: mapa com mais detalhes onde já existe risco definido.
Carta de suscetibilidade a movimento de massa e inundação: serve para verificação de aptidão para a urbanização do município, elaborar o plano diretor.
Projeto Gides: Projeto de Fortalecimento da Estratégia Nacional de Gestão Integrada de Riscos e Desastres numa parceria entre Brasil e Japão. Tem como objetivo reduzir os riscos de desastres geológicos através de medidas preventivas não estruturais. Os principais resultados são melhoria dos sistemas de avaliação e mapeamento de riscos, previsão e alerta e também o planejamento urbano na atuação de prevenção de desastres.
Utilidade na prevenção
Os produtos servem como base para o município planejar o crescimento de forma preventiva e diminuir os riscos de desastres naturais. Pode ser usado para realizar um plano de redução de risco; área prioritária do município; local recomendado para investir numa obra de infraestrutura de redução de risco; fundamental para os planos diretores municipais.
Utilidade na resposta
Com relação à resposta, o mapeamento é direcionado onde já existe risco. Ele dá suporte para elaborar o plano de contingência municipal mais seguro e também auxilia para a emissão de alertas. 
Informações adicionais para a imprensa
Cleiton Ferrasso
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - SDS
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889
E-mail: defesacivilsc@gmail.comSite: www.defesacivil.sc.gov.br

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Luís Carlos é vetado e Paraná terá goleiro de 20 anos na estreia do estadual

Hugo será o titular na meta paranista diante do União (Rodrigo Sanches/Paraná Clube)
O Paraná terá cara nova em sua meta na estreia do Campeonato Paranaense, nesta quarta-feira (17), diante do União, em Francisco Beltrão. Sem poder contar com os goleiros Richard e Luís Carlos, ambos sem condições de atuar, o técnico Wagner Lopes promoverá a entrada do prata da casa Hugo, terceira opção para a função.
Aos 20 anos, o jovem arqueiro só atuou duas vezes pelo profissional do Tricolor, todas na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro de 2016, diante de Ceará e Tupi-MG. Ele terá a missão de substituir Richard, titular em boa parte da última temporada, que se recupera de uma cirurgia para a retirada de uma hérnia inguinal, realizada no mês passado. A outra opção seria o recém-contratado Luís Carlos, que acabou sendo vetado pelo departamento médico por causa de dores na mão.


Com Hugo na meta titular, o técnico Wagner Lopes terá Murilo, quarto goleiro do clube, como opção para o banco de reservas. A estreia paranista está marcada para às 21h45 desta quarta-feira (17), no Estádio Anilado, em Francisco Beltrão.

76% dos municípios cresceram acima da média do Estado

O Produto Interno Bruto (PIB) do Paraná cresceu 67,4% entre 2010 e 2015, último dado consolidado. Na maioria das cidades o crescimento foi ainda maior. Dos 399 municípios do Estado, 304 (76,2%) viram suas economias avançar acima da média estadual. Do total, 99 deles (24,8%) mais que dobraram o tamanho de suas economias.
Os dados são de um levantamento inédito do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), ligado à Secretaria de Planejamento e Coordenação Geral, com base em dados divulgados pelo IBGE. O estudo leva em conta o avanço do PIB em valores nominais.
O município de Ortigueira, nos Campos Gerais, liderou o ranking de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no Paraná. O município recebeu o maior investimento privado da história do Estado – a nova fábrica da Klabin, orçada em R$ 7 bilhões - apoiado pelo programa Paraná Competitivo.
O estudo mostra o impacto das obras de construção do empreendimento, que entrou em operação em 2016. Entre 2010 e 2015 a soma de todas as riquezas do município cresceu 294,7%. Saiu de R$ 247,7 mil para R$ 977,5 mil.
Considerada uma das cidades com menor Índice de desenvolvimento humano (IDH) do Estado, Ortigueira viu crescer emprego, renda e a venda do comércio e dos serviços. “Ortigueira é um exemplo de que como o investimento pode mudar a realidade de uma cidade”, afirma Julio Suzuki Júnior, diretor-presidente do Ipardes.
“É interessante notar que esse impacto sobre a economia de Ortigueira se deu apenas com a construção da fábrica da Klabin, que começou a funcionar em 2016. Com a entrada em operação, esse crescimento da cidade tende a ser muito mais perene”, afirma ele.
Em 2010, Ortigueira gerava 2.282 empregos com carteira assinada, de acordo com dados Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do Ministério do Trabalho. Em 2015, graças à construção da nova fábrica, esse número tinha subido para 8.620 empregos. O salário médio passou de R$ 897 para R$ 2.871 no período.
DESTAQUES - De acordo com o levantamento, depois de Ortigueira, os municípios cujas economias mais cresceram do Estado foram Indianópolis (232,5%), São João (219,4%%), Sabáudia (191%), Paiçandu (184,6%), Cafelândia (182,1%) e Marialva (173,9%). São municípios impulsionados pela agropecuária e projetos de construção de abatedouros de aves, principalmente.
Na região da capital, municípios que receberam projetos de investimento na área automotiva e da indústria cimenteira também foram destaques. Fazenda Rio Grande, impulsionada pela chegada da fabricante de pneus Sumitomo, viu crescer sua economia em 145,2%. Foi o maior avanço da Região Metropolitana de Curitiba (RMC).
Outro destaque foi e Adrianópolis, no Vale do Ribeira, com alta de 143,9%. A cidade recebeu R$ 1,7 bilhão, com a instalação de quatro cimenteiras.
MOTOR DO DESENVOLVIMENTO - Para o diretor-presidente do Ipardes, o Paraná Competitivo foi, junto com o agronegócio e a agropecuária, um dos motores do desenvolvimento econômico dessas cidades. “Com isso houve redução da desigualdade econômica”, acrescenta.
Criado em 2011, o programa de incentivo fiscal é o principal instrumento de atração de investimentos produtivos no Estado, com mais de R$ 40 bilhões contabilizados em projetos de construção e ampliação de fábricas.
ALTERNATIVAS - “O esforço do governo é trazer alternativas para as cidades do Interior. Além da agropecuária, essas cidades estão atraindo projetos de industrialização das novas fábricas e movimentando suas economias”, diz o economista Jean Alberini, gerente de desenvolvimento econômico e empresarial da Agência Paraná Desenvolvimento.
Há dois anos, a agência, que atua como ponte entre o setor privado e o governo na atração de investimentos, criou o Programa Municipal para Atração de Investimentos (PMAI) para capacitar municípios a se tornarem mais competitivos na disputa pelos investidores. De acordo com ele, o projeto já atende 11 municípios.
Confira AQUI o PIB, a participação no Estado e a variação do período de cada um dos municípios.
AEN

Polícia Civil atinge marcas históricas de apreensões de drogas em 2017

A Polícia Civil por meio da Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico, da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Denarc/Deic), divulgou os resultados obtidos no ano de 2017. Contando com o apoio e suporte da delegacia-geral da Polícia Civil, nos últimos três anos, a Denarc/Deic foi reestruturada, visando atingir a macrocriminalidade voltada a narcotraficância em Santa Catarina. Desta forma, a especializada passou a ser dotada de policiais civis com a expertise e competências necessárias para a realização de investigações de alta complexidade.
 Além disso, foram estreitadas as relações e parcerias com as unidades da Deic, unidades policiais civis da ponta, Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIPC), Diretoria de Informações e Inteligência (DINI), DIC’s, bem como com as instituições Receita Federal do Brasil, PRF, Ministério Público, PM, dentre outras, agregando-se assim, diferentes competências e experiências, o que resultou no aprofundamento das investigações e o alcance do nicho de criminalidade com repercussão no território catarinense e outros estados da federação.
De acordo com o levantamento, no ano de 2017 a Denarc/Deic apreendeu três vezes mais drogas comparando com o ano de 2016 e ainda, realizou significativo número de prisões e lavratura de procedimentos investigatórios policiais.
No ano de 2017, foram registradas as maiores apreensões de drogas em território catarinense, num total de 16 toneladas de maconha, resultando na prisão de cinco pessoas, em operações realizadas pela equipe da Denarc/Deic em parceria com a DFRV/Deic, DIC de São Lourenço do Oeste, PRF e Receita Federal do Brasil, ocorridas nos meses de maio, junho e julho de 2017, nas cidades de Garuva, Porto Belo e Ponte Alta. Com o aprofundamento das investigações, a Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico, em 17 de outubro de 2017, desarticulou a organização criminosa responsável pelo envio dos carregamentos mencionados para Santa Catarina ao realizar a prisão de quatro pessoas. 

Também merece destaque os seguintes trabalhos: 

1) Em 31.01.2017 – Tijucas - Após três meses de investigações realizadas pela Denarc/Deic/PCSC, em conjunto com a Delegacia de Polícia da Comarca de Tijucas, foi descoberto que uma mulher comercializava entorpecentes para caminhoneiros na BR-101, na modalidade tele-entrega. A operação foi deflagrada em 31 de janeiro de 2017, tendo sido cumprimento mandado de busca e apreensão, expedido pela Justiça, resultando na apreensão de 150 gramas de cocaína, dinheiro e ainda, na prisão em flagrante da investigada. No dia 31 de maio de 2017, o Poder Judiciário, da Comarca de Tijucas, condenou a investigada a pena de cinco anos de reclusão em regime fechado, pela prática do crime de tráfico de drogas; 

2) Em 07.03.2017 – Florianópolis - A Denarc/Deic fechou um laboratório de Skunk, derivado concentrado de maconha, em uma casa de luxo em Florianópolis. A comercialização era feita para a alta sociedade da cidade, e, na ocasião, foram apreendidos mais de 100 pés de Skunk, totalizando 15,400 quilos, sendo duas pessoas presas;

3) Em 12.05.2017 - São José - A Denarc/Deic prendeu em flagrante delito um homem, de 30 anos, que armazenava em sua residência aproximadamente oito quilos de maconha. Foram apreendidos também uma balança de precisão e uma faca, instrumentos, estes, utilizados no manejo do ilícito;
4) Em 29.07.2017 - São Lourenço do Oeste - A Denarc/Deic e DIC São Lourenço do Oeste, Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal do Brasil, em união de esforços, no final da tarde de sábado, do dia 29 de julho de 2017, na divisa dos Estados do Parará e Santa Catarina, abordaram dois caminhões vindos do estado do Mato Grosso do Sul. Após averiguação das cargas de milho que estavam sendo transportadas, foram localizadas 1,173 toneladas de maconha e 740 gramas de skunk (derivado de maconha), avaliadas em R$ 3 milhões. Na ocasião, três indivíduos foram presos em flagrante e conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil de São Lourenço do Oeste para autuação. O Poder Judiciário, por meio da Vara Única da Comarca de São Lourenço do Oeste, no último dia 4 de dezembro de 2017, condenou três homens, a penas que somadas, ultrapassam 43 anos de prisão, pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, majorados em razão dos ilícitos envolverem os estados de Mato Grosso do Sul e Santa Catarina;

5) Em 01.08.2017 - Barra Velha - Durante operação conjunta da Polícia Civil, por meio da Denarc/Deic, Receita Federal e PRF, foi apreendido 33,5 quilos de crack. Na oportunidade foi preso em flagrante um homem de 27 anos, morador de Dourados/MS pela prática do crime de tráfico interestadual de drogas;
6) Em 10.08.2017 - Joinville - Durante ação conjunta da Polícia Civil, por meio de Denarc e Receita Federal do Brasil, com apoio da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar, foi apreendido 149 tabletes de cocaína, totalizando 158 quilos, avaliada em R$ 4 milhões, sendo uma pessoa presa em flagrante, pela prática do crime de tráfico interestadual de drogas;

7) Em 16.08.2017 - Barra Velha - Foi realizada operação conjunta da Polícia Civil, por meio da Denarc/Deic, Receita Federal do Brasil, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar, tendo resultado na apreensão de 440 quilos de maconha e 970 gramas de haxixe e ainda, na prisão em flagrante de uma pessoa pela prática do crime de tráfico interestadual de drogas;

8) Em 01.09.2017 - Palhoça - A Denarc/Deic apurou que um integrante de facção criminosa realizava o tráfico de drogas em um apartamento no bairro Aririu,em Palhoça. Com base nos elementos de prova colhidos, foi representado pela expedição de mandado de busca e apreensão, e após parecer favor do Ministério Público, a Autoridade do Judiciário decretou a medida. No dia 1º de setembro de 2017, policiais civis da especializada diligenciaram no local, sendo cumprida a ordem judicial, resultando na apreensão de 9,123 de cocaína, R$ 16 mil em espécie, uma motocicleta, aparelhos celulares, dentre outros materiais. Na ocasião, foi realizada a prisão em flagrante de um homem, de 35 anos, natural de Florianópolis, com passagem por roubo, sendo autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Dessa ocorrência, o Poder Judiciário, por meio da 1ª Vara Criminal da Comarca de Palhoça/, no dia 19 de dezembro de 2017, condenou o investigado a pena de oito anos e 10 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado e ainda, no pagamento de 700 dias-multa, pela prática do crime de tráfico de droga (art. 33, Caput, da Lei 11.343/06);

9) Em 20.11.2017 – Florianópolis - A Denarc/Deic, em conjunto com a Receita Federal do Brasil, por meio da Inspetoria de Florianópolis e  Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT),  por volta das 20 horas, nas dependências do Terminal  Rodoviário Rita Maria, em Florianópolis, realizou a prisão em flagrante de uma mulher, de 22 anos, natural de Pirapora/MG e moradora de Florianópolis, em poder de três quilos e 176 gramas de ecstasy (droga sintética). Apurou-se que a indiciada trouxe de Barcelona/Espanha o entorpecente para abastecer a Grande Florianópolis. Sendo assim, foi autuada em flagrante pela prática do crime de tráfico transnacional  de drogas;

10) Em 04.12.2017 Camboriú - A Denarc/Deic e Receita Federal do Brasil realizaram a apreensão de 94 tabletes de cocaína, totalizando 101,2 quilos, avaliada em R$ 3 milhões, e ainda, prendeu em flagrante um homem que transportava a droga. Na ocasião também foi apreendido um veiculo Renault Master;

11) Em 18/12/2017 - Florianópolis - A Denarc/Deic fechou o maior laboratório de Skunk e cultivo de maconha em Florianópolis e ainda, prendeu dois homens em flagrante. As diligências resultaram na apreensão de centenas de pés de maconha, vários pacotes de skunk, haxixe e óleo de maconha, prontas para comercialização, R$ 13,3 em espécie, insumos, fertilizantes, termômetros, lâmpadas e maquinário utilizados no cultivo e manipulação laboratorial de entorpecentes, balanças de precisão, bem como dos veículos Ford/Ranger, VW/Fox, Motocicleta Yamaha XT660 e Ford/Celta;

Entre os trabalhos investigativos realizados, alguns já foram julgados pelo Poder Judiciário no ano de 2017, sendo 15 pessoas condenadas a penas que ultrapassam 145 anos de prisão, o que representa o trabalho de repressão qualificada que vem sendo empregado pela equipe da Denarc/Deic. A título de exemplo, citamos a ocorrência em que a Polícia Civil, por meio da Denarc/Deic e DIC São Lourenço do Oeste, Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal do Brasil, no final da tarde de sábado do dia 29 de julho de 2017, na divisa dos Estados do Parará e Santa Catarina, abordaram dois caminhões vindos do estado do Mato Grosso do Sul. Após averiguação das cargas de milho que estavam sendo transportadas, foram localizadas 1,173 toneladas de maconha e 740 gramas de Skunk (derivado de maconha), avaliadas em R$ 3 milhões. Na ocasião, três indivíduos foram presos em flagrante e conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil de São Lourenço do Oeste para autuação, tendo o Poder Judiciário, por meio da Vara Única da Comarca de São Lourenço do Oeste, no último dia 4 de dezembro de 2017, condenou três homens a mais de 43 anos de prisão;

De acordo com titular da Denarc/Deic, Pedro Henrique de Paula e Silva Mendes, os resultados históricos foram alcançados graças à competência e dedicação dos policiais civis que integram a especializada e às parcerias com as unidades policiais civis e demais instituições, especialmente com as Divisões de Investigação Criminal (DIC), Receita Federal do Brasil e Polícia Rodoviária Federal.
O diretor da Diretoria Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil, Adriano Krul Bini, parabeniza todos os envolvidos, destacando os membros do Ministério Público e Poder Judiciário, assessoria e servidores dos órgãos que atuam nos processos resultantes das investigações citadas, bem como aos promotores de Justiça Flávio Duarte de Souza e Marcio André Zattar Cota, titulares das 7ª e 4ª Promotorias de Justiça das Comarcas de Blumenau e Jaragua do Sul respectivamente e as magistradas Jussara Schittler dos Santos Wandscheer e Anna Finke Suszek, titulares das 3ª e 1ª Varas Criminais das Comarcas de Blumenau e Jaragua do Sul respectivamente, e todas as equipes de servidores pela parceria com Denarc/Deic, dedicação e extremo comprometimento no combate ao tráfico de drogas em prol da sociedade catarinense.
Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa 
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.brFone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br