domingo, 23 de julho de 2017

Governador fala sobre extinção de empresas e inauguração de escolas no Com a Palavra

Foto: Julio Cavalheiro / Secom

A extinção de empresas, as obras na Serra do Corvo Branco e a inauguração de escolas na rede pública estadual foram os principais assuntos da entrevista semanal com o governador Raimundo Colombo. Na abertura do programa desta sexta-feira, 21, Colombo explicou que a decisão de extinguir a Companhia de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina (Codesc), a Companhia de Habitação do Estado de Santa Catarina (Cohab) e a Corretora de Seguros e Administradora de Bens Móveis e Imóveis (Bescor) visa a economia e a eficiência do Estado. “Elas se tornaram deficitárias ao longo dos anos e essa decisão traz o efeito prático da economia e do melhor aproveitamento do dinheiro público”, acrescentou. De acordo com a Casa Civil, a extinção vai garantir 

uma economia mensal da R$ 10 milhões aos cofres públicos. O valor inclui as médias das despesas com folha de pagamento e com gastos operacionais e administrativos dos três órgãos. Uma lei específica para extinção da Codesc e da Cohab foi aprovada neste mês pela Assembleia Legislativa.



As obras e a beleza da paisagem na Serra do Corvo Branco também foram pauta do programa. “Quem não conhece não tem ideia da força da natureza na Serra do Corvo Branco. As obras estão andando e já há um bom trecho asfaltado o que fortalece um potencial turístico extraordinário naquela região, com repercussão mundial”. Colombo reiterou que ainda estão sendo feitas desapropriações no trecho e que por conta de um deslizamento de rocha, na Serra, o projeto de engenharia foi refeito e agora o melhor estudo técnico para o local será executado.

A inauguração de escolas para o segundo semestre letivo também foi abordada. Entre os dias 31 de julho e 3 de agosto, a previsão é que sejam entregues nove unidades. O governador destacou o padrão das estruturas e a importância do ensino profissionalizante e em tempo integral. “A qualidade da Educação em Santa Catarina ganha um diferencial com essa estrutura física", finalizou.

 http://www.sc.gov.br/index.php/noticias/temas/institucional/governador-fala-sobre-extincao-de-empresas-e-inauguracao-de-escolas-no-com-a-palavra

PM APREENDE ARMA DE FOGO NA TARDE DESTE SÁBADO

Hoje, 22, por volta das 15h30, a Central 190 recebeu informação de que entre as Ruas 510, 520, 530 e 540, em área de mata foram possíveis ouvir diversos disparos de arma de fogo.
No local a equipe policial visualizou  um homem de roupa vermelha correr para dentro da mata com a mão na cintura e iniciou as buscas.
Eles localizaram no meio do mato uma residência de madeira e bem pequena, onde o homem estava escondido atrás dela.
Os policiais verbalizaram com ele para que pusesse as mãos na cabeça e se aproximaram, foi possível então localizar a arma de fogo próximo do autor.
Ele foi revistado e encontrado no seu bolso uma pedra de Crack.
No interior da residência, sem portas e sem mobília foi possível localizar também uma porção de maconha embalada em um saquinho plástico e um aparelho novo de videogame de procedência duvidosa, tendo em vista que o casebre não tem móveis e energia elétrica.
O homem recebeu voz de prisão e a guarnição conduziu o autor, as drogas e o objeto a Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.


PM Danieli Karas


Os 10 países onde MAIS se trabalha, em um ano, para pagar impostos:


Imagem Ilustrativa

Os 10 países onde MAIS se trabalha, em um ano, para pagar impostos:

       1. Brasil: 2.600 horas (é mais que o dobro do 2º colocado!)
       2. Bolívia: 1.080 horas
       3. Vietnã: 941 horas
       4. Nigéria: 938 horas
       5. Venezuela: 864 horas
       6. Bielorrússia: 798 horas
       7. Chade: 732 horas
       8. Mauritânia: 696 horas
       9. Senegal: 666 horas
       10.Ucrânia: 657 horas

Fonte: Banco Mundial

"O Brasil tem a maior carga tributária do mundo, para pagar a
MAIOR CORRUPÇÃO DO MUNDO"

Tributos no Brasil -  uma vergonha!!!

Medicamentos      36%
Luz.                   45,81%
Telefone            47,87%
Gasolina            57,03%
Cigarro              81,68%

PRODUTOS ALIMENTÍCIOS BÁSICOS
Carne bovina       18,63%
Frango                 17,91%
Peixe                   18,02%
Sal                       29,48%
Trigo                    34,47%
Arroz                    18,00%
Óleo de soja        37,18%
Farinha                34,47%
Feijão                  18,00%
Açúcar                40,40%
Leite                    33,63%
Café                    36,52%
Macarrão            35,20%
Margarina            37,18%
Molho tomate      36,66%
Biscoito               38,50%
Chocolate            32,00%
Ovos                    21,79%
Frutas                  22,98%
Álcool                  43,28%
Detergente           40,50%
Sabão em pó      42,27%
Desinfetante        37,84%
Água sanitária     37,84%
Esponja de aço   44,35%

PRODUTOS BÁSICOS DE HIGIENE
Sabonete                 42%
Xampu                 52,35%
Condicionador    47,01%
Desodorante       47,25%
Papel Higiênico   40,50%
Pasta de Dente   42,00%

MATERIAL ESCOLAR
Caneta                48,69%
Lápis                   36,19%
Borracha             44,39%
Estojo                  41,53%
Pastas plásticas  41,17%
Agenda                44,39%
Papel sulfite         38,97%
Livros                   13,18%
Papel                   38,97%

BEBIDAS
Refresco em pó   38,32%
Suco                    37,84%
Água                    45,11%
Cerveja                56,00%
Cachaça              83,07%
Refrigerante        47,00%
Sapatos               37,37%
Roupas                37,84%
Computador        38,00%
Telefone Celular   41,00%
Ventilador            43,16%
Liquidificador      43,64%
Refrigerador        47,06%
Microondas         56,99%
Tijolo                    34,23%
Telha                    34,47%
Móveis                 37,56%
Tinta                    45,77%
Casa popular       49,02%
Mensalidade Escolar 37,68% (ISS DE 5%)

ALÉM DESTES IMPOSTOS, VOCÊ PAGA
- DE 15% A 27,5% DO SEU SALÁRIO A TÍTULO DE IMPOSTO DE RENDA;
- PAGA O SEU PLANO DE SAÚDE,
- O COLÉGIO DOS SEUS FILHOS,
- IPVA,
- IPTU,
- INSS,
- FGTS
- ETC.

       DIVULGUE !

O Brasil precisa de atitude do povo!

Estamos reféns destes políticos.
- Sem querer cortar gastos e privilégios, o governo  repassa o custo da sua corrupção e incompetência para a população!

"- Vai ficar parado?!"
Esse Whatsapp é mais eficiente que canal de TV. Passe adiante...
-1 minuto para mudar o 🇧🇷 e defender a família de hoje e do futuro.


Fonte: Banco Mundial


sábado, 22 de julho de 2017

PM PRENDE 3 HOMENS E RECUPERA PRODUTOS FURTADOS DE LOJA DE MÓVEIS NESTA MADRUGADA.

Na madrugada de sábado, 22, por volta das 2h30, após receber informações via Central 190, três homens são presos por furto a estabelecimento comercial em Itapoá.
O fato se deu após um cidadão ter percebido um veículo branco andando pelo centro da cidade com vários produtos eletrônicos novos, ele imediatamente ligou para o 190, o que facilitou na prisão dos autores.


Diante da informação e através das câmeras de monitoramento, foi localizado um VW/Gol branco com placas de Joinville, na Avenida Celso Ramos sentido Barra do Saí, e que possivelmente seria este o veículo da denúncia.


A equipe policial deslocou para averiguação da denúncia e próximo a Rua 630 obteve êxito em abordar o veículo e confirmar o fato, a abordagem foi gravada pela Central de monitoramento.
Dentro do carro haviam 07 TVs de marcas diversas, 02 espremedores de suco, 10 aparelhos de telefone celular, 01 notebook e 03 tablets, todos aparelhos novos e com etiqueta de identificação de uma loja de moveis de Itapoá.


Foi então localizado a gerente da loja, que juntamente com policiais foram até o endereço da loja e constataram que a parede dos fundos foi quebrada, sendo que o alarme não disparou e que haviam mais produtos separados para buscar posteriormente ja do lado de fora da loja.
Pelas câmeras de monitoramento interno foi possível identificar os autores, as características batem com os detidos com o carro e os produtos furtados, porém os 03 homens alegam terem visto quatro jovens quebrando e separando o material, eles só chegaram e carregaram.


Os homens e os materiais apreendidos foram entregues na Delegacia da Polícia Civil para os devidos procedimentos.

Fonte Policia Militar de Itapoá

REUNIÃO DO CONSEG NA BARRA DO SAY




Ontem, 21 de julho, aconteceu mais uma palestra itinerante do Conseg nos Bairros de Itapoá, dessa vez na Barra do Say. Os assuntos da pauta das palestras para esse ano são: o Conseg, as Urnas do Conseg e o Programa Rede de Vizinhos da Polícia Militar. O objetivo é levar informações à comunidade itapoaense para que, conhecendo, possa participar mais ativamente das ações de segurança pública que vem sendo desenvolvidas no Município. Quanto ao Conseg, existem duas possibilidades: participar do Conseg já existente, cujas reuniões acontecem toda terceira terça-feira do mês na CDL as 18:30 hs, ou mobilizar a comunidade locar para criar novos Consegs nos bairros da cidade. Sobre as urnas a informação é de que estão instaladas nos Postos de Saúde do Pontal, de Itapema do Norte e da Barra do Say, e servem para críticas, 
 sugestões e denúncias sobre alguma situação ou fato envolvendo segurança pública. Em relação ao Programa Rede de Vizinhos a intenção de organizar redes interligando a comunidade e a Polícia Militar local, usando as tecnologias disponíveis, com o intuito de promover a vigilância entre vizinhos em colaboração com as polícias locais para melhorar a qualidade de vida a partir do resgate da sensação de segurança. Na palestra de ontem se fizeram presentes os representantes do Conseg: Delly, Genésio, Maria Lurdes e Oneide; e o Coordenador do Programa Rede de Vizinhos da PM em Itapoá-SC, Subtenente Hermínio.

 Também participaram da palestra os profissionais do Posto de Saúde da Barra do Say, aos quais o Conseg agradece por meio da Enfermeira da Estratégia de Saúde na Família Daiane Sitadela, que organizaram espaço do encontro e receberam a todos com muito carinho. Agradecimento especial às pessoas que participam do HIPERDIA - Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos do SUS da Barra do Say e a comunidade local que se fez presente, participando, questionando, demonstrando interesse em participar das ações locais voltadas à segurança pública. A todos, sinceros agradecimentos. Calendário das Reuniões e Palestras do Conseg já agendadas: 15 de Agosto - reunião ordinária do Conseg - Dependências da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itapoá - CDL, Fone: (47) 3443-2471, sito a Rua Hermínio Dagnoni, nº 145. 18 de Agosto - Palestras e Debates sobre Consegs, Urnas e Rede de Vizinhos - Rainha - 14hs - reunião do Hiperdia - Salão da Igreja Santa Isabel. 19 de Setembro - reunião ordinária do Conseg - Dependências da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itapoá - CDL, Fone: (47) 3443-2471, sito a Rua Hermínio Dagnoni, nº 145.

 Por: Oneide Urso, Presidente do Conseg Itapoá-SC.

EMPATE NO MT Paraná Clube domina, mas finaliza pouco: 1x1

Robson correu muito, mas faltou tranquilidade.
Leonardo Heitor
O Paraná Clube arrancou um ponto fora de casa e se manteve na zona intermediária da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro da Série B. Após sofrer um gol no início, o Tricolor teve forças para buscar o 1x1, diante do Luverdense-MT, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde. Foi a estreia do técnico Lisca à frente do time, que agora terá dois jogos seguidos em casa, contra Santa Cruz-PE e CRB-AL.
O jogo iniciou com as equipes se estudando e procurando valorizar a posse de bola. Na troca de tentativas ofensivas, o Luverdense se deu melhor na bola parada. Na cobrança de escanteio, aos 17 minutos, o zagueiro Pablo subiu mais que a zaga paranista e marcou 1x0. A reação do Paraná foi imediata. Aos 20, Robson arrancou pela direita, recebeu de Alemão e bateu no canto, para a defesa do goleiro Diogo Silva.
Aos 27 minutos, numa roubada de bola de Minho, ele foi parado com falta, por trás. O zagueiro Neguete acabou expulso. Com um a mais, o Paraná se lançou à frente e Robson quase marcou em cruzamento de Igor. Aos 36, Minho driblou dois marcadores e bateu fraco, de canhota, para a defesa do goleiro do Luverdense. No intervalo, Lisca trocou Gabriel Dias por Zezinho e o Tricolor encurralou o time da casa.
Logo aos 4 minutos, Robson cruzou e Alemão acertou a trave. O assistente erroneamente marcou impedimento de Robson na jogada. No lance seguinte, Zezinho carimbou o travessão. O empate veio aos 13 minutos. Na jogada pelo meio, Robson serviu Alemão, que bateu e contou com o desvio em Pablo para marcar: 1x1. O próprio centroavante quase virou, num tiro colocado, no canto esquerdo. No fim, o Paraná sentiu o peso da viagem de do clima matogrossense.
“Não deu pra ganhar, vamos valorizar o ponto conquistado”, disse Lisca, numa referência à uma oportunidade desperdiçada pelo Luverdense aos 42 minutos. Maidana e Richard salvaram em dois arremates à queima roupa. “Temos que melhorar essa aproximação, a troca de passes para chegarmos com maior precisão. Os jogadores estão indignados, pois poderíamos ter vencido. Faz parte. Temos que saber valorizar esse ponto”, concluiu Lisca.

Luverdense 1x1 Paraná Clube
Luverdense: Diogo Silva; Aderlan, Pablo, Neguete e Christiano; Ricardo, Moacir, Rafael Silva e Léo Cereja (Pierre); Douglas Baggio (Rafael Ratão) e Alfredo (Erik). Técnico: Júnior Rocha.
Paraná: Richard; Cristovam, Maidana, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias (Zezinho), João Pedro (Renatinho) e Minho (Felipe Alves); Robson e Alemão. Técnico: Lisca.
Local: Passos das Emas (Lucas do Rio Verde-MT)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos (BA) e Marcos Welb Rocha Amorim (BA)
Renda: R$ 11.180,00
Público total: 1.291
Gols: Pablo aos 17’ do 1º tempo. Alemão aos 13’ do 2º tempo
Cartões amarelos: Aderlan, Pablo, Ricardo e Moacir (Luverdense)
Expulsão: Neguete aos 27’ do 1º tempo

Departamento de Comunicação - PRC

MELHORES MOMENTOS DO 3º ARRAIÁ CAMPEIRO DO DIA 12 EM VIDEOS

Melhores momentos  do 3º Arraia campeiro do CTG Fronteira do Litoral do dia 12 de julho  com apresentação de varias atrações, Dança da quadrilha  e alunas da Coan Studio de dança.






Coan Studio de Dança Em cima do Banco Sicredi, Proprietária Luciana Coan.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Porto de Paranaguá bate recorde de movimentação

O Porto de Paranaguá fechou os primeiros seis meses de 2017 com a maior movimentação de toda a sua história para o período. Ao todo, foram 25 milhões de toneladas movimentadas, uma marca 3,3% superior ao antigo recorde, alcançado no ano passado, quando foram operadas 24,2 milhões de toneladas de cargas.

O recorde vem acompanhado de outro feito importante: nunca o Porto de Paranaguá teve uma diversificação tão grande nas suas cargas. Ao longo destes seis meses, o porto bateu o recorde de movimentação de cargas gerais e graneis líquidos e, pela primeira vez na sua história, os produtos desta natureza ultrapassaram os 33% do total movimentado. Exemplo disso é que nesta quinta-feira (20) os mais de 20 berços do Porto de Paranaguá estão todos ocupados por navios, operando um total de 13 tipos diferentes de cargas – como milho, veículos, açúcar, óleo de soja, farelo, cloreto de potássio e ureia.

NÚMEROS - No primeiro semestre do ano, foram 4,8 milhões de toneladas de carga geral movimentadas, um aumento de 5% em relação ao ano passado. O avanço foi impulsionado pelos investimentos no novo layout operacional do cais do porto, que derrubou velhos armazéns obsoletos e abriu pátios para movimentação deste tipo.

No mesmo período, também foi registrado recorde na movimentação de granéis líquidos, com 3,6 milhões de toneladas operadas e 24,7% de aumento. Para este tipo de carga, o porto investiu reformando o cais de inflamáveis, trocando as defensas e cabeços de amarração, garantindo a segurança das operações e atraindo mais cargas para Paranaguá.

INVESTIMENTOS - “A nossa vocação graneleira já está consolidada e nunca vamos abrir mão de ser o melhor porto para o agronegócio brasileiro, mas hoje construímos uma estrutura que atende todos os usuários. Desde a indústria, que nunca importou tantos insumos e exportou tantos produtos por Paranaguá, até os produtores rurais, que se abastecem com os fertilizantes que entram por aqui e, na safra seguinte, exportam suas produções”, afirma o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

Os recordes atingidos pelo Porto e as taxas de ocupação em destaque são resultado do maior pacote de investimentos já realizado no terminal. São R$ 624 milhões investidos desde 2011. Desde obras de repotenciamento, reformas do cais e trocas de equipamentos até campanhas de dragagem e novos processos automatizados que dão mais agilidade e segurança nas operações. “Fazemos estes aportes não pensando em recordes, mas em construir um porto adequado para o presente e futuro do Paraná e de Paranaguá. O aumento da movimentação é uma consequência natural”, explica o diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino.

 http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=94688&tit=Porto-de-Paranagua-bate-recorde-de-movimentacao

Porto de Imbituba entra na escala de navios gigantes vindos da Ásia

Foto: Airton Fernandes/Secom

Está prevista para o dia 26 de agosto a chegada ao Porto de Imbituba do primeiro navio vindo da Ásia dentro da nova linha de longo curso. A partir desta data, serão realizadas escalas semanais no porto, sempre com navios gigantes, transportando contêineres para atender aos maiores mercados do mundo. Administrado pela SC Parcerias, do Governo do Estado, o Porto de Imbituba entrou na escala diante de suas tarifas competitivas e da profundidade local de 15 metros, a maior do Sul do país e uma das maiores do Brasil.

>>> Fotos do Porto de Imbituba

“Essa linha é extremamente importante na movimentação portuária. É uma nova opção para o importador e exportador catarinense e de todo o Sul do Brasil, criando mais uma rota para movimentar a economia. Será muito representativa para o crescimento do Porto de Imbituba. A primeira linha de longo curso é sempre a mais importante, pois abre mercado para outras, o que esperamos que se materialize ao longo do próximo ano”, avalia o diretor presidente da SC Par, Gabriel Ribeiro Vieira.

A capacidade do Porto de Imbituba é para receber até 500 mil TEUs (unidade de medida do setor portuário) por ano. A expectativa da administração é que apenas a nova linha movimente cerca de 80 mil TEUs por ano. Cinco empresas armadoras vão operar na linha de longo curso: Hamburg –Sud, Hapag-Lloyd,  NYK, ZIM e Huyndai.


Serão 13 navios se revezando, sendo que o trajeto completo demora cerca de 90 dias, saindo de Busan, na Coreia do Sul, e passando por países como China, Singapura, Malásia, Argentina e Uruguai, além do Brasil, antes de retornar para Coreia do Sul. No total, são 19 portos atendidos. Em Santa Catarina, os navios atracarão em Imbituba e também em Itapoá. “Fazem parte da linha os navios com 336 metros de comprimento, os maiores navios que rotineiramente atracam na costa brasileira e os maiores navios que já atracaram na costa catarinense”, destaca Vieira.

O diretor presidente da SC Par lembra que a nova linha vai beneficiar a exportação de toda a indústria catarinense que pode ser enviada por contêineres, em especial setores como o cerâmico e o madeireiro.


 Gabriel Ribeiro Vieira. Foto: Jaqueline Noceti/Secom

Engenheiro civil e de transportes, Vieira ocupava a diretoria técnica e de participações da SC Par e assumiu a presidência em julho deste ano. Foi superintendente do Porto de Navegantes e diretor presidente do Porto de Itapoá, e também consultor em diversos projetos portuários, nos Estados Unidos, África e Ásia.

Desde que passou a ser administrado pelo Governo do Estado, o Porto de Imbituba tem apresentado crescimento expressivo. O resultado de 2016 ficou marcado pelo maior índice de movimentação desde o início de suas operações. Ao longo do ano passado, o porto movimentou 4.803.186 toneladas, um crescimento de 40% em relação ao desempenho de 2015.

 http://www.sc.gov.br/index.php/noticias/temas/desenvolvimento-economico/porto-de-imbituba-entra-na-escala-de-navios-gigantes-vindos-da-asia

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Secretaria de Meio AmbienteEdital 008/2017 de intimação/ notificação de autos de infração termo de ciência de julgamento em primeira instância

A Autoridade Ambiental Fiscalizadora da Secretaria de Meio Ambiente, setor de fiscalização, vem por meio deste Edital INTIMAR/NOTIFICAR osautuados citados nos Processos Administrativos decorrentes dos Autos de Infrações Ambientais abaixo listados nos termos da Lei Complementar Municipal N0 021/2008,  Art 39:
Confira na íntegra:


Galeria de Arquivos

8 - Edital 08 - Processos adrmitrativos

 http://www.itapoa.sc.gov.br/noticias/index/ver/codNoticia/435911/codMapaItem/18565#.WXCWjelv_IU

Museu Paranaense abre mostra sobre o ex-governador Ney Braga

O Museu Paranaense abre em 25 de julho, às 17h, a exposição Ney Braga: 100 anos na história do Paraná, composta por fotografias, textos e objetos que contemplan a carreira política de Ney Braga. A mostra permanece até 5 de novembro de 2017 e entrada é gratuita.
Nos quase 50 anos de vida pública, Ney Braga ocupou diversos cargos. Foi prefeito de Curitiba, de 1954 a 1958, cuja gestão foi premiada com “Os dez municípios brasileiros de maior progresso”, entregue pelas mãos do presidente Juscelino Kubitschek. Também foi deputado federal, duas vezes governador do Paraná, ministro da Agricultura e da Educação e Cultura, senador, diretor-geral da Itaipu Binacional e, ainda, presidente do Conselho de Administração da Copel, até 2000, ano em que faleceu devido a um câncer ósseo.
Serviço
Abertura da exposição Ney Braga: 100 anos na história do Paraná
25 de julho de 2017, às 17h
Período expositivo: até 5 de novembro de 2017
Horário de visitação: de terça a sexta-feira, das 9h às 18h. Sábados, domingos e feriados das 10h às 16h
Entrada gratuita
Museu paranaense
Rua Kellers, 289 - São Francisco - Curitiba
(41) 3304-3300 |  www.museuparanaense.pr.gov.br


Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Acidente entre micro-ônibus e caminhão deixa vários feridos na BR-277, em Balsa Nova

Acidente ocorreu na manhã desta quarta-feira (19), em Balsa Nova (Foto: Divulgação/PRF)
Pelo menos 16 pessoas ficaram feridas em um acidente entre um caminhão e um micro-ônibus durante a madrugada desta quarta-feira (19) em Balsa Nova, na Região Metropolitana de Curitiba, na BR-277. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão foi traseira. 

Do total de feridos, 14 tiveram ferimentos moderados e dois se machucaram gravemente. Todas as vítimas foram encaminhados para o Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo. 


O micro-ônibus é uma ambulância da Prefeitura de Goioerê, município do noroeste Paraná, com capacidade para 16 passageiros, de acordo com a PRF. Todos os feridos eram, ainda conforme a PRF, ocupantes do micro-ônibus.

Interdição

O trecho na altura do km 124 precisou ser parcialmente interditado e foi liberado por volta das 7h30, normalizando trânsito na rodovia. O congestionamento no local chegou a aproximadamente 1,5 km. 

quarta-feira, 19 de julho de 2017

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO - TERMO CONVOCAÇÃO Nº 123/2017

PROCESSO SELETIVO: Edital nº 29/2016 – Luíza Montalvão de Oliveira, Secretária Municipal de Educação, no uso de suas atribuições legais, torna público pelo presente Termo os candidatos convocados à comparecerem na Secretária de Educação no dia 21/07/2017, as 10h30min, para distribuição de vagas aos professores que atuarão nas escolas de Ensino Fundamental, Educação Infantil da Rede Municipal de Itapoá.

Confira abaixo na íntegra:

Galeria de Arquivos

TERMO CONVOCAÇÃO 123.2017 - EDITAL 29.2016 ACT 2016.2017

 http://www.itapoa.sc.gov.br/noticias/index/ver/codNoticia/435743/codMapaItem/18565#.WW-68ulv_IU

Tricolor 4x1 Com apetite, Paraná goleia o Brasil de Pelotas


Jogadores comemoram o terceiro gol, na Vila.
Robson Mafra
O Paraná Clube esquentou a fria noite curitibana e deu um chega pra lá na má fase. Com competência e poder de fogo, o Tricolor goleou o Brasil-RS por 4x1, nesta terça-feira, na Vila Capanema. Com o resultado, fechou a 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B com 20 pontos e na 10ª colocação. O jogo foi visto de perto por Lisca, que logo após a partida foi oficializado pela diretoria paranista como o novo técnico da equipe.
Em campo, sob o comando interino do auxiliar Matheus Costa, o Paraná tinha novidades: Maidana na zaga, Jhony no meio-campo e Minho no ataque. Com as opções, Renatinho ficou no banco de reservas. Apesar das investidas iniciais, foi o Brasil que saiu na frente. Aos 14 minutos, Maidana tentou cortar, mas a bola sobrou para Itaque, que de fora da área encheu o pé: 1x0. Mas, a reação não demorou. A zaga do Brasil não conseguiu cortar e João Pedro achou Robson livre. O atacante bateu no canto direito de Pitol: 1x1, aos 21 minutos.
Richard ainda mostrou reflexo em uma tentativa de Rafinha, mas o Paraná terminou o primeiro tempo pressionando com Robson e Alemão. O cenário no segundo tempo não mudou. Logo aos 4 minutos, Robson mandou de canhota e Pitol salvou com a ponta dos dedos. Aos 10, não teve jeito. Após levantamento de João Pedro, Robson foi na jogada, mas Brock dominou e bateu. No desvio da zaga, a bola morreu no canto esquerdo. Virada tricolor.
Sem diminuir o ritmo, o Paraná ainda criou uma boa jogada com Cristovam e finalização de Renatinho, que acabara de entrar, tentou de calcanhar e tocou pela linha de fundo. Na pressão, aos 30 minutos, o Tricolor ampliou. Após um bate-rebate na área gaúcha, o zagueiro Evaldo meteu a mão na bola. Pênalti, que Robson cobrou com força, no meio do gol: 3x1. A torcida ainda comemorava quando Felipe Alves fez uma grande jogada e rolou para Renatinho. Com categoria, o meia definiu a goleada: 4x1.
Paraná Clube 4x1 Brasil
Paraná: Richard; Cristovam, Maidana, Eduardo Brock e Igor; Jhony, Leandro Vilela, Robson e João Pedro (Zezinho); Minho (Renatinho) e Alemão (Felipe Alves). Técnico: Matheus Costa.
Brasil: Marcelo Pitol; Wender, Leandro Camilo, Evaldo e Breno; Itaqui, João Afonso, Marcinho e Rafinha (William Ribeiro); Nem (Teco) e Rodrigo Silva (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmermann.
Local: Durival Britto (Curitiba-PR)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Ricardo Pavanelli Lanutto (SP)
Renda: R$ 33.835,00
Público pagante: 2.127
Público total: 2.164
Gols: Itaqui aos 14’ e Robson aos 21’ do 1º tempo. Brock aos 10’, Robson (pênalti) aos 30’ e Renatinho aos 32’ do 2º tempo
Expulsão: Evaldo (Brasil) aos 29’ do 2º tempo
Departamento de Comunicação - PRC

Paraná prossegue sob frio intenso nesta quarta-feira

A madrugada desta quarta-feira (19) ainda será extremamente gelada em todo o Estado, segundo previsão do Simepar. As temperaturas vão continuar abaixo de zero no Centro-Sul, Sudoeste e na Região Metropolitana de Curitiba. Na capital, os termômetros devem ficar próximo de zero, mas neve está descartada.

A queda brusca de temperatura e as marcas negativas passaram a ser registradas na madrugada de terça-feira (18), quando a maioria dos municípios das regiões Oeste, Sudoeste, Sul, Centro e Sul dos Campos Gerais do Estado marcaram temperaturas abaixo de zero. Foram destaques Inácio Martins (-4º), Palotina (-3,2), Pinhão (-3,9º) e São Mateus do Sul (-3º).

“O frio veio com muita força porque a onda de ar polar, que provoca essa queda nas temperaturas, está bastante intensa e deve avançar um pouco mais sobre o Paraná nas próximas 24 a 48 horas”, alerta o meteorologista do Simepar, Reinaldo Kneib.

NEVE DESCARTADA – Algumas cidades do Paraná registraram formação de neve na madrugada de terça-feira, como foi o caso de Palmas. Em Curitiba, a condição de tempo chuvoso e frio proporcionou durante a madrugada e início da manhã a precipitação por alguns momentos de chuva congelada (minúsculos grãos de gelo que pipocam ao atingir uma superfície e provocam barulho no impacto). “Apesar do frio intenso que deverá ser registrado nos próximos dias, o tempo ficará seco, não sendo essa uma condição favorável para a ocorrência de neve”, afirmou Kneib.

FIM DE SEMANA – A partir de sexta-feira (21) o frio começa a perder força e o sol deve predominar na maior parte do Estado. As noites deverão ser de temperaturas mais baixas e as tardes um pouco mais agradáveis. Não há previsão de chuva para os próximos sete dias e até a próxima quarta-feira o tempo segue seco.

 http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=94664&tit=Parana-prossegue-sob-frio-intenso-nesta-quarta-feira

Com sensação térmica em -27°C, Santa Catarina registra a madrugada mais fria do ano

São Joaquim. Foto: James Tavares/Secom
Santa Catarina registrou a madrugada e o amanhecer mais frio do ano nesta terça-feira, 18, de acordo com a Epagri/Ciram, órgão estadual de monitoramento do tempo. A menor temperatura foi registrada no Morro da Igreja, em Bom Jardim da Serra, com -7,4°C, seguida do Morro das Antenas, em Urupema, com -6,7°C. Com o frio intenso e os ventos entre 30km/h e 40km/h, a sensação térmica nos dois locais chegou a -27°C.

>>> Confira a galeria de fotos do frio nesta terça-feira em São Joaquim>>> Confira mais imagens da noite de segunda-feira em São Joaquim

Em São Joaquim, a mínima foi de -5°C, e em Água Doce, -4,3°C. “Em quase todas as regiões, os termômetros marcaram temperaturas negativas, com exceção do Litoral, onde as temperaturas ficaram entre 1°C e 8°C”, disse o meteorologista da Epagri/Ciram, Clóvis Corrêa. Em Criciúma, os termômetros marcaram 1,3°C, em Florianópolis, 4ºC, e em Laguna, a mínima foi de 8,1ºC, a mais elevada do estado.
 
O declínio acentuado na temperatura ocorreu após à passagem de uma frente fria pelo Litoral de Santa Catarina e ao avanço de uma intensa massa de ar polar. Na segunda-feira, 17, com o frio intenso, chegou a cair chuva congelada por alguns momentos, especialmente em Urupema. Também houve registro de flocos de neve, sem acumular no chão, em Irani, Água Doce, Fraiburgo, Urupema, São Joaquim e Rancho Queimado. 

são Joaquim recebeu turistas dos mais variados estados do país à procura de frio e neve. Muitos passaram o dia e a noite na praça da cidade, apesar das temperaturas negativas. A ADR São Joaquim cedeu o auditório de sua sede para turistas que iam dormir dentro dos carros, pois não conseguiram vagas em hotéis e pousadas da região. Na manhã desta terça-feira, uma multidão se concentrou ao lado da árvore congelada, no Centro de São Joaquim. O gelo acumulado em algumas localidades permitiu até que fossem construídos pequenos bonecos de neve.

 O casal de Florianópolis Volnei Tarcízio Ventura e Jane Carvalho Ventura, que foram acolhidos por amigos em São Joaquim, comemoraram a movimentação e expectativa pela neve. “Foi muito interessante ver pessoas virem atrás de neve e acompanhar a expectativa de se ela viria ou não. Aproveitamos muito o frio, inclusive com carro congelado, maçaneta sendo forçada para abrir, carro que não pegava, enfim curtimos muito tudo isso”, destacou. Jane ressaltou que apesar de não verem a neve como gostariam, aproveitaram bastante a chuva congelada. "Foi fantástico sentir na pele o gelo. Já valeu a pena. Também me chamou a atenção a quantidade de pessoas de diversas partes do país, sendo bem recepcionados pela comunidade local”, afirmou.


As previsões de baixas temperaturas também chamaram a atenção do casal Carlos Augusto Martins e Alessandra Muller, de Florianópolis que subiram a Serra em busca da neve. “Decidimos vir no domingo à noite, mesmo sem hospedagem pré-agendada, mas arriscamos. Chegando, através da Casa do Turista, encontramos uma hospedagem alternativa, fomos recebidos por uma família que nos acolheu com pinhão e muita hospitalidade. Eles vibravam com a gente a cada grau que caía. Estamos muito felizes por estar aqui, agora vamos conhecer um pouco mais do que a cidade tem a oferecer. Quem vier curtir o frio não se arrependerá do clima que encontramos aqui”, comemorou Carlos.

A meteorologista da Epagri/Ciram, Marilene de Lima, informou que até o fim de semana o tempo segue firme e a temperatura baixa, com mínima negativa nas áreas altas do estado, especialmente no Planalto, com condições de geada ampla. O frio também será intenso no Litoral, com mínima de 3°C a 6°C, e máxima à tarde em torno de 16°C a 18°C.

 Para os motoristas que transitam nas estradas catarinenses, a Defesa Civil pede que mantenham velocidade reduzida e atenção redobrada. “Ao se deparar com gelo sobre a pista, não prossiga. Evite transitar durante a noite, uma vez que a visibilidade fica prejudicada. Observe placas de sinalização que indicam possibilidade de gelo sobre a pista. Importante estar atento ao fechamento do tráfego em rodovias onde há gelo sobre a pista”, orientou o coordenador regional da Defesa Civil de SC, Luiz Falcão Maganin.

 http://www.sc.gov.br/index.php/noticias/temas/meio-ambiente/com-sensacao-termica-em-26-c-santa-catarina-registra-a-madrugada-mais-fria-do-ano

terça-feira, 18 de julho de 2017

Defesa Civil envia veículos e equipamentos ao interior








 Governador Beto Richa entrega mais 177 viaturas para Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. É o segundo lote de veículos repassado à Segurança Pública, como parte das 1.100 viaturas adquiridas pelo governo estadual. Também entregou à Defesa Civil do Paraná 30 viaturas e mais de 350 kits de salvamento e de busca e resgate. Curitiba, 11/07/2017.Foto: Jaelson Lucas/ANPr

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil já está enviando para as suas 15 regionais, no interior do Estado, as  novas viaturas e conjuntos de equipamentos para salvamento e busca e resgate, entregues pelo governador Beto Richa, na última terça-feira (11).

São 30 veículos, 160 kits de salvamento em águas rápidas (enxurradas, inundações, cabeça d’água), inclusive barcos, além de 192 conjuntos para busca e resgate em situações emergenciais decorrentes de desastres naturais, como desabamentos, deslizamentos, incêndios, furacões e vendavais.

A iniciativa faz parte dos investimentos possibilitados pela parceria entre o Banco Mundial e o Governo do Estado. Desde 2016 foram aplicados aproximadamente R$ 11 milhões em Defesa Civil.

Outro destaque viabilizado pela parceria é o Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cegerd), inaugurado em maio deste ano. O Cegerd faz o monitoramento contínuo de todo o Paraná, com base em informações de 16 órgãos do governo estadual. O trabalho previne perdas provocadas por intempéries climáticas. Instalado no Palácio das Araucárias, em Curitiba, o Cegerd recebeu investimento de R$ 4,6 milhões.

FORTALECIMENTO – As ações fazem parte do programa de Fortalecimento da Gestão de Risco de Desastres no Paraná, que teve início em 2011, logo após as enchentes que afetaram o Litoral. O programa é coordenado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos e integra, além da Defesa Civil, o Simepar, o Instituto das Águas do Paraná e o Instituto de Terras, Cartografia e Geociências do Paraná (ITCG).

São três eixos de atuação: fortalecimento da infraestrutura de prevenção (aquisição de radares, bases meteorológicas e equipamentos), investimento em conhecimento (mapeamento das áreas de risco e revisão cartográfica do Estado) e a articulação institucional (ampliação das políticas de proteção e defesa civil e a criação do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres  - Ceped). 

De acordo com o chefe da seção de planejamento da Defesa Civil,  major Dorico Gabriel Borba, os investimentos oriundos da parceria auxiliam na logística e plano de ação, em caso de desastres. “Todos esses recursos, investidos em diferentes órgãos auxiliam o nosso trabalho para coordenar ações de monitoramento, prevenção e resgate, antevendo e criando ações que se antecipam aos fenômenos naturais, como a retirada de pessoas de áreas de risco e o número de vítimas que podem ser afetadas”, diz.


REFERÊNCIA - A Defesa Civil do Paraná recebeu um prêmio da Organização das Nações Unidades (ONU) pelo seu sistema de informações, que foi reconhecido pela sua excelência. O atendimento foi descentralizado, dando maior agilidade nas ações de resgate e auxílio aos municípios afetados.

“Até 2011 o trabalho consistia apenas na entrega de lona. A partir daí evoluímos para uma política efetiva de gestão de risco de desastres, que é referência no Brasil. Recebemos visitas de vários estados para copiar o nosso modelo de atendimento e de gestão de risco de desastres”, afirmou Borba.

CENTROS REGIONAIS – A previsão é viabilizar três centros regionais de logística da Defesa Civil nas regiões Norte, Centro e Sudoeste do Paraná, de forma a aproximar a estrutura e dar mais agilidade ao atendimento à população eventualmente afetada por desastres naturais. Por exemplo, a entrega de materiais de ajuda humanitária, como cesta básica, telhas, colchão, kits de limpeza.

 http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=94629&tit=Defesa-Civil-envia-veiculos-e-equipamentos-ao-interior

Com previsão de neve na Serra, hotéis e pousadas estão lotados em São Joaquim

 Fotos: James Tavares / Secom

A queda da temperatura e a possibilidade de neve nas próximas horas levaram centenas de turistas para a Serra Catarinense nesta segunda-feira, 17. Em São Joaquim, os 680 leitos de hotéis e pousadas, somadas as 40 pousadas alternativas, estão lotados. “A movimentação é muito significativa e uma injeção na economia da região, pois o segmento do turismo é o que mais distribui renda. Hotéis e pousadas estão todos lotados, além de inúmeras casas de famílias que abrem suas residências para receber os visitantes, o que gera renda, demonstra hospitalidade e também proporciona a troca de cultura”, destacou a secretária executiva da ADR São Joaquim, Solange Scortegagna Pagani.

Quem procura por hospedagem está sendo orientado pela Casa do Turista a olhar em casas de famílias que abrem as portas para os visitantes. O Fórum e a ADR São Joaquim estão atendendo os visitantes que não tiverem local para passar a noite. “Na Casa do Turista, os visitantes são recepcionados 24 horas com chá, café e chimarrão, além de apresentações artísticas locais”, secretária de Turismo de São Joaquim, Sara Correa.

>>> Mais imagens na galeria
 
A comerciante Silvana de Souza Jorge, de Tubarão, disse que espera ver a neve, mas que o passeio já valeu a pena porque a paisagem da Serra é linda. “Vim com a família e mais um casal e vamos nos abrigar em algum local alternativo. A hora que puder e estivermos seguros na estrada vamos voltar para casa. Já viemos nas festas da região, mas para ver a neve nunca”.

Neve e Congelamento de pista

Para os motoristas que transitam nas estradas catarinenses, a Defesa Civil pede que mantenham velocidade reduzida e atenção redobrada.“Ao se deparar com gelo sobre a pista, não prossiga. Evite transitar durante a noite, uma vez que a visibilidade fica prejudicada. Observe placas de sinalização que indicam possibilidade de gelo sobre a pista. Importante estar atento ao fechamento do tráfego em rodovias onde há neve ou gelo sobre a pista”, orientou o coordenador regional da Defesa Civil de SC, Luiz Falcão Maganin.

 http://www.sc.gov.br/index.php/noticias/temas/turismo/com-previsao-de-neve-na-serra-hoteis-e-pousadas-estao-lotados-em-sao-joaquim

Após neve em Palmas, temperaturas despencam no PR e Curitiba tem a manhã mais fria do ano

Curitiba teve chuva congelada em alguns bairros  (Foto: Ana Cláudia Freire/RPC)
  Curitiba teve chuva congelada em alguns bairros (Foto: Ana Cláudia Freire/RPC) 

 terça-feira (18) amanheceu gelada no Paraná com registros de geada em algumas regiões e temperaturas negativas em várias cidades. Curitiba teve a manhã mais gelada do ano, segundo a Somar Meteorologia, com 1ºC. 

Por volta das 7h, o Sistema Meteorológico Simepar recebeu vários registros de chuva congelada na capital. A máxima não deve passar de 10ºC, conforme os meteorologistas. Desde então, a menor temperatura em Curitiba tinha sido registrada em junho, com 3ºC.
Em Palmas, no sul do estado, houve neve na noite de segunda-feira (17), ainda de acordo com a Somar. 


Ainda de acordo com a Somar, a menor temperatura do estado até as 7h14 desta terça tinha sido registrada em Inácio Martins, na região central, onde os termômetros marcaram -3,9ºC.
Em General Carneiro, na região sul, os termômetros registravam -3ºC por volta das 6h24 com sensação térmica de -9ºC. Os moradores de Guarapuava, na região central, também enfrentam muito frio nesta manhã de terça-feira. A cidade também amanheceu com -3ºC.
Em Clevelândia, no sudoeste do Paraná, o dia começou com 0ºC. A máxima na cidade deve ficar na casa dos 11ºC.
Marechal Cândido Rondon, no oeste do estado, amanheceu com geada em vários pontos. 

Quem mora na região norte e noroeste do estado, como Maringá, por exemplo, enfrentam um frio mais em relação às outras cidades com mínimas acima de 4ºC.
Segundo os meteorologistas da Somar, as temperaturas devem cair ainda mais nesta quarta-feira (19). 

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Abertura da temporada do “Vivaldi in Concert” supera as expectativas

Na manhã desse domingo, dia 16 de julho, a Sociedade Cultural Lírica de Joinville sediou a abertura da temporada de apresentações do projeto “Vivaldi in Concert” da Orquestra Prelúdio. Trata-se do primeiro de uma série de cinco concertos que serão realizados em Joinville.
“A abertura superou todas as expectativas. Cerca de 580 pessoas lotaram a Casa e muita gente não conseguiu acessar o espaço. Nós, inclusive, abrimos as janelas para que as pessoas pudesse olhar por elas. Tivemos um público maravilhoso e um concerto de altíssimo nível”, celebra, orgulhoso, o maestro da Orquestra, Rafael Daniel Huch.

A próximo apresentação do Projeto é já no sábado que vem, dia 22 de julho, às 10h30in, nas dependências do Ancianato Bethesda (Rua Conselheiro Pedreira, nº 430), distrito de Pirabeiraba – Joinville).

Sobre o projeto “Vivaldi in Concert”
O “Vivaldi in Concert” é um projeto do Simdec (Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura) da Secretaria de Cultura e Turismo de Joinville, que foi aprovado ao mecenato em 2016 e passa a ser executado agora, sob o patrocínio da Prefeitura Municipal de Joinville e com o apoio das empresas Whirpool e Hacasa.

A proposta homenageia Antonio Vivaldi, um padre italiano, que ficou mais conhecido pelas suas composições do que a religiosidade propriamente dita, devido a dimensão de sua obra artística. “Vivaldi tem um mérito artístico-cultural inquestionável”, considera o maestro da Orquestra Prelúdio, Rafael Daniel Huch. Em 2016, quando o Projeto “Vivaldi in Concert” foi escrito, completou-se 275 anos de morte do compositor homenageado. No segmento erudito, Vivaldi foi um dos compositores mais gravados e tocados nas últimas décadas. “As Quatro Estações”, obra de sua autoria, é uma das de maior popularidade. As melodias do compositor são muitas, das mais energéticas às meditativas. O projeto “Vivaldi in Concert” pretende percorrer as diversas facetas do autor, trazendo-as para o conhecimento do público, de forma que os apreciadores da música erudita, os musicistas e os leigos no assunto possam ampliar o seu gosto e conhecimento estético.

“A Orquestra Prelúdio já tem se intensificado. O trabalho dela tem se profissionalizado e este 2017 é um ano de grande profissionalização para a Orquestra. O público também tem crescido muito. Tivemos, agora, no primeiro semestre, três apresentações via Lei Rouanet de incentivo Federal, que lotaram. A gente sente que a Orquestra tem um público, que é fiel. Vocês podem esperar muitas novidades. Por exemplo, agora, teremos um concerto para violão e orquestra – orquestra de cordas – com o solista Jair Corrêa. Teremos, também, a apresentação de um moteto com a cantora lírica Karla Cristina Ziemer e um dueto com duas sopranos líricos - a própria Karla e a Ester Martins - com a participação do mezzosopranista Jean Carlos Gorges”, resume o maestro Rafael Huch.


DATAS E LOCAIS DAS PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES DO PROJETO:
- 22/07 às 10h30min – Concerto no Ancianato Bethesda – Rua Conselheiro Pedreira, nº 430 – Distrito de Pirabeiraba – Joinville.
- 12/08 às 10h00min – Ensaio Aberto na Paróquia Cristo Redentor – Rua Jaú, nº 288 – Bairro Glória – Joinville.
- 13/08 às 10h00min – Concerto na Paróquia Cristo Redentor, Rua Jaú nº 288 – Bairro Glória – Joinville.
- 03/09 às 10h30min – Concerto Matinal na Sociedade Cultural Alemã – Rua XV de Novembro, nº 1.000 – Bairro América.
- 16/09 às 10h00min – Concerto na Biblioteca Pública de Joinville – Rua Eugênio Lepper, nº 60 – Centro – Joinville.

--
Thiago Gusso
Assessor de Imprensa
Gusso Comunicação

Após dias de calor, Santa Catarina registra 3ºC de temperatura na Serra

Foto: James Tavares/Secom

A semana começou com temperatura baixa no estado. Em São Joaquim, na Serra catarinense, a mínima registrada no amanhecer desta segunda-feira, 17, foi de 3°C. Nas outras regiões do Estado, as temperaturas ficaram entre 3°C e 7°C. Conforme a previsão da Epagri/Ciram, a tendência é do frio aumentar no decorrer do dia, com o avanço de uma intensa massa de ar frio de origem polar. A temperatura mínima do dia deve ocorre à noite. Há previsão de neve nas partes altas de Santa Catarina, especialmente no Planalto Sul, entre à tarde e noite, devido à elevada umidade do ar e temperatura baixa.

O tempo ficará instável com chuviscos isolados e mal distribuídos em Santa Catarina. O vento soprará de sudoeste a sul, moderado com rajadas de 50 a 70 km/h, aumentando a sensação de frio. O meteorologista da Epagri/Ciram Marcelo Martins disse que a semana será de tempo seco, com sol e previsão de temperatura baixa com mínima negativa nas áreas altas do estado, especialmente na Serra, com condições de geada.

A Epagri/Ciram orienta a população a acompanhar diariamente a previsão do tempo nos canais oficiais do órgão no site ou pelas redes sociais.
Recomendações da Defesa Civil SC
Onda de frio
Atenção com população mais vulnerável, como enfermos, moradores de rua, idosos ​ e crianças.
Abrigar animais domésticos nas noites mais frias.


Em virtude das doenças causadas pelo frio (gripe, resfriados, pneumonia, meningite) é essencial tomar medidas como manter-se bem agasalhado, beber bastante água e evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além da higiene frequente das mãos, orienta a Secretaria de Estado da Saúde. Essas medidas ajudam a prevenir doenças.


Lembre-se que crianças e pessoas idosas são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio e devem estar mais atentas.


Geada
Agricultores deverão tomar medidas preventivas, como antecipar colheita de verduras folhosas e algumas leguminosas.
Coberturas sobre as lavouras também contribuem para reduzir o impacto da geada nas plantações.

Ventos fortes
Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Fique longe das janelas.


Emergências
Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, por meio do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros pela central 193.

Mais informações:
Epagri/Ciram
Fone: (48) 3665-5006

Produção industrial paranaense cresceu 3,1% de janeiro a maio, segundo o IBGE

A indústria paranaense seguiu em ritmo de recuperação em maio, com um crescimento de produção de 7,6% na comparação com o mesmo período do ano passado. Foi o segundo maior avanço do País, atrás apenas de Santa Catarina (9,5%). Com isso, o resultado acumulado de janeiro a maio ficou positivo em 3,1%, o quarto maior do Brasil, atrás apenas de Rio de Janeiro (4,6%), Santa Catarina (4,3%), Espírito Santo (3,4%).

Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física - Regional divulgada essa semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O desempenho do Paraná ficou bem acima da média do Brasil, de crescimento de 0,5% nos primeiros cinco meses de 2017, e de 4% no mês.

O resultado do Paraná foi puxado pelo setor de máquinas e equipamentos e automóveis. “O setor de máquinas, principalmente tratores e colheitadeiras, foi impulsionado pela boa safra de grãos. Já a produção de automóveis se beneficiou do aumento das exportações e da queda na taxa de juros no mercado interno, que tem impacto nas vendas”, diz Francisco José Gouveia de Castro, diretor de Estatística do Ipardes (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social).

No mês, a produção de máquinas e equipamentos cresceu 54,1% em relação ao mesmo período do ano passado; veículos automotores, reboques e carrocerias tiveram avanço de 43,5%; e o setor de minerais não metálicos cresceu 30,6%. “Neste último caso houve influência no setor da construção, com a produção de tijolos e areia”, explica Castro.
TENDÊNCIA - Para ele, a retomada da indústria já pode ser considerada uma tendência para o ano, depois da retração do setor sofrer com a crise econômica. “O que verificamos é uma melhora consistente da indústria nos últimos meses”, diz.

A indústria já vem contribuindo, inclusive, para a retomada da economia do Estado. No primeiro trimestre, o PIB da indústria cresceu 3,1%, o que contribuiu para o crescimento de 2,5% da economia paranaense no período. Na mesma base de comparação, o PIB brasileiro registrou recuo de 0,4%.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

domingo, 16 de julho de 2017

Ações do Estado consolidam Sistema Único de Assistência Social no Paraná

O Sistema Único de Assistência Social (Suas), que neste sábado (15) completa 12 anos de criação, foi consolidado no Paraná com investimentos e programas realizados pela Secretaria da Família e Desenvolvimento Social. O aumento dos investimentos por meio do Fundo Estadual da Assistência Social e o programa Família Paranaense, que já atendeu a 282 mil famílias em situação de vulnerabilidade social, são ações que fazem parte das diretrizes do Suas.

Entre as iniciativas para fortalecer a política de assistência social no Paraná, a secretária da Família, Fernanda Richa, destaca que, em seis anos, o Governo do Estado aumentou os investimentos com recursos do Fundo Estadual de Assistência Social em 15 vezes. “Descentralizamos a gestão em 22 escritórios regionais para atender às características de cada população e fazer chegar os serviços a quem mais precisa. Também unimos forças com outras secretarias e ampliamos os benefícios”, afirma Fernanda.

Exemplo da parceria entre órgãos públicos, que termina por gerar uma ação intersetorial, é o Renda Agricultor Familiar, parte do programa Família Paranaense. A ação foi colocada em prática a partir da localização e inserção das pessoas do Cadastro Único (CadÚnico). Depois, com apoio do Instituto Emater foi levada a 348 famílias em 19 municípios. A meta até 2019 é chegar a 5,6 mil famílias que vivem do campo.
ÁGUA - Em São João do Triunfo, nos Campos Gerais, o benefício já mudou a vida de 13 pessoas da área rural. A cerca de 40 minutos do centro da cidade, vivem Virgínia Chimanski de Paula, 46 anos, com os dois filhos, de 14 e 4 anos, e, em outra residência, sua irmã Geovana Aparecida de Paula, 43, com o marido e três filhos, de 16, 12 e 8 anos. Próximo a elas, a sobrinha das duas, Everilda Cordeiro de Paula, 25 anos, divide a casa com a mãe e o pai, de 60 e 56 anos, com o filho, de 6, e a irmã, de 22 anos.

A água para abastecer as casas chegava em garrafas e baldes, retirada de um rio e de uma nascente. Banheiros eram improvisados, com condições precárias de higiene. Depois da avaliação do técnico da Emater, foi estabelecido que o recurso do programa seria usado para canalizar água e dar estrutura básica aos moradores das três residências.

Agora, todos têm banheiros de alvenaria, com fossa, e podem lavar roupa, fazer a higiene e matar a sede com muito mais conforto e segurança. A assistente social Erika Nissen, da equipe volante de Centro de Referência de Assistência Social (Cras) local, explicou que, com o apoio na infraestrutura das residências, as famílias adquiriram mais autonomia e reduziram a busca por apoio naquela unidade.
CAPACITAÇÃO – Para fortalecer a atuação dos profissionais que atuam no Suas, o Estado também tem investido constantemente na capacitação. Um exemplo disso é a equipe de assistência social que atende o município de Palmas, no Sul do Paraná, que incrementou sua forma de fazer o acompanhamento familiar.

Por meio de atividades lúdicas, como bonecos de papel e objetos representativos de situações de vida, têm alcançado bons resultados na fixação de informações e conhecimentos. “Trazemos as histórias e expectativas deles para o concreto e discutimos os caminhos possíveis”, comentou a psicóloga Jully Francielli Cesca, que compõe uma das equipes. Palmas conta com dois Cras.

A metodologia fez parte da capacitação dos profissionais dos Cras, prevista no Família Paranaense, e prepara os técnicos para lidar com as peculiaridades de cada situação e apoiar as famílias na sua emancipação.
EQUIPAMENTOS – Outro ponto fundamental para a consolidação do Suas no Paraná, foi a estruturação da rede de atenção às pessoas em situação de vulnerabilidade social. O Estado conta com Cras em 100% dos municípios. São mais de 2,2 mil equipamentos na rede socioassistencial.

O novo Cras de Barracão, no sudoeste do Estado, por exemplo, conquistou servidores e usuários em um ano de funcionamento. O prédio segue a nova planta padrão para essas unidades, com 206,65 metros quadrados, o dobro das anteriores. “Temos o instrumental da forma como sempre sonhamos”, resumiu Carlos Gesner Alves, coordenador do Cras.

A unidade tem capacidade de atender até 2,5 mil pessoas da região. De acordo com Carlos, com o novo prédio, inaugurado pelo governador Beto Richa em 3 de junho do ano passado, o usuário se sente valorizado e tem atendimento digno. “Muitos, pela situação de vulnerabilidade, tem a autoestima elevada ao ser recebido com mais qualidade na estrutura”, percebeu o coordenador.

Quem trabalha no Cras Barracão também ficou satisfeito em ter espaço para desenvolver atividades e prestar melhor atendimento. Dentro do prédio, há a possibilidade de fazer o Cadastro Único (CadÚnico), necessário para as famílias terem acesso aos programas sociais, o que torna mais rápidos os procedimentos. Além das salas para os profissionais de assistência social, psicologia e pedagogia, há cômodos para oficinas de capacitação.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br