sexta-feira, 24 de março de 2017

Colombo fala sobre momento econômico de SC em inauguração do novo auditório da Associação Empresarial de Lages


Uma palestra do governador Raimundo Colombo sobre os desafios do atual cenário econômico e político do país marcou a abertura do novo auditório da Associação Empresarial de Lages (Acil), na noite desta quinta-feira, 23. O Estado foi parceiro da reforma, via Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), com R$ 700 mil. O local tem capacidade para 300 pessoas sentadas e conta com sistema de climatização, som, iluminação, camarim, saída de emergência e acessibilidade. 

“Historicamente, a Acil presta um trabalho extraordinário para o desenvolvimento de toda a região. E o novo espaço vai servir para o debate e a definição das ações para o bem de toda a sociedade. Nada mais justo que reconhecer e apoiar esse trabalho”, destacou o governador.


A Acil foi fundada em agosto de 1940 atuando junto a empresários da Serra Catarinense e vem se firmado como m das mais importantes entidades de classe da região, trabalhando pelo fortalecimento da atividade empresarial, do associativismo, além de estar ligada aos principais projetos de expansão econômica da Serra.

“Nosso compromisso é com todos os municípios da região serrana. É importante que Lages se fortaleça como polo regional que é, mas que cada lugar possa ser mais forte com as vocações que tem”, ressaltou o presidente da Acil, Sadi Montemezzo.

Palestra do governador abordou desafios da realidade política e econômica no país

Na palestra de abertura do novo auditório da Acil, o governador Raimundo Colombo falou sobre o atual momento político e econômico do país, e dos desafios enfrentados pelo Estado diante da forte recessão econômica.

Colombo destacou o protagonismo da sociedade ao cobrar um Estado mais eficiente e a importância de surgirem líderes, em todos os segmentos, comprometidos com a construção de um novo modelo. “Todos precisam contribuir e também apoiar o que pode dar certo. É necessário que as reformas ocorram ou o sistema vai se romper”, ressaltou Colombo ao explicar que Santa Catarina já fez, por exemplo, mudanças fundamentais como a reforma da previdência pública, para conter o déficit do sistema.

O governador argumentou que o Estado, por um conjunto de ações, como maior rigor nos gastos, investimentos em setores estratégicos e pela decisão de não aumentar impostos, será o primeiro a sair da crise.

“Graças a esse esforço, e não só do Governo, mas de todo o catarinense que trabalha e não se curva diante das dificuldades, conseguimos ser competitivos, para atrair novos investimentos. Somos uma potência no agronegócio e em tantos outros indicadores, e por isso não vamos desanimar. Há um processo de mudança em curso e teremos que ser fortes e responsáveis para construir a ponte do futuro sobre essas adversidades”, concluiu.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3005/8843-5676
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Nenhum comentário: