sexta-feira, 17 de março de 2017

DECISÃO SERÁ NA VILA - Paraná Clube fica no 0x0 com o ASA, em Arapiraca


O Paraná Clube precisou suar – e muito – a camisa para arrancar o 0x0 com o ASA, em Arapiraca. Com o empate, a decisão fica para a Vila Capanema, com o jogo de volta programado para o dia 6 de abril, às 19h30. O Tricolor priorizou a marcação e teve muita dificuldade para se adaptar ao gramado “pesado” do Coaracy da Mata Fonseca. “Tínhamos essa proposta de defender para sair em velocidade, mas erramos demais no último passe e aí, eles pressionaram”, admitiu o zagueiro Eduardo Brock.

Em casa, o ASA propôs o jogo e já no início tentou encurralar o Paraná Clube. A defesa tricolor tinha trabalho para conter as ações de Leandro Kivel, o principal atacante do time alagoano. Com essa postura, o Tricolor só chegou à frente aos 19 minutos, com um chute perigoso de Gabriel Dias, que Luís Cetim defendeu em dois tempos. O time do técnico Maurílio Silva insistia nas jogadas com Doda, mas Airton e Brock deram poucas chances ao time da casa. Aos 36, Pessalli fez boa jogada, mas a zaga conseguiu afastar o perigo. O goleiro Léo, aos 40 minutos, ainda teve que trabalhar em uma cobrança de falta de Airton.

Com a contusão de Igor, Kaike entrou na lateral-esquerda. E, tentando dar maior movimentação ao time, o técnico Wagner Lopes colocou em campo Nathan e Zezinho. Porém, foi o ASA quem mais atacou. O Paraná até teve duas boas situações, com Brock, de cabeça, aos 19 minutos, e com Ítalo, aos 43. Mas, no geral, o Tricolor mais se defendeu e com isso sofreu pressão da equipe alagoana. Mandacarú e Kivel perderam boas chances e, no final, o empate ficou de bom tamanho. Em casa, onde está invicto, o Paraná depende de uma vitória simples para avançar à quarta fase da Copa do Brasil.

ASA 0x0 PARANÁ CLUBE

ASA: Luís Cetin; Douglas, Eron, André Lima e Airton; Mazinho, Leanderson, Gaspar (Palinha)(Léo Campos) e Doda (Mandacarú); Téssio e Leandro Kivel. Técnico: Maurílio Silva.
Paraná: Léo; Júnior, Airton, Eduardo Brock e Igor (Kaike); Gabriel Dias, Alex Santana, Diego Tavares (Nathan) e Jonas Pessalli (Zezinho); Matheus Carvalho e Ítalo. Técnico: Wagner Lopes.

Local: Coaracy Fonseca (Arapiraca-AL)
Árbitro: Émerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcus Vinícius Gomes (MG)
Renda: R$ 32.367,00
Público pagante: 2.682
Público total: 3.791
Cartões amarelos: Eron, Mazinho, Mandacarú e Téssio (ASA). Gabriel Dias e Pessalli (Paraná)

Departamento de Comunicação - PRC

Nenhum comentário: