domingo, 28 de maio de 2017

Chuva causa estragos no Estado e mantém Defesa Civil de SC em alerta

 Rio das Antas. Fotos: Defesa Civil SC

A chuva desse fim de semana deixou a população de algumas cidades catarinenses preocupada com o risco de deslizamentos e alagamentos. De sexta-feira, 26, até este domingo, 28, já houve registros de ocorrências em diversas regiões do Estado. A Secretaria de Estado da Defesa Civil, através das coordenadorias Regionais da Defesa Civil, acompanha a situação nos municípios.

Ocorrências pontuais foram registras em Balneário Camboriú de sábado para domingo. Houve queda de árvore e deslizamentos. Ninguém ficou ferido. A prefeitura forneceu lona. Em Concórdia, também houve deslizamento isolados. Ninguém se feriu.

Outros pontos isolados foram registrados em Ascurra, Apiúna, Brusque, Gaspar, Blumenau, Guabiruba, Rio dos Cedros e Rodeio. Após a forte chuva e alto volume pluviométrico, houve pontos de alagamentos, enxurrada e deslizamentos. Ninguém se feriu. A Defesa Civil Municipal trabalha no levantamento de dados, acompanha as situações no local e monitora o nível dos rios.

Confira os últimos registros:
Florianópolis : Deslizamento. Data/hora: 28/05

Descrição: Movimentação de massa (deslizamento) ocasionou a queda de um muro de contenção na via pública no Bairro Pantanal. O acesso com veículos nas casas ficou interrompido. Ninguém se feriu.

Na Serra do Rio Do Rastro - Lauro Muller: Deslocamento de rocha e terra. 28/05/17 - 7h
Descrição: Com as chuvas intensas, o solo ficou bastante úmido, ocasionando alguns pontos de deslocamento de pequenos blocos de rocha e um pouco de terra. Não houve comprometimento do tráfego, apenas entupimento da calha de drenagem.

Arvoredo. Deslizamento. Data/hora: 28/05/2017 - 9h
Descrição: Movimentação de massa numa área de 10m de comprimento por 10m de altura por 5m de profundidade, causado pelo excesso de chuva e obra de terraplanagem mal feita onde executaram um corte no terreno num ângulo reto na Rua Projetada no Conjunto Habitacional Arvoredo. A prefeitura realocou uma família por estar em área de risco.

Danos Humanos:  9 pessoas afetadas  (3 famílias)
Salete: Deslizamento. Data/hora: 28/05/2017 - 7h
Descrição: Devido ao acumulado de chuvas das últimas horas e a realização de uma obra de regularização às margens da rodovia SC-114 (Salete-Taió), nas proximidades da igreja da comunidade de São Luiz, houve uma movimentação de massa que resultou na queda de barreira que obstrui parcialmente um trecho da pista. A Defesa Civil municipal avaliou a situação no local.  Não houve danos nem feridos.

Pouso Redondo: Alagamento. Data/hora: 28/05/2017 - 2h30
Descrição: Devido ao acumulado de chuvas, o rio saiu de sua calha invadindo ruas em três bairros da área urbana. Não há imóveis atingidos. Defesa Civil municipal monitora.

Campos Novos: Alagamento. Data/hora: 27/05 - 20h
Descrição: segundo o coordenador municipal da Defesa Civil, houve alagamentos pontuais e transbordamentos de córregos que cortam a cidade. O Corpo de Bombeiros, Defesa Civil Municipal e setoriais deram resposta.

Xanxerê : Chuvas intensas. Data/hora: 27/05/2017 - 17h20
Descrição: Por volta das 17h20 de sábado (27/05), uma forte chuva ocasionou alagamentos em várias ruas do município. Pontos de alagamento foram verificados no Bairro Vila União e Leandro, onde a água invadiu algumas residências; no Centro, a Rua Victor Konder, próximo ao Fórum, ficou completamente alagada, bem como na Rua Irineu Bornhausen e na Rua Papa João XXIII.

 Dois veículos ficaram alagados ao tentar atravessar as ruas. Ninguém se feriu. Na Linha Invernadinha, interior de Xanxerê, uma família ficou ilhada e foram registrados danos em uma ponte. Na BR-282, próximo ao posto da PRF, uma árvore caiu. Na SC-155, sentido Xanxerê a Xavantina, foram registrados alagamentos na via, queda de galhos e pequenas árvores. Próximo ao acesso do Rio Ditinho, foi verificado um deslizamento na via. Equipe do Corpo de Bombeiros atendeu as ocorrências de alagamento.

Danos Humanos: 8 famílias com alagamentos em residências - em levantamento.
Danos Materiais: 2 veículos que ficaram no alagamento - em levantamento.

Vargeão: Chuvas intensas. Data/hora: 27/05/2017 - 17h30
Descrição: Foram registrados dois pontos de alagamentos com danos em estabelecimento comercial.  Outros pontos de alagamentos pontuais foram verificados, sem maiores danos. A Defesa Civil Municipal faz o levantamento.

Ainda no sábado, 27, nos municípios de Abelardo Luz, Ipuaçu e São Domingos, faltou energia elétrica em 320 unidades consumidoras.

Rio das Antas: Vendaval. Data/hora: 27/05/17 - 19h40
Descrição: Fortes chuvas e ventos atingiram o município provocando destelhamento de três residências. A cobertura metálica do estacionamento de um supermercado desabou.
Danos materiais: 3 residências, 1 comércio e 4 veículos. Nenhuma pessoa ferida.

Curitibanos: Chuva intensa. Data/hora: 27/05 - 21h
Descrição: Queda de muro próximo de prédios e residências. Defesa Civil municipal e Corpo de Bombeiros foram acionados para isolar a área. Ninguém se feriu.

Braço do Trombudo: Deslizamento. Data/hora: 27/05/2017 - 21h30
Descrição: Devido o acumulado de chuvas, houve a movimentação de massa na SC-112, não invadindo a pista de rolamento. Há ainda risco de queda de dois postes de transmissão de energia elétrica. Defesa Civil municipal monitora e a Celesc foi comunicada.

Criciúma: Deslizamento. Data/hora: 27/05/17 - 23h
Descrição: O alto volume de chuva e a umidade do solo provocaram escorregamento de terra e queda de muro perto de uma residência. Ainda um poste da rede elétrica ficou inclinado. A Defesa Civil municipal monitora a situação. Não há feridos.

Ituporanga: Deslizamento. Data/hora: 27/05/2017 - 21h30
Descrição: Devido o acúmulo de chuva, houve um deslizamento na SC-350, porém não invadiu a pista de rolamento. A Defesa Civil municipal monitora o a situação e a PRF sinalizou o local.

A Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina mantém as equipes em alerta devido à influência do avanço da frente fria. Com a previsão de chuva, granizo e vendaval, há possibilidade de novos registros de ocorrências. Os coordenadores regionais da Defesa Civil SC também acompanham a situação nas regiões e pedem atenção dos municípios. O Grupo de Ações Coordenadas (Grac) pode ser acionado em caso de necessidade. A secretaria já avisou os fornecedores de itens de assistência humanitária para serem acionados rapidamente caso haja necessidade.

Para mais informações sobre o tempo e alertas, siga as redes sociais da Epagri/Ciram e Defesa Civil SC bem como seus respectivos sites. 

*** Atualizado às 13h37 de 28/05
Informações adicionais para a imprensaCleiton Ferrasso
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Defesa Civil
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889
E-mail: defesacivilsc@gmail.comSite: www.defesacivil.sc.gov.br

Nenhum comentário: