quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O CULPADO É O PREFEITO


O video acima mostra a decepção dos pescadores da Figueira do Pontal, com a atuação do aprefeito de Itapoá, pois o mesmo em sua campanha eleitoral prometeu construir o mercado do peixe para os pescadores.Esta escrito no plano de trabalho apresentado em campanha no item 76.construir o mercado do peixa da Figueira do Pontal.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Paulo Bernardo interrompe férias para conter crise


O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, interrompeu suas férias por dois dias: hoje e amanhã. O despacho presidencial foi publicado hoje, no Diário Oficial da União. Paulo Bernardo participou pela manhã da reunião de coordenação política, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto, e deve participar da reunião interministerial de hoje à tarde.

Paulo Bernardo foi convocado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para conter a crise nos Correios, agravada pelas denúncias de favorecimento de uma empresa de transporte de cargas, com envolvimento da Casa Civil da Presidência da República e familiares da ex-ministra, Erenice Guerra. As férias de Paulo Bernardo tinham sido autorizadas para o período de 15 de setembro a 4 de outubro, quando pretendia se dedicar à campanha da mulher dele, Gleisi Hoffmann, que concorre a uma vaga no Senado, pelo Paraná.

"FONTE" PARANAONLINE

domingo, 26 de setembro de 2010

Largada dos trilheiros


Momento da largada dos pilotos participantes do terceiro Italama de Itapoá.Nós estavmos lá para registrar tudo bem de perto.

DE VOLTA DA TRILHA


Nosso amigo CESAR piloto trilheiro de Campo Largo Paraná depois de ter participada da aventura pelas trilhas,de Itapoá.

Trilheiro no Italama de Itapoá


Nosso amigo Ricardo piloto trilheiro se preparando para a largada.

3º ITALAMA DE ITAPOÁ SC


3º Italama de Itapoá Santa Catarina acoteceu neste domingo 26/09/2010,Com mais de 700 pilotos escritos.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Ônibus híbrido tem consumo 35% menor


A Volvo apresentou ontem em Curitiba o 7700 Hybrid, um protótipo de ônibus híbrido com dois motores: um elétrico e outro a biodiesel. De acordo com a montadora, o veículo começará a ser produzido em série até 2014 na unidade da empresa na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). A prefeitura de Curitiba estima que, durante a Copa do Mundo, o modelo fará parte da frota de transporte público da cidade. A apresentação do veículo fez parte das celebrações do Dia Mundial sem Carro.

O sistema de motores desenvolvido pela Volvo proporciona uma economia de combustível de até 35% em relação a um motor convencional a óleo diesel. O motor elétrico do 7700 Hybrid é alimentado com a energia gerada pelas freadas do veículo, e é responsável por gerar potência para os arranques. A partir de 20 km/h, a fonte de energia é eletronicamente mudada para o motor a biodiesel. Com isso, a emissão de gases poluentes é reduzida em até 50%, segundo avaliação da Volvo.

“Esta tecnologia é ideal para veículos urbanos, que freiam muito. O conceito de acúmulo de energia na freada é semelhante ao Kers, usado na Fórmula 1, e vem sendo desenvolvido há 20 anos pela companhia”, relata Luis Carlos Name Pimenta, presidente da Volvo Bus Latin America. Segundo o executivo, o custo estimado para a produção desse ônibus é 50% superior ao de um convencional, mas o custo marginal deve cair à medida em que a produção ganhe escala.

Em caráter experimental, o ônibus circulará durante três semanas no transporte coletivo em Curitiba, percorrendo a linha Interbairros II. Em seguida, segue para São Paulo, Rio de Janeiro, e Bogotá, na Colômbia.

"FONTE" GAZETA DO POVO

Confira como foi o comício de Dilma e Osmar com Lula em Curitiba


Esta é a terceira vez durante a campanha eleitoral que o presidente Lula veio ao Paraná para pedir votos aos aliados

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou, na noite desta quarta-feira (22), do terceiro comício no Paraná desde o início da campanha eleitoral. o eventou aconteceu na Praça do Semeador, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba.

O presidente veio ao estado pedir votos para a candidata petista à Presidência da República, Dilma Rousseff, e para o candidato ao governo do estado, Osmar Dias (PDT). Também participaram os candidatos ao Senado da chapa, Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) e o governador Orlando Pessuti (PMDB).

Veja os principais trechos dos discursos

21h53 - Encerrado

Terminou por volta das 21h54 o comício no bairro Sítio Cercado. O presidente Lula encerrou seu discurso pedindo voto para todos os candidatos da chapa e desejou boa sorte ao Corinthians, seu time, que joga nesta quarta-feira.

21h47 - Sobre Beto Richa

O presidente Lula afirmou que Beto Richa, durante seu mandato na prefeitura de Curitiba, não teria feito metade das obras que fez se ele não estivesse na Presidência. "Duvido que se fosse o Fernando Henrique Cardoso, ou alguém do partido dele, ele teria feito em Curitiba metade das obras que ele diz ter feito", afirmou.

"A mim não interessava quem estava na administração e sim o respeito ao povo do Paraná", complementou.

21h43 - Promessas

Lula fez críticas a José Serra, que nos últimos programas de televisão tem prometido aumentar o salário mínimo para R$ 600 e dar décimo terceiro para o Bolsa Família.

Quem passou a vida inteira arrochando o salário mínimo não pode chegar na televisão agora e falar que vai aumentar, que vai dar décimo terceiro para o Bolsa Família se falava que era esmola. Povo não é tolo. Sabe distinguir quem está falando sério e quem está mentindo", afirmou.


21h32 - Lula


O presidente Lula abriu seu discurso mandando um recado para os candidatos a deputado estadual e federal da chapa. Por falta de espaço, os candidatos foram colocados em um espaço reservado no fundo do palco.

Lula mandou os candidatos a deputado sair e distribuir panfletos para as pessoas que estão acompanhando o comício. "Eu não ficaria nesta gaiolinha que colocaram vocês. Eu estaria ali embaixo, beijando e abraçando o povo”, afirmou.

"FONTE" GAZETA DO POVO

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

ESTE ESPAÇO ESTARÁ LOTADO LOGO MAIS


LOCAL DO COMICIO DA DILMA E OSMAR ESTA NOITE 22.

Comício de Lula agita o "gigante" Sítio Cercado em Curitiba


Comerciantes e moradores se preparam para receber o presidente. Dono de bar sonha em servir "cachacinha especial" para Lula

O comício que contará com a presença do presidente Lula, ao lado da candidata a presidência, Dilma Roussef, (PT) e do candidato a governador, Osmar Dias (PDT), nesta quarta-feira, à partir das 18h no Sítio Cercado, promete entrar na história do bairro que se orgulha de ser uma “cidade à parte” na região sul de Curitiba.

“(A presença de Lula) vai dar mais moral ainda para o nosso bairro”, orgulha-se o comerciante Nilson Luiz de Santos, o Paraíba. Proprietário do bar mais próximo ao Parque do Semeador, local do comício desta noite, Paraíba garante que irá dobrar o estoque de cervejas e refrigerantes que normalmente vende em dias normais. “Se Deus Quiser vou conseguir salvar o mês só com as vendas de hoje”, acredita. Ele sorri ao sonhar com a possibilidade da visita presidencial e garante estar preparado. “Se o presidente quiser tomar uma cachacinha especial é só ele atravessar a rua”, disse.

Quem também espera chegar perto do presidente é a diarista Magali Silva, cuja residência fica bem em frente ao palco onde o presidente Lula deve discursar hoje á noite. “Vou trabalhar até as sete, mas depois vou assistir sim. O povo aqui vota em quem ele disser”, disse.

Segundo bairro mais populoso de Curitiba (com mais de 120 mil habitantes só perde para o CIC com 150 mil), o Sítio Cercado tem o maior crescimento demográfico de toda a cidade e, segundo previsão do IPPUCC, deve assumir em dez anos posto de maior bairro de Curitiba. Região de comércio próspero, estima-se que no Sitio Cercado existam mais de 14 mil postos comerciais, a maioria na Rua Isaac Ferreira da Cruz - a principal via do bairro. As mais de 80 associações de moradores que as diversas vilas e comunidades do bairro mantêm, ajudam a formar no bairro uma agitação política que outros bairros não têm.

É o que afirma o aposentado Armando Ferreira, um dos lideres da comunidade do Bairro Novo A, região do Sítio Cercado que será visitada hoje por Lula. “O bairro é o coração de Curitiba. Nosso bairro é bem cuidado, pois os moradores se mobilizam e fazem parcerias com o poder público. O sítio é quase uma cidade à parte. Temos comércio, trabalho...”, explica.

Ferreira lembra que a última vez que o Sítio foi visitado por um presidenciável foi em 1997, quando Fernando Henrique Cardoso fez comício para, segundo ele, mais de 40 mil pessoas. “Naquela vez o povo tava com ele e tinha também shows de duplas sertanejas. Hoje vai ter ainda mais gente”, estima o morador, que preside uma associação de defesa dos direitos dos diabéticos no bairro.

Posando de analista político, Ferreira arrisca uma avaliação da situação eleitoral na zona sul da capital. “No começo da campanha o Beto Richa (candidato a governador pelo PSDB) estava bem na frente, pois ele fez obras para a comunidade quando era prefeito. Agora eu acho que a situação se inverteu e o Osmar Dias (candidato do PDT a governador) será mais votado. Também com um cabo eleitoral deste (o presidente Lula), até eu“, brinca.

Buchada de Bode

Entre os inúmeros comerciantes do bairro, um se destaca por trazer no cardápio uma iguaria que já deu polêmica em outras campanhas presidenciais: a buchada de bode. José Pedro Moraes, o Doca, que ao lado se sua esposa Leda montou há dez anos a lanchonete que é um pedaço do nordeste na Vila Osternack, garante que única chance de Lula apreciar a autentica buchada piauiense com farofa de cuscuz no sul do país. “Sei que o presidente também é sertanejo e gosta de uma buchada. Ele já está convidado, a lanchonete fica logo ali, a poucas quadras do parque”, aponta Doca.

O Parque do Semeador fica na rua Coronel Joaquim A. de Azevedo, s/ nº próximo ao terminal do Sítio Cercado.

"FONTE" GAZETA DO POVO

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Pense Nisso!!!!!!


Eram aproximadamente 22:00 horas quando um jovem começou a se dirigir para casa.
Sentado no seu carro, ele começou a pedir:
- 'Deus! Se ainda falas com as pessoas, fale comigo,
Eu irei ouvi-lo.

Farei tudo para obdecê-lo'
Enquanto dirigia pela rua principal da cidade, ele teve um pensamento muito estranho:
- 'Pare e compre um galão de leite'.
Ele balançou a cabeça e falou alto:
- 'Deus? É o Senhor?'.

Ele não obteve resposta e continuou dirigindo-se para casa.
Porém, novamente, surgiu o pensamento:
- 'Compre um galão de leite'.

'Muito bem, Deus! No caso de ser o Senhor, eu comprarei o leite'.
Isso não parece ser um teste de obediência muito difícil...
Ele poderia também usar o leite.

O jovem parou, comprou o leite e reiniciou o caminho de casa.
Quando ele passava pela sétima rua, novamente ele sentiu um pedido:
- 'Vire naquela rua'
Isso é loucura...
- pensou
- e, passou direto pelo retorno.

Novamente ele sentiu que deveria ter virado na sétima rua.
No retorno seguinte, ele virou e dirigiu-se pela sétima rua.
Meio brincalão ele falou alto
- 'Muito bem, Deus. Eu farei'.

Ele passou por algumas quadras quando de repente sentiu que devia parar.
Ele brecou e olhou em volta.
Era uma área mista de comércio e residência.
Não era a melhor área, mas também não era a pior da vizinhança.
Os estabelecimentos estavam fechados e a maioria das casas estavam
escuras, como se as pessoas já tivessem ido dormir, exceto uma do outro
lado que estava acesa.

Novamente, ele sentiu algo:
- 'Vá e dê o leite para as pessoas que estão naquela casa do outro lado da rua'.
O jovem olhou a casa.
Ele começou a abrir a porta mas voltou a sentar-se. -' Senhor, isso é loucura.
Como posso ir para uma casa estranha no meio da noite?'.
Mais uma vez, ele sentiu que deveria ir e dar o leite. Finalmente, ele abriu a porta..

- ' Muito Bem, Deus, se é o Senhor, eu irei e entregarei o leite àquelas pessoas.
Se o Senhor quer que eu pareça uma pessoa louca, muito bem.
Eu quero ser obediente.
Acho que isso vai contar para alguma coisa, contudo, se eles não responderem
imediatamente, eu vou embora daqui'.

Ele atravessou a rua e tocou a campainha.
Ele pôde ouvir um barulho vindo de dentro, parecido com o choro de uma criança.
A voz de um homem soou alto:
- 'Quem está aí? O que você quer?'
A porta abriu-se antes que o jovem pudesse fugir.
Em pé, estava um homem vestido de jeans e camiseta.
Ele tinha um olhar estranho e não parecia feliz em ver um desconhecido em pe
na sua soleira.

- 'O que é?'.
O jovem entregou-lhe o galão de leite.
- 'Comprei isto para vocês'.
O homem pegou o leite e correu para dentro falando alto.
Depois, uma mulher passou pelo corredor carregando o leite e foi para a cozinha.
O homem a seguia segurando nos braços uma criança que chorava.
Lágrimas corriam pela face do homem e, ele começou a falar, meio soluçando:
- 'Nós oramos.

Tínhamos muitas contas para pagar este mês e o nosso dinheiro havia acabado.
Não tínhamos mais leite para o nosso bebê.
Apenas orei e pedi a Deus que me mostrasse uma maneira de conseguir leite.
Sua esposa gritou lá da cozinha:
- 'Pedi a Deus para mandar um anjo com um pouco de leite.

Você é um anjo?'
O jovem pegou a sua carteira e tirou todo dinheiro que havia nela e
colocou-o na mão do homem.
Ele voltou-se e foi para o carro, enquanto as lágrimas corriam pela sua face.
Ele teve certeza que Deus ainda responde aos verdadeiros pedidos.

PENSE NISSO

DILMA DIZ: NEM MESMO CRISTO ME TIRA ESSA VITÓRIA


Após a inauguração de um comitê em Minas, Dilma é entrevistada por um jornalista local. Veja:
como a senhora vê o crescimento da sua candidatura nas pesquisas?
"O povo brasileiro sabe escolher, é a continuidade do governo Lula, e após as eleições nós vamos desarmar o palanque e estender os braços aos nossos adversários. O candidato Serra está convidado a participar do meu governo, porque nesta eleição nem mesmo Cristo querendo, me tira essa vitória, as pesquisas comprovam o que eu estou dizendo, vou ganhar no primeiro turno".

Parece que está caindo a imagem de boa moça e aparecendo quem realmente é a Dilma Roussef.

"O Povo Brasileiro estará cometendo um grande erro elegendo Dilma presidente e vai sofrer", disse Ciro.

Poucos minutos após a entrevista, já tinha caido na internet, twitter.... e ela disse ter sido mal interpretada e que a frase não foi essa, porém alguns mineiros já repudiam a candidata e o quadro eleitoral começa a dar uma reviravolta, em Minas a petista estava a frente de José Serra e agora Serra já ultrapassou com uma vantagem de 5 pontos, tanto que Aécio Neves já está aparecendo na TV pedindo aos mineiros o apoio unânime a Serra.

IMPORTANTE: a Dilma já está até sentando na cadeira presidencial, dá pra acreditar?!?!?!

Vamos passar adiante, passe para o maior número de contatos possiveis, o Brasil precisa saber disso.

DILMA, a favor do Aborto e acima de Jesus Cristo. Até o Papa no vaticano já se manifestou contra essa frase.


ANTES DE MI CHINGAREM, PESQUISEM E COMPROVEM AS LEIS Q ESTA MULHER QUER IMPOR NA SUA ADMINISTRAÇÃO.. NÃO SEJA HIPOCRITA... ,CONFORMADO E BURRO.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Queda de arquibancada em Quatro Pontes PR


Mais de 100 feridos com a queda de uma arquibancada em Quatro Pontes pr, durante uma prova de arrancadão.

Dezenas de pessoas ficam feridas na queda da arquibancada em Quatro Pontes



Dezenas de feridos com a queda de arquibancada em Quatro Pontes Paraná.

A queda de uma arquibancada durante uma prova de arrancadão de automovel,realizada em Quatro Pontes no oeste do Paraná,dixou 120 pessoas feridas.A empresa empresa responsavel pela estrutura não tinha solicitado a vistoria do corpo de bombeiro.

Instituto de Criminalística de Cascavel irá periciar o local para descobrir as causas do acidente.

Mestre Déa Kauande Capoeira


Mestre Déa Educador e Mestre de Capoeira,fundador do grupo Kauande e do Projeto Educando com arte.Mestre Déa é nosso amigo a mais de 30 anos sempre Educando com arte,desde jovem procurou se especializar na na arte da capoeira, hoje trabalha com criaças da periferia de Curitiba,e outros municipios um trabalho voltado para o social.

domingo, 19 de setembro de 2010

Restinga





Restinga vegetação de preservação permanente,uma proteção natural de contensão do avanço do mar causado pelas constantes ressacas,e maré altas que assolam a orla maritima de Itapoá.Porem resta muito pouco ja esta quse toda extinta nas praias de Itapoá, as fotos são da Barra do Sai.

5 pecados da administração pública brasileira

Denúncias que envolvem ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra e parentes refletem problemas clássicos da administração pública brasileira, do nepotismo à contratação de fantasmas.

série de denúncias que atingem a Casa Civil concentra cinco problemas-chave da administração pública brasileira – nepotismo, confusão entre público e privado, tráfico de influência, financiamento ilegal de campanha e contratação de funcionários fantasmas. A mistura reflete pecados já disseminados e que a cada escândalo parecem mais sem solução. “É mais uma prova de que ainda estamos longe de um nível de maturidade em que a distribuição de cargos é definida a partir de virtudes como equilíbrio, temperança, bom-senso e prudência”, avalia o cientista político Octaciano Nogueira, da Universidade de Brasília.

Entre fatos e versões, as acusações que começaram a ser divulgadas há oito dias evidenciam interesses particulares de filhos no cargo ocupado pela mãe, a ex-ministra Erenice Guerra. Cópias de contratos apresentados às em­­presas MTA (de transporte aéreo) e EDRB (de geração de energia) supostamente comprovam que a Capital Consultoria, que está no nome de Saulo e Israel Guerra, teria cobrado para intermediar negócios que dependiam do aval da pasta. O consultor da EDRB, Rubnei Quícoli, também declarou que uma das hipóteses de pagamento pelos serviços era a doação de R$ 5 milhões para a campanha de Dilma Rousseff, mas não apresentou provas para comprovar a denúncia.

necessário tomar muito cuidado ao falar desse escândalo porque ele é muito recente e obviamente tem efeitos eleitorais. Mas o que parece indiscutível até agora é essa relação inadequada entre parentes”, afirma a cientista política Maria do Socorro Braga, da Universidade Federal de São Carlos (SP). Há cinco anos na cúpula do ministério mais influente da Re­­pública, Erenice teve três irmãos e um filho, Israel, em cargos comissionados do governo federal – todos foram demitidos em 2008 devido à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que proibiu o nepotismo no serviço público.

Israel e o tio, José Euricélio Al­­ves de Carvalho, conseguiram re­­­­colocações no governo do Dis­­trito Federal. Ambos foram demitidos na quinta-feira e Israel será alvo de um processo administrativo. Os dois também são citados em um relatório da Controladoria-Geral da União que investiga desvios de R$ 5,8 milhões em contratos fantasmas da editora da Universidade de Brasília.

José Euricélio era membro da direção da editora e havia contratado o sobrinho como assessor. Os dois teriam recebido R$ 134 mil em pagamentos irregulares entre os anos de 2005 e 2008, quando Ere­­nice era secretária-executiva da Casa Civil. Segundo as investigações, os dois estão entre 529 pessoas receberam dinheiro da editora sem ter comprovado a execução do serviço para o qual foram contratados.

Desde sexta-feira, a Polícia Fe­­deral planeja realizar um pente-fino nos contratos entre o governo federal e as empresas que usaram a Capital como intermediadora. Se todos os indícios forem comprovados, a ex-ministra e os filhos po­­dem ter cometido crimes de corrup­­ção passiva, improbidade ad­­ministrativa, tráfico de influência, concussão (exigir para si ou para outro dinheiro ou vantagem em razão da função) e prevaricação (crime praticado por funcionário público contra a administração pública).

Na carta em que justificou o pedido de demissão, Erenice ressaltou que já abriu seus sigilos telefônico, bancário e fiscal para todas as apurações necessárias. Também disse ser vítima de uma campanha de desconstituição de sua imagem e da sua família. “Não apresentam uma única prova sobre minha participação em qualquer dos pretensos atos levianamente questionados”, declarou no texto.

Para o cientista político Octaciano Nogueira, a conjunção de todas as denúncias demonstra a inabilidade do PT em aprender com os próprios erros. “A Casa Civil tem sido o eixo do poder neste governo e concentra escândalos desde o ex-ministro José Dirceu. Às vezes parece que eles se acham blindados, que podem fazer qualquer coisa que ninguém vai perceber.”

O cientista político e estudioso do nepotismo Ricardo Costa de Oliveira, da Universidade Federal do Paraná, afirma que os fatos refletem o comportamento geral da estrutura de poder brasileira. “Por trás da maioria das principais lideranças, há múltiplas redes de nepotismo, de interesses particulares.”

Segundo ele, o problema se deve à tolerância do eleitorado. “Aqui há o nepotismo de resultados. Se a população entende que o governante fez algo positivo para ela, acaba relevando outros desvios. Privilegiar parentes, infelizmente, é considerado um pecado secundário.”

"FONTE" GAZETA DO POVO

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Estamos com fome de amor!


Uma vez Renato Russo disse com uma sabedoria ímpar: "Digam o que disserem, o mal do século é a solidão". Pretensiosamente digo que assino embaixo sem dúvida alguma. Parem pra notar, os sinais estão batendo em nossa cara todos os dias.

Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes, danças e poses em closes ginecológicos, chegam sozinhas. E saem sozinhas. Empresários, advogados, engenheiros que estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos.

Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dance", incrível. E não é só sexo não, se fosse, era resolvido fácil, alguém duvida?
Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho sem necessariamente ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico, fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçados, sabe, essas coisas simples que perdemos nessa marcha de uma evolução cega.

Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção. Tornamos-nos máquinas e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.
Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada no site de relacionamentos Orkut, o número que comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra ser sozinho!".

Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis.
Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento e estamos a cada dia mais belos e mais sozinhos. Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário, pra chegar a escrever essas bobagens (mais que verdadeiras) é preciso encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa. Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia é feio, démodé, brega.

Alô gente! Felicidade, amor, todas essas emoções nos fazem parecer ridículos, abobalhados, e daí? Seja ridículo, não seja frustrado, "pague mico", saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta.
Mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois.

Quem disse que ser adulto é ser ranzinza? Um ditado tibetano diz que se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele. Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou uma advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é continuarmos achando que viver é out, que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: "vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida".
Antes idiota que infeliz.

De Arnaldo Jabor.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Cai ministra da Casa Civil Erenice Guerra


Erenice Guerra não é mais a ministra-chefe da Casa Civil. A sucessora da candidata do PT, Dilma Rousseff, não resistiu às denúncias de tráfico de influência e lobby envolvendo seu filho, Israel Guerra e pediu demissão nesta quinta-feira, 16. A decisão da agora ex-ministra foi divulgada à tarde através de um comunicado oficial à imprensa lido pelo porta-voz da Presidência. Assume o cargo interinamente o secretário-executivo da pasta Carlos Eduardo Esteves Lima. Especula-se que Lula anuncie nos próximos dias Miriam Belchior, subchefe de Avaliação e Monitoramento, como nova ministra. O empresário Rubnei Quicoli afirmou ao Estado nesta quinta-feira que a Casa Civil é palco de lobby e que a empresa do filho da ministra Erenice Guerra cobrou 5% da EDRB do Brasil Ltda. para conseguir um financiamento de R$ 9 bilhões junto ao BNDES. 'Foi a maior patifaria o que fizeram. Fizeram terrorismo', disse. A própria ministra, segundo ele, participou de uma reunião no ano passado. O empresário enviou os documentos ao Estado.

Segundo Quicoli, em meio às negociações com os intermediários em Brasília, foi pedido ainda o valor de R$ 5 milhões para ajudar na campanha da presidencial de Dilma Rousseff (PT). 'Eu disse que não podia por tudo junto numa mala. E que precisava de nota fiscal de uma empresa como prestadora de serviço', afirmou. O pedido de dinheiro para a campanha, de acordo com Quicoli, foi feito pelo ex-diretor de Operações dos Correios Marco Antonio de Oliveira.

intermediação do filho de Erenice nesse episódio foi revelada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quinta-feira. O empresário Rubnei Quicoli contou ao Estado que a EDRB do Brasil Ltda buscava um empréstimo junto ao BNDES para viabilizar um projeto de energia solar que estava parado desde 2002. Consultor da EDRB, Quicoli disse que a Casa Civil deu a orientação para procurarem a Capital Assessoria, empresa em nome de Saulo Guerra, filho de Erenice, mas que é comandada por outro filho da ministra, Israel. Foi feita então a minuta de um contrato, no valor de R$ 240 mil, mais o percentual de 5% sobre os R$ 9 bilhões.

De acordo com o empresário, a própria Erenice participou de uma reunião na Casa Civil com os representantes da EDRB em novembro do ano passado. A reunião, segundo ele, foi agendada por Vinicius Castro, ex-assessor da Casa Civil e cuja mãe é sócia da Capital Assessoria. Vinicius pediu demissão no início da semana.

Segundo Rubnei Quicoli, as negociações com a empresa de Israel Guerra foram desfeitas em março sem que o empréstimo do BNDES tivesse sido concedido. Na edição desta semana, a revista Veja mostrou que a Capital Assessoria atuou também no ramo de transporte de carga aérea.

"FONTE" ESTADÃO

Jornal diz que filho de Erenice cobrou para liberar crédito do BNDES

Empresa levou projeto de energia solar à Casa Civil, diz 'Folha de S.Paulo'
Assessor teria recomendado que filho da ministra fosse procurado.

Reportagem publicada na edição desta quinta (16) do jornal "Folha de S.Paulo" informa que a empresa EDRB do Brasil acusou Israel Guerra, filho da ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, de cobrar dinheiro para obter liberação de empréstimo no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Interessada em instalar uma central de energia solar no Nordeste, a EDRB informou, segundo o jornal, que o projeto estava parado desde 2002 na burocracia federal até que, no ano passado, seus donos foram orientados por um servidor da Casa Civil a procurar a Capital Consultoria.

A empresa foi aberta em nome de um dos filhos de Erenice, Saulo, e teria sido usada por Israel Guerra para ajudar uma empresa do setor aéreo a fechar contrato com os Correios .

Segundo a reportagem, graças à mediação da Capital, representantes da EDRB disseram ter sido recebidos em audiência oficial por Erenice Guerra na Casa Civil, em novembro de 2009, quando ela exercia o cargo de secretária-executiva e a titular do ministério era a hoje candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT). A audiência teria sido intermediada por Vinícius Castro, então assessor da Casa Civil, que pediu exoneração na última segunda-feira.

As condições impostas para o negócio - um financiamento de R$ 9 bilhões do BNDES -, segundo relato da empresa ao jornal, seriam seis pagamentos mensais de R$ 40 mil à Capital e uma comissão de 5% sobre o valor do empréstimo. Os contatos entre a EDRB e a Capital, de acordo com a reportagem, foram feitos por Rubnei Quícoli, consultor da EDRB.

A EDRB, informou o jornal, diz que se sentiu "chantageada" e cortou negociações com os lobistas. Em 29 de março, o BNDES rejeitou o pedido de empréstimo. Quícoli disse à "Folha" que logo depois foi procurado por Marco Antônio Oliveira, ex-diretor dos Correios e tio de Vinicius Castro, que teria dito que a questão no BNDES poderia ser resolvida, desde que a EDRB desembolsasse R$ 5 milhões para saldar supostas despesas de campanha de Dilma. Segundo o jornal, Oliveira nega.

A Casa Civil confirmou ao jornal a reunião com o representante da EDRB, mas informou que Erenice Guerra, então secretária-executiva da pasta, não participou.

Na manhã desta quinta, o G1 procurou a Casa Civil, a assessoria da campanha de Dilma Rousseff, a empresa EDRB e o BNDES, mas ainda não obteve respostas.

Condenações


Segundo a "Folha", em maio de 2003, o consultor Rubnei Quícoli, representante da empresa EDRB que tentava obter o financiamento no BNDES, foi condenado em processos movidos pela Justiça de São Paulo sob duas acusações: receptação e coação. Os casos não têm relação com o episódio do BNDES.

De acordo com o jornal, ele foi denunciado sob a acusação de ocultar uma carga de dez toneladas de condimentos que supostamente seria produto de roubo. Em 2000, informou o jornal, ele foi acusado de receptação de moeda falsa.

Quícoli recorreu ao Tribunal de Justiça de São Paulo e, segundo a "Folha", em março deste ano, foi absolvido do delito de coação. A Justiça substituiu a pena de um ano de reclusão por receptação por prestação de serviços comunitários.

Do G1, em Brasília

Pacto de coirmãos


Rivais se acertam como nunca fora de campo. Paraná se reforça com a ajuda do Atlético. E Rubro-Negro cogita até reativar a esquecida Vila Olímpica

O Atlético pode se mudar da Água Verde para o Boqueirão em 2011. Como terá de fechar a Arena da Baixada para reformas de adequação às necessidades da Copa de 2014, o Rubro-Negro estuda usar o Estádio Erton Coelho de Queiroz, a Vila Olímpica, na próxima temporada.

A praça esportiva que pertence ao Paraná não recebe partidas oficiais desde 2007, quando a equipe B do Tricolor disputou a Copa Paraná. De lá para cá, apenas alguns treinos dos profissionais e da base paranista foram realizados no campo.

Mesmo assim, a cúpula atleticana entende ser mais fácil adequar o estádio tricolor da zona sul para atender aos sócios rubro-negros do que a Vila Capanema – opção que não está descartada, mas obrigaria os dois clubes a dividirem o já irregular gramado do Durival Britto desde o Estadual que começa em janeiro.

O estreitamento da relação entre os adversários cresceu a partir da cessão de jogadores do Furacão por empréstimo ao rival. O atacante Anderson Aquino e o lateral-esquerdo Jean (apresentado ontem) já estão no Tricolor; o meia Netinho não foi porque não quis e o atacante Patrick, recém-retornado da Turquia, pode ser o próximo.

“Uma coisa não tem necessariamente a ver com a outra. Mas quem sabe não possamos juntar as duas. Isso [empréstimo de jogadores] pode até ser usado de crédito lá na frente”, prevê o diretor de futebol atleticano Ocimar Bolicenho. “As portas estão abertas para a negociação. Até porque temos uma política de bom relacionamento com o Atlético”, afirma o presidente paranista Aquilino Romani.

Para ressuscitar o imóvel do Boqueirão, no entanto, há o empecilho da capacidade. A partir do ano que vem, na Série A do Brasileiro serão necessários 15 mil lugares e na B, 10 mil.

“Quando deixou de ser usada, a capacidade da Vila Olímpica era de 20 mil. Mas do jeito que está hoje, não cabem 10 mil”, afirma o gerente administrativo e financeiro do Paraná, Pedro Henrique Poitvin.

“Nem me lembro da última vistoria no Erton Coelho. Já faz muitos anos. Desconheço a existência de laudos. E agora a medição é de quatro torcedores a cada dois metros. reduz em 20%”, alerta Reginaldo Cordeiro, presidente da Comissão de Inspeção de Estádios da Federação Pa­­ranaense de Futebol.

Nos bastidores do Rubro-Negro sabe-se que por causa dos mais de 20 mil sócios que têm direito a entrar nos jogos do time como mandante, o clube não sairá de Curitiba com o fechamento de seu reduto. Restariam as opções de acertar com o Paraná ou com o Coritiba (para atuar no Couto Pereira). “Com qual você acha mais fácil?”, questiona Bolicenho, reconhecendo a pressão pela rivalidade Atletiba como um forte obstáculo.

Resta saber qual será a data que a Arena precisará paralisar as atividades. A reforma deve co­­meçar até março. Porém a in­­tenção é postergar ao máximo a saída do estádio, trabalhando inicialmente no lado da Rua Bra­­sílio Itiberê.

"FONTE" GAZETA DO POVO

Influência de "La Niña" aumenta nas águas do Oceano Pacífico, diz Nasa


Satélite da agência espacial dos EUA mostra diferentes níveis nos mares. Especialistas acreditam que fenômeno pode intensificar secas no mundo

Imagem do satélite Jason-2 (Missão de Topografia da Superfície dos Oceanos), da Nasa, mostra o aumento da força do fenômeno La Niña nas águas do Pacífico.

As áreas azuis e roxas mostram níveis mais baixos na região equatorial do oceano. Cores amarelas e vermelhas mostram superfícies mais altas do que o normal. Especialistas acreditam que regiões como a Califórnia podem ter as condições climáticas pioradas, com intensificação de secas, responsáveis por incêndios recentes.

"FONTE" GAZETA DO POVO

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

INACREDITAVEL


É inacredivel como a cupula do governo disfaça o escandalo que envolve a ministra chefe da casa civil,e ainda culpam os adversários.como se eles é que estivessem no poder e praticando tudo isso,e não é a primeira ves que isso acontece.e o povo parece que não vê e com isso a turma la de cima se apega no velho ditado, em terra de cego quem tem um olho é rei.[Espéra prá tu vê].

terça-feira, 14 de setembro de 2010

"Precisamos extirpar o DEM da política brasileira", afirma Lula


Presidente participou de comício de Dilma Rousseff em Joinville (SC). Candidata do PT diz que adversários representam "passado"

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou na noite desta segunda-feira (13), em Joinville (SC), de comício da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, em seu 15º evento de campanha desde o início oficial da corrida presidencial.

Em um discurso marcado por críticas ao DEM e aos adversários do PT em Santa Catarina, Lula disse que o Democratas "alimenta ódio".

"Eu não quero crer que esse povo extraordinário de Santa Catarina vá pensar em colocar no governo alguém de um partido que alimenta ódio, que entrou na Justiça para acabar com o ProUni [programa federal de concessão de bolsas universitárias], como o DEM entrou", disse Lula.

Segundo última pesquisa do Ibope, o candidato do DEM ao governo de SC, Raimundo Colombo, assumiu a liderança na disputa. Colombo tem o apoio do PSDB e do PMDB do ex-governador Luiz Henrique, apoiado por Lula em 2006 e que hoje disputa vaga no Senado.

Em discurso, o presidente também centrou fogo na família Bornhausen, tradicional na política catarinense, do deputado federal Paulo Bornhausen (DEM-SC) e do ex-presidente nacional do partido Jorge Bornhausen.

"Nós já aprendemos demais e sabemos que os Bornhausen não podem vir disfarçados de carneiros, porque já sabemos quem são os Bornhausen, já conhecemos as histórias deles", disse Lula, para quem Luiz Henrique "trouxe de volta o DEM" ao estado.

"Quando Luiz Henrique foi eleito pensei que ele ia mudar, mas ele trouxe de volta o DEM, que nós precisamos extirpar da política brasileira", disse o presidente.

Lula critica 'direita raivosa'
Em referência ao escândalo do mensalão, Lula disse ter sido alvo da "direita raivosa" que "levou Getúlio Vargas a dar um tiro no coração" e impulsionou a ditadura militar no país.

"Essa mesma direita tentou fazer o mesmo comigo em 2005, e não fez. Porque eu tinha um ingrediente a mais, eu tinha vocês, e eles nunca tinham lidado com um presidente da República que tinha nascido no berço da classe operaria desse pais", afirmou.

O presidente citou números de repasses federais a Santa Catarina e disse ter atitude "republicana" em relação a governantes de oposição. Fez menção ao candidato do PSDB à Presidência, José Serra, ao afirmar que não distribui verbas por critérios partidários.

"O adversário dessa mulher aqui [Dilma] recebeu mais dinheiro no meu governo do que o Mário Covas [ex-governador de SP] recebeu em oito anos quando o Fernando Henrique Cardoso era do mesmo partido e presidia esse país", disse.

Dilma diz que adversários representam "passado"

Usando um banco para se apoiar no palco, em razão de uma torção de tornzelo que a levou a usar bota ortopédica, Dilma associou seus adversários ao "passado".

"Queremos o futuro que apresenta para nós a possibilidade desse pais acabar de vez com a miséria, de contnuar se transformando em uma das maiores nações do mundo [...], ou nós queremos a volta da paralisia, do desemprego e da desigualdade?", questionou.

Dilma disse que o Brasil vive um "processo de transformação" que "começou pela mão do nosso presidente Lula". Repetiu discurso estratégico da campanha ao dizer ter recebido do presidente a tarefa de "cuidar da coisa que ele mais ama no mundo, que é o povo brasileiro".

Nos discursos, presidente e candidata não fizeram menção aos episódios de quebras de sigilo na Receita Federal e à denúncia de tráfico de influência na Casa Civil.

Presidente completa 15 comícios com Dilma
O comício em Joinville foi o 15º com participação de Dilma e Lula desde o início oficial da corrida presidencial, em julho, e o primeiro em Santa Catarina, estado em que a candidata do PT ao governo, Ideli Salvatti, está em terceiro lugar nas pesquisas.

Lula também já subiu em palanques com Dilma nesta campanha no Rio de Janeiro (RJ), Garanhuns (PE), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Osasco (SP), Mauá (SP), São Bernardo do Campo (SP), Campo Grande (MS), Salvador (BA), Recife (PE), Foz do Iguaçu (PR), Valparaíso (GO) e Betim (MG).

"Fonte" Gazeta do povo

Rancho da Tia Cida


Rancho da Tia Cida o bailão que ja tornou-se ponto de referência em Itapoá.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Fim de semana começa violento em Itapoá

Entre às 22 horas de sexta-feira e manhã de sábado, houve um homicídio e dois assaltos à mão armada.

Fim de semana violento em Itapoá, no litoral Norte do Estado. Entre às 22 horas de sexta-feira e manhã de sábado, houve um homicídio e dois assaltos à mão armada.

Conforme informações da Polícia Civil, o assassinato aconteceu na madrugada. Saimon Lucas Gonçalves de Lima, 25 anos, foi morto com um tiro na cabeça. O corpo foi encontrado na manhã deste sábado, às 6 horas, na rua cataratas, a poucos metros da residência da vítima, no bairro Cambiju.

— Uma análise preliminar apontou que a morte deve ter acontecido entre às três ou quatro horas e o corpo já foi encaminhado à perícia no Instituto Médico Legal, em Joinville —, diz o delegado de Itapoá, Fábio Fortes.

A esposa de Saimon, Daiana Cristina Dozniak, relatou à polícia que o marido era usuário de drogas e recentemente teve uma recaída. Segundo ela, ele saiu de casa na sexta-feira de manhã e não retornou, e no sábado pela manhã, ela recebeu a notícia de que o marido havia sido executado com um tiro na cabeça.

— Tudo indica que foi algum acerto de contas, relacionado às drogas —, afirma o delegado.

Até às 12 horas de sábado, a polícia ainda não tinha pistas sobre o autor do disparo.

DOIS ASSALTOS EM TRÊS HORAS

A polícia de Itapoá também procura por suspeitos de envolvimento em dois assaltos à residência. Um deles aparentava ter cerca de 35 anos, trajava uma jaqueta preta e calça verde.

Ele estava encapuzado e armado com um revólver quando invadiu uma casa, no bairro Samambaial, por volta das 23h horas, e rendeu a dona da casa. Levou um celular, um relógio, R$ 143,00, documentos pessoais e cartões de crédito da vítima.

Cerca de duas horas depois, outra residência foi assaltada, desta vez no bairro Pontal. Três assaltantes participaram da ação e um deles estava armado com o revólver calibre 38.

Dois bandidos bateram na porta da residência e renderam a mulher que atendeu a porta. O marido dela entrou em luta corporal com os bandidos, foi atingido por uma paulada na cabeça e ficou desacordado, mas passa bem.

Um terceiro elemento, moreno, com as mesmas características do assaltante que assaltou a casa no bairro Samambaial, ajudou na fuga. Por isso, a polícia acredita que os assaltos podem ter sido cometido por integrantes de uma mesma quadrilha. Os ladrões fugiram numa moto, levando R$ 600,00 em dinheiro e dois aparelhos celulares.

AN.COM.BR

MATÉRIA PUBLICADA NO DIÁRIO DE ITAPOÁ

Decreto autoriza aumento de capital da Petrobras



O governo publicou hoje no Diário Oficial da União decreto que autoriza o aumento do capital social da Petrobras, mediante oferta pública de distribuição primária de ações ordinárias e preferenciais, "desde que mantido o controle acionário da União". De acordo com o decreto, o aumento do capital social poderá ser feito até o limite quantitativo de 5,6 bilhões de novas ações, no valor total de até R$ 150 bilhão, sendo até 3,2 bilhões de ações ordinárias (ON), no montante de até R$ 90 bilhões, e até 2,4 bilhões de ações preferenciais (PN), no montante de até R$ 60 bilhões.

Em outro decreto publicado hoje, o governo determina que apenas empresas habilitadas pela Receita Federal poderão utilizar o Regime Aduaneiro Especial de Exportação e Importação de Bens Destinados às Atividades de Pesquisa e de Lavra de Petróleo e Gás Natural (Repetro). De acordo com o texto, a habilitação será feita em nome da pessoa jurídica sediada no país que tenha concessão ou autorização para explorar e produzir petróleo e gás, ou em nome da empresa subcontratada por companhia sediada no exterior para realizar a importação dos equipamentos com benefícios tributários.

Em caso de serviços relacionados à operação de embarcações de apoio marítimo, a habilitação também deverá ser concedida pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Outro decreto incluiu bens de fabricação nacional no Regime Tributário para Incentivo à Modernização e Ampliação da Estrutura Portuária (Reporto). Entre os bens que já contavam com tributação especial nas importações estão empilhadeiras, instrumentos de pesagem, guindastes, máquinas de elevação e descarga, tratores para semirreboques, aparelhos de raios X, trilhos e locomotivas, entre outros.

Eleições

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, autorizou a abertura de crédito adicional suplementar, no valor R$ 5 milhões, para a realização das eleições de outubro deste ano. A portaria está publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União. Os recursos, de acordo com a portaria, decorrem da anulação parcial de dotações orçamentárias.

"FONTE" ParanaOnline

No país dos gênios invisíveis


Congresso sobre altas habilidades discute, a partir de hoje, em Curitiba, políticas educacionais para superdotados

ImprimirEnviar por emailReceba notícias pelo celularReceba boletinsAumentar letraDiminuir letraQuatro milhões de pequenos gênios caminham incógnitos pelos corredores das escolas brasileiras. São superdotados, mas ninguém repara nas suas habilidades. Quando vistos, não raro são incompreendidos. Identificá-los, compreendê-los e valorizar o que neles há de melhor é um problema não só na escola, mas inclusive dentro de casa. Felizmente, para esses geniozinhos – também para o país, que não precisa continuar desperdiçando seus talentos – há cada vez mais gente de olho neles. As maiores autoridades no assunto participam de hoje até quarta-feira, em Curitiba, do 1.º Con­­gresso Internacional sobre Altas Habilidades e Superdotação.

Após três edições nacionais, o evento se internacionalizou e terá a participação das duas maiores sumidades nessa área: o franco-canadense Françoys Gagné virá a Curitiba e o norte-americano Joseph Renzulli fará uma videoconferência. É mais uma tentativa de inserir e ampliar o tema nas escolas e na pauta dos governos, para evitar que o país siga ignorando seus gênios em potencial. Pelos cálculos da Organização Mundial de Saúde (OMS), 5% população têm algum tipo de habilidade especial, o que daria 2,5 milhões de superdotados entre as 50 milhões de crianças matriculadas no ensino fundamental em todo o país.

No entanto, a estimativa da OMS está baseada em testes de QI que consideram apenas a parte cognitiva, enquanto as altas habilidades podem estar na área corporal sinestésica, na música e nas artes, sem que necessariamente a pessoa apresente bom desempenho nos testes de QI. No Rio Grande do Sul, por exemplo, a Associação Gaúcha de Apoio às Altas Habilidades e Superdotação constatou em pesquisa que 7,8% dos matriculados nas escolas do estado estavam nessa classificação. Aplicando essa média para todo o país, haveria então 4 milhões de crianças superdotadas apenas nas escolas brasileiras do ensino fundamental.

Trata-se de estimativas porque, pouco habituado a tratar dos seus prodígios, o Brasil nem mesmo sabe quantos eles são. Mas apesar da pouca prática, o país esboça políticas públicas para essa população tão inteligente quanto incompreendida. Desde 2005, o Ministério da Educação criou em cada estado um núcleo de atividades de altas habilidades ou superdotação, os NAAH/S, para atender esses alunos, para capacitar professores, acompanhar os pais e a comunidade escolar. Porém, o ritmo do governo não é o mesmo dessa turma talentosa. Menos de cinco mil foram identificados em todo o país e estão recebendo orientação adequada.

No Paraná, o governo do estado criou salas de recursos e dá atendimento especializado a 250 estudantes com altas habilidades em Curitiba, Londrina, Maringá, Campo Largo e Fazenda Rio Grande. Na capital, a prefeitura também mantém uma sala especial para essa finalidade. Essas salas contam com especialistas em educação especial e oferecem apoio pedagógico no período contrário ao que o aluno está matriculado, numa força-tarefa para que esses talentos não se percam na vala do descaso. A depender do entusiasmo dos educadores, há boas chances.

O objetivo das salas de recursos é incentivar a busca por conhecimento e aproveitar o potencial de cada um. A identificação da criança com altas habilidades acontece dentro da sala de aula normal e o professor é fundamental para que isso aconteça. Através de indicadores, nos quais são analisados alguns critérios, acabam sendo apontados os alunos que se destacam. Depois disso, os pais são convidados a uma reunião, na qual se aborda o tema e os filhos são convidados a participar da sala.

Outra função dessas salas especiais é trabalhar o equilíbrio emocional da criança. Não basta adiantá-la na série escolar por ser mais inteligente. A idade mental pode ser superior, mas a emocional é igual a qualquer uma da mesma faixa etária. Ela requer atenção e até um eventual acompanhamento terapêutico, para não virar um problema entre os colegas. Isso acontece porque é comum ao leigo no assunto confundir um superdotado com um hiperativo.

De acordo com a presidente do Conselho Brasileiro para Superdotação, Susana Graciela Pérez Barrera Pérez, doutora em educação com ênfase em altas habilidades, a confusão ao distinguir superdotado de hiperativo acontece porque ambos são muito agitados e terminam sendo igualmente rotulados como crianças-problema. Pesqui­­­sadores por excelência, rico em hipóteses, quase sempre confirmadas pela capacidade intuitiva, esses alunos colocam em xeque a autoridade do professor, muitas vezes iletrados no assunto e que, por isso mesmo, se mostram indiferentes ou hostis ao se depararem com crianças irrequietas e contestadoras.

Família oscila entre expectativa e medo

Ao longo de 14 anos dedicados ao estudo das altas habilidades, a doutora em Educação Especial e presidente do Conselho Brasileiro para Superdotação, Susana Graciela Pérez Barrera Pérez, tem se deparado com três comportamentos bem distintos de quem de repente se descobre pai ou mãe de uma criança tida como superdotada.

primeira classe de pais cria expectativas excessivas em torno do talento do filho, a segunda se recusa a admiti-lo diferente dos demais (mesmo que sob aspecto positivo) e a terceira encara isso como um problema, algo que vai dar trabalho.

Em geral, pais que excedem nas expectativas são de famílias humildes e passam a ver o filho como salvador da pátria, cujo talento será capaz de elevar o status social da família. É um erro, pois uma habilidade quando criança não garante futuro promissor. Nem sempre esse talento fará dela uma sumidade. Contudo, Susana diz ser mais comum encontrar famílias que não aceitam a superdotação do filho. Significaria aceitar que ele é diferente e sujeito aos estereótipos em torno do superdotado. “Esses pais costumam dizer que ele é mais inteligente, é mais rapidinho, mas não é diferente”, explica Susana.

O problema não está restrito ao âmbito familiar. Para a professora, a escola, seja pública ou privada, não está preparada para identificar e atender criança com altas habilidades. O professor está acostumado com a média, e quando surge alguém acima dessa média ele não sabe como agir. Susana entende o superdotado como alguém com necessidades especiais e, portanto, carente de atenção diferenciada. O problema está justamente na dificuldade do diagnóstico.

Susana alerta para o risco de tanta inteligência ser escamoteada por sintomas que poderiam indicar exatamente o contrário, como hiperatividade, dificuldade de aprendizagem e aversão à escola. A sala de aula pode virar um ambiente de frustrações e fracassos se a escola não for capaz de perceber que a origem das dificuldades está num talento extraordinário e na capacidade acima da média. Para piorar, há o mito de que não há superdotado nas classes sociais mais pobres, ou que uma pessoa com altas habilidades necessariamente vai bem em todas as disciplinas.

Serviço:

1º Congresso Internacional sobre Altas Habilidades/Superdotação, de 13 a 15 de setembro, no Centro de Convenções de Curitiba. Abertura hoje, às 8h30.

"FONTE" GAZETA DO POVO CURITIBA

sábado, 11 de setembro de 2010

Maquinas trabalhando no pátio do porto


Maquinas trabalhando na pavimentação do pátio do porto de Itapoá.Ja em fase de conclusão.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Governador do Amapá é preso em operação da PF


SÃO PAULO - O governador do Amapá, Pedro Paulo Dias (PP), e outras 17 pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira, 10, em Macapá, durante Operação Mãos Limpas, deflagrada pela Polícia Federal, suspeitas de integrar uma quadrilha que desviava verba pública. O objetivo da operação é prender a organização criminosa composta por servidores públicos, agentes políticos e empresários, que praticava desvio de recursos públicos do Estado do Amapá e da União.

Em discurso, Sarney elogiou gestão de ex-governador preso

Governador do Amapá e mais 17 serão transferidos para Brasília

Lula pediu votos em programa eleitoral para candidato preso

As investigações, que contaram com o auxílio da Receita Federal, Controladoria Geral da União e do Banco Central, iniciaram-se em agosto de 2009, e se encontram sob a presidência do Superior Tribunal de Justiça - STJ. As apurações revelaram indícios de um esquema de desvio de recursos da União que eram repassados à Secretaria de Educação do Estado do Amapá, provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB, e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério - FUNDEF.

De acordo com a PF, a maioria dos contratos administrativos firmados pela Secretaria de Educação não respeitavam as formalidades legais e beneficiavam empresas previamente selecionadas. Apenas uma empresa de segurança e vigilância privada manteve contrato emergencial por três anos com a Secretaria de Educação, com fatura mensal superior a dois milhões e meio de reais, e com evidências de que parte do valor retornava, sob forma de propina, aos envolvidos.

Durante as investigações, constatou-se que o mesmo esquema era aplicado em outros órgãos públicos. Foram identificados desvios de recursos no Tribunal de Contas do Estado do Amapá, na Assembleia Legislativa, na Prefeitura de Macapá, nas Secretarias de Estado de Justiça e Segurança Pública, de Saúde, de Inclusão e Mobilização Social, de Desporto e Lazer e no Instituto de Administração Penitenciária.

Foram mobilizados 600 policiais federais para cumprir 18 mandados de prisão temporária, 87 mandados de condução coercitiva e 94 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça. Além do Estado do Amapá, os mandados estão sendo cumpridos no Pará, Paraíba e São Paulo. Participam da ação 60 servidores da Receita Federal e 30 da Controladoria Geral da União.

Os envolvidos estão sendo investigados pelas práticas de crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, advocacia administrativa, ocultação de bens e valores, lavagem de dinheiro, fraude em licitações, tráfico de influência, formação de quadrilha, entre outros crimes conexos.

Pedro Paulo foi eleito vice-governador na chapa liderada por Waldez Góes (PDT) em 2002 e, em 2006, reeleito para o mesmo cargo. Em abril, assumiu o governo estadual após a saída de Góes, que se candidatou a uma vaga no Senado. O governador preso estava disputando a reeleição pela chapa 'O trabalho precisa continuar', composta por PP, PRB, PDT, PSR, PL, DEM PHS, PCdoB e PTdoB.

"FONTE" ESTADÃO

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Suspeito de encomendar dados de filha de Serra nega relação com vazamento

O contador Ademir Estevam Cabral, suspeito de envolvimento na quebra de sigilo fiscal de Verônica Serra, filha do candidato do PSDB à Presidência, José Serra, presta nesta quinta-feira, 9, depoimento na delegacia seccional de Santo André, na Grande São Paulo. Segundo versão do falso procurador de Verônica, Antônio Carlos Atella Ferreira, Ademir seria o responsável por ter encomendado o pedido de acesso às declarações de renda da filha do tucano.

Ademir confirma que realiza trabalhos na Receita Federal e na Junta Comercial, mas negou que tenha feito qualquer pedido em relação aos dados fiscais de Verônica. Atella, que também tinha um depoimento marcado para esta quinta-feira, será ouvido apenas na sexta.

Os dois contadores são peças-chave na apuração da quebra de sigilo de Verônica. Atella utilizou uma procuração falsa para acessar os dados da filha de Serra em 30 de setembro de 2009. Descoberto, o contador acusou o colega Ademir de ter encomendado a papelada, que comporia um lote com dados de outras 18 pessoas. Na versão do falso procurador, Ademir trabalharia como intermediário de pessoas de Brasília, Minas Gerais e interior de São Paulo.

Segundo informações da Justiça Eleitoral, Atella teria se filiado ao PT em 2003. A relação com o partido da candidata do PT, Dilma Rousseff, elevou as suspeitas de que a violação do sigilo de Verônica seria parte de uma trama política para prejudicar o candidato tucano. Além da filha de Serra, outros políticos tucanos tiveram suas declarações de renda acessadas indevidamente em Mauá, Santo André e em Formiga (MG). O governo defende a tese de que os vazamentos seriam parte de um esquema de compra e venda de informações fiscais sem fins eleitorais.

A violação está sendo investigada pela Polícia Federal e pela corregedoria da Receita. A Polícia Civil de São Paulo também entrou no caso depois de vir à tona que Verônica Serra teve uma procuração falsificada no Estado. Agora, a Delegacia Seccional de Santo André quer que a Justiça quebre o sigilo telefônico dos dois contadores. O pedido se refere ao histórico de chamadas recebidas e efetuadas a partir de telefones fixos e celulares de ambos, relativo ao período de setembro a dezembro de 2009.

Genro. Nesta quarta-feira, 9, veio à público que o genro de Serra, o empresário Alexandre Bourgeois, também teve dados fiscais violados na agência da Receita Federal em Mauá (SP). O governo sabe do caso desde 24 de agosto, mas só nesta semana o incluiu no processo administrativo que apura a quebra ilegal de sigilo fiscal de tucanos. O acesso aos dados de Bourgeois foi revelado com exclusividade pelo estadão.com.br.

A agência de Mauá foi palco da quebra de sigilo fiscal de quatro tucanos e de Verônica Serra, filha do candidato do PSDB. A invasão aos dados de Bourgeois ocorreu no dia 16 de outubro de 2009 e atingiu as informações cadastrais do empresário, casado com Verônica. Todos os acessos partiram do computador da servidora Adeildda Ferreira dos Santos, que trabalhava em Mauá. Na semana passada, o Estado revelou a estratégia do comando da Receita para abafar a violação do sigilo fiscal de Verônica, ocorrida dia 30 de setembro de 2009 numa agência Santo André. Por 20 horas, a Receita sustentou a versão de que ela pedira seus dados, mesmo sabendo que a violação ocorrera com uma procuração falsa.

"FONTE" ESTADÃO

As loiras que me perdoem....


Loiras... Imperdível

Quando as loiras... falam.....

- Nossa, você está ótima! Tão magra!! e adoro esse seu corte de cabelo,tão curto, muito fashion! O que é que você tem feito?
- Quimioterapia...
- Que bom! Em que universidade?


A LOIRA NO ZOOLÓGICO!!!

Ao chegar perto da jaula do Leão, ela viu uma placa:
CUIDADO COM O LEÃO!
Mais à frente, outra jaula, outra placa:
CUIDADO COM O TIGRE!
Mais à frente:
CUIDADO COM O URSO!
Depois chega a uma jaula que está vazia e lê:
CUIDADO: TINTA FRESCA!
Desesperada, a loira corre aos gritos:
- O TINTA FRESCA FUGIU! O TINTA FRESCA FUGIU!!!!

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Paraná tem avanço mais rápido


Beneficiado por safra maior, indústria em recuperação e comércio aquecido, estado reverte queda do PIB e cresce mais que o país em 2010

Com indústria, comércio e produção agrícola crescendo acima de 10% neste ano, a economia paranaense demonstra estar superando, com sobras, o baque sofrido em 2009 – quando o Produto Interno Bruto estadual recuou mais que o PIB brasileiro (-0,5% contra -0,2%). De acordo com um indicador elaborado pelo Banco Central, a atividade econômica do Paraná cresceu 13,2% no primeiro semestre, na comparação com igual período do ano passado. Um avanço que supera não apenas o da média nacional, de 10%, mas que também é o mais forte entre os dez estados e quatro regiões monitoradas pelo Índice de Atividade Econômica do BC (IBC).

Espécie de prévia do PIB, esse índice se baseia em uma série de dados sobre o desempenho do agronegócio, da indústria e do setor de serviços – deste último fazem parte comércio, transportes, bancos, imobiliárias e outros. E o Paraná leva vantagem em pelo menos três importantes variáveis econômicas: produção industrial, vendas do comércio e faturamento do setor agrícola.


O comércio não parou de crescer nem durante o ano da crise, e na primeira metade de 2010 acumulou alta de 12,4% no estado, frente a 11,8% em todo o país, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De­­pri­­midas em 2009, as vendas de materiais de construção recuperaram o fôlego neste ano. O varejo de equipamentos de escritório, informática e comunicação, que cresceu 59% no ano passado, praticamente repete a dose em 2010 (56%). E nem o fim dos incentivos fiscais brecou as vendas de veículos, que avançaram 14% no semestre, mais que em 2009 (11%).

O estado, que em 2009 foi vítima de severas quebras de produção no campo, neste ano colhe sa­fra cheia. Segundo a previsão mais recente do Ministério da Agri­­cultura, o Valor Bruto da Pro­­­dução Agrícola do Paraná vai cres­­­cer 19,9% neste ano e somar R$ 21,8 bilhões, recuperando boa par­­­te do terreno perdido em 2009. O dado só não é melhor porque as cotações agrícolas não são das mel­hores – há dois anos, quando o cenário de preços era melhor, o faturamento “da porteira para den­­­tro” chegou perto de R$ 23 bilhões.

Embora tenha diminuído cerca de 3% na passagem de junho para julho, a indústria paranaense também cresce a taxas próximas de 20% no ano, conforme o IBGE – em todo o país, a alta é de 15%. E, nesse caso, o Paraná cresce sobre uma base mais forte, uma vez que, no turbulento 2009, a produção recuou 2,1%, frente a uma retração média de 7,4% no conjunto de todos os estados.

Investimentos

O ano da indústria também tem sido marcado por outro tipo de superação. Em Campo Largo (região metropolitana de Curiti­­ba), a antiga Tritec retomou a produ­ção de motores em fevereiro, após mais de dois anos de interrupção, agora sob o comando da FPT Powertrain Techno­­logies, que aplicou mais de R$ 250 milhões na modernização da fábrica. No mesmo município, a Caterpillar anunciou, na semana passada, o “resgate” das instalações que já abrigaram a Chrysler e a TMT Motoco. Elas se­­rão reformadas por US$ 90 milhões (mais de R$ 150 milhões) e voltarão à ativa em 2011, produzindo retroescavadeiras e carregadeiras. Em termos de novos investimentos, o mais recente é o da Weber Quartzolit – na quar­­­­­ta-feira, a empresa informou que vai construir, por R$ 20 mil­­­hões, uma fábrica de argamassas em Ibiporã (Norte do Paraná), com operação prevista para o primeiro semestre do ano que vem.

"FONTE" GAZETA DO POVO CURITIBA.

Dilma não é Lula


Lula vai a tv para defender Dilma,sobre a quebra de sigilo fiscal da filha de Serra e de outros membros do PSDB,mas quem não se lembra do dossiê da esposa de FHC ja falecida,e da quebra de sigilo fiscal do filho do Sarney, encomendado pela dama de ferro,e denunciado pela ex-secretária da receita federal,que foi ao senado e confirmou tudo,e a então chefe da casa civil não teve coragem de ir ao senado para desmentir.Afrouxou o garrão,não merece nosso voto.

Obras na area do porto de Itapoá



Obras da construção da administração do porto de Itapoá,em ritimo acelerado com sua inauguração marcada para o proximo mês de dezembro.Ao contrario da estrada da sérrinha sc 415 que esta empacada,não se sabe quando ficará pronta, parabéns á Tecon que mostra como se trabalha.Ao contrario da empreiterira que o governo contratou para construir a estrada e não esta cumprindo com o prazo da execução da obra.

Surfistas curtindo o feriadão da Pátria



Domingo 05 deu praia em Itapoá,um grande numero de surfista aproveitaram para pegar ondas.Pois o dia estava maravilhosa,com sol e calor.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

O verdadeiro Sentido do Sete de Setembro


Obviamente, o dia da Independência, celebrado neste Sete de Setembro, é algo para se comemorar. Afinal, é a data do nosso nascimento como país. No entanto, para quem gosta de História, é sempre interessante pensar na nossa origem.

A maioria dos países americanos nasceu de revoluções. A mais famosa é a dos Estados Unidos, em 1776. Os habitantes das 13 colônias não apenas se libertaram da Inglaterra, mas estabeleceram um novo padrão de governo para a época.

É preciso lembrar: no século 18, ainda não era nem mesmo comum que os países tivessem uma Constituição. No mais das vezes, o rei era a lei, e pronto.

Com o Iluminismo, a ideia de que todos (inclusive o rei) deveriam ser iguais na obediência a algo maior (a lei) começou a ganhar força.

Foi o que aconteceu nos EUA. Além de instaurar uma República, como voto popular para escolha do presidente, os Estados Unidos decidiram ser fiéis a uma Constituição.

Criaram um importante modelo democrático para a humanidade traduzindo em prática algumas ideias que os franceses só tinham colocado no papel. E foram avanços importantes no caminho da democratização do poder e do freio aos poderosos.

De certa maneira, os países hispânicos também tiveram suas revoluções, com Bolívar, San Martín, etc. Implantaram repúblicas e se viram livres do jugo de um povo estrangeiro.

No Brasil, a nossa Independência foi, ao mesmo tempo, nosso erro original. Por que, ao contrário de ser uma revolução, foi uma contrarrevolução.

Foi assim: Portugal, como outros países europeus, não queria mais reis poderosos, sem limites. Quis ter uma Constituição. E fez a sua revolução: a revolta constitucionalista do Porto.

O monarca, D. João VI, correu para lá para tentar não perder a coroa nem o poder. Negociou, se manteve no trono, mas perdeu força. As Cortes, o Paralamento, passaram a impor certas restrições ao poder real.

Enquanto isso, por aqui, o filho do imperador enfrentava um dilema. Ou aceitava as mesmas restrições de poder ou tinha de se impor aos burgueses. D. Pedro I não era homem de ceder a ninguém.

Criado na época do Absolutismo, Pedro nunca aceitaria ser um rei "mandado" por outros, nem dividir o poder com ninguém. As Cortes mandaram-no voltar, ele disse que ficava (para o bem geral da Nação...)

Quando tentaram de vez lhe impor o freio, gritou: Independência ou morte. Mas a independência que lhe interessava, mais do que a da colônia, era a sua. A independência de governar como bem entendesse.

Nossa Independência é uma contrarrevolução. Foi feita por um príncipe violento, brutal, antidemocrático, que não queria perder seu poder. Foi feita para que o povo não mandasse. Para que se submetesse a um déspota.

Assim nascemos. E durante muito tempo nosso país sofreu ainda (sofre? ainda?) com esse erro original. Nossos governantes sempre acreditaram que o povo existe para eles. E não o contrário. Não faz nem 20 anos, uma ministra não disse que o povo era só um detalhe?

É preciso celebrar o 7 de setembro. Mas é preciso lembrar o que ele significa.

"FONTE" GAZETA DO POVO CURITIBA.

Fanfarra da Prefeitura de Itapoá sc


Apresentação da Fanfarra da prefeitura de Itapoá no Ginásio de esportes do Colégio Nereu Ramos, em Itapema do Norte Itapoá,durante as comemorações da semana da Pátria.
Em 03/09/2010

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

RANCHO DA TIA CIDA 04/09/2010



Bilão da Tia Cida sábado 04/09/2010. A casa estava lotada visitantes e moradores da cidade se misturavam na moior alegria e confraternização,ao som da teclado do lino que ja é conhecido de todos os frequentadores da casa.pois se voce visitar Itapoá não deixe de conhecer o Bilão da Tia Cida,com certeza não vai se arrepender.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Feriado


Quase 130 mil veículos devem deixar Curitiba rumo às praias até sábado

Movimento será intenso nas rodovias que ligam a capital ao litoral paranaense e catarinense. Tráfego de veículos rumo a São Paulo e ao interior do Paraná também será grande.

O fluxo de veículos que deixam Curitiba com destino ao litoral e interior do estado, Santa Catarina e São Paulo será intenso a partir da tarde desta sexta-feira (3). Nas principais rodovias que ligam a capital às demais localidades, o movimento aumenta até as 22h. No sábado (4), o trânsito volta a piorar do início da manhã até por volta das 15h. Entre os destinos preferidos de quem vai aproveitar a folga do feriado de 7 e 8 de setembro estão as praias do Paraná e de Santa Catarina para onde 120 mil veículos devem viajar entre a sexta-feira e o sábado.

Litoral do Paraná

No trecho da BR-277 que liga Curitiba às praias do litoral paranaense, cerca de 200 mil veículos devem circular nos dois sentidos da rodovia entre sexta-feira e quarta-feira (8). Segundo a concessionária Ecovia, que administra o trecho, o movimento esperado é 30% superior ao registrado no feriado do ano passado, que tinha um dia a menos.

Só na sexta-feira, 27 mil carros devem deixar a capital com destino ao litoral. Picos acima de dois mil carros por hora estão previstos a partir das 17h até 22h. No sábado, mais de 37 mil veículos devem viajar para o litoral do estado com picos acima de 2,5 mil veículos por hora durante toda a manhã.

Litoral de Santa Catarina

Nas BRs 376 e 101, que ligam Curitiba às praias do litoral catarinense, aproximadamente 65 mil veículos devem deixar a capital entre sexta-feira e sábado. De acordo com a concessionária Autopista Litoral Sul, que administra o trecho, o movimento será intenso principalmente das 16h às 22h de sexta-feira e das 9h às 15h de sábado. Na volta, o pico de movimento será registrado entre 16h e 22h da terça-feira (7) e quarta-feira (8).
O movimento esperado de veículos rumo ao litoral catarinense é aproximadamente 30% superior ao registrado em um final de semana normal, quando, por dia, cerca de 25 mil carros passam pelo posto de pedágio de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

A concessionária avisa que no Contorno Leste de Curitiba (BR-116), dois trechos estão com restrição de tráfego em função de obras de recuperação do pavimento, iniciadas em agosto. As intervenções ocorrem entre o km 103 e o km 107 na pista sul (sentido Rio Grande do Sul) e entre o km 102 e o km 110 na pista norte (sentido São Paulo). Nesses trechos, os veículos trafegam em pista simples e pode haver lentidão.

"FONTE" Gazeta do povo Curitiba.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Os Mensaleiros


O PODER E A POLITICA - LULA, SARNEY, COLLOR, RENAN, PIZZAS - SENADO FEDERAL, VERGONHA NACIONAL

Um dia após a criação da CPI da Petrobras e minutos depois de saborear carne de porco assada em almoço da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu uma declaração que deixou parlamentares enfurecidos. Chamou senadores oposicionistas de "bons pizzaiolos". Para tentar controlar a crise polítca, que tem como foco o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), Lula se esforça para manter suas alianças no Congresso. Com a ministra Dilma no palanque, elogiou o ex-rival Fernando Collor de Mello, senador pelo PTB de Alagoas, e Renan Calheiros, líder do PMDB no Senado. Renan comandou a escolha do novo presidente do Conselho de Ética, Paulo Duque (PMDB-RJ).

Hitória de pescador


Dois tucanos molhando a minhóca, em Laranjeiras do Sul Paraná.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

43% dos domicílios brasileiros são “inadequados”, diz IBGE


Pesquisa revela que 25 milhões de lares não têm simultaneamente abastecimento de água, coleta de esgoto e de lixo e até dois moradores por dormitório

O estudo Indicadores de Desenvolvimento Sustentável 2010 (IDS), publicado hoje (1/09) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revela dados preocupantes sobre a condição dos lares brasileiros. A pesquisa, que traz informações coletadas até 2008, mostra que 25 milhões de lares brasileiros (43% do total) não possuem – simultaneamente – abastecimento de água por rede geral, esgotamento sanitário por rede coletora ou fossa séptica, coleta de lixo direta ou indireta e até dois moradores por dormitório: situações consideradas adequadas para se viver. Em comparação com dados de 1992, porém, houve uma melhora, já que, naquele ano, apenas 36% dos domicílios do país eram considerados adequados.

A falta de acesso ao saneamento básico, segundo o estudo, está diretamente relacionada a problemas de saúde na população. O abastecimento de água deficiente, a falta de coleta e tratamento de esgotos e a contaminação por resíduos foram responsáveis por 308,8 internações a cada 100 mil habitantes. Doenças como hepatites, verminoses, febres entéricas e diarreia – de transmissão feco-oral – são as mais comuns: correspondem a 80% das internações.

“Concluímos que, em geral, nas unidades da federação com os maiores números de internações, o acesso aos serviços de saneamento é menor, e vice-versa”, destaca um trecho do documento, reforçando a necessidade de ampliação de serviços de água encanada e esgoto, principalmente. Em 1998, dez anos antes da coleta dos últimos dados, a taxa de internações era de 348,2 para cada 100 mil habitantes – redução de 12,75% em relação a 2008 –, com pico de 371,1 por 100 mil em 2002.

Desigualdade

Os números das regiões brasileiras refletem a desigualdade socioeconômica do país. A taxa de internação na região Sudeste, por exemplo, é cinco vezes menor que na região Norte – área onde predominam as doenças decorrentes da falta de saneamento ambiental. Em São Paulo, o índice de internações é de 80 para cada 100 mil habitantes, bem menos que os 900 para cada 100 mil de estados como o Piauí e o Pará (a média da região é de 654, contra 126 do Sudeste).

A região Norte tem também as maiores taxas de internação provocadas por inseto vetor: dengue, febre amarela e malária, por exemplo. Nestes casos, a pesquisa destaca o desmatamento como agravante. “O desflorestamento e as condições sanitárias inadequadas de parte da população, aliados ao alto índice pluviométrico e à extensão da rede de drenagem, estão entre os fatores que favorecem a transmissão dessas doenças”, diz o estudo. De acordo com o Ministério da Saúde, 99,5% dos casos de malária são registrados na Amazônia Legal, área que envolve nove estados brasileiros

"FONTE" GAZETA DO POVO CURITIBA.

Credite se quiser

´
Depois de mais de um ano sem funcionar, a maioria dos telefones publicos de Itapoá,começa aparecer alguns funcionando.Esta tal de Oi é uma vergonha pois não tem respeito pelos usuarios.