quarta-feira, 31 de maio de 2017

Na Defesa Civil, Colombo acompanha a situação das chuvas no Estado e trabalho de prevenção realizado nos municípios

 Fotos: James Tavares/Secom

O governador Raimundo Colombo esteve na manhã desta quarta-feira, 31, na Secretaria de Estado da Defesa Civil para acompanhar a situação das chuvas em Santa Catarina. Em uma semana já choveu 259,2 milímetros, volume que supera o previsto para todo mês de maio no Estado. Foram registradas até as 11h desta quarta-feira, 31, ocorrências como alagamentos, quedas de árvores, inundações e deslizamentos em 47 municípios. Ao todo, 87 pessoas ficaram desalojadas, 233 desabrigadas preventivamente, 520 foram afetadas e 126 residências foram danificadas. 

“O alerta está sendo cumprido tanto pela Defesa Civil quanto pelos municípios. Há risco de deslizamentos. A chuva ainda vai ser intensa entre esta quarta e quinta. E segue a previsão de chuva para semana que vem. Por isso, temos que trabalhar com bastante informação e atuar de todas as formas para administrar os possíveis riscos ocasionados pelas chuvas. As barragens estão cumprindo o seu papel e estão protegendo bastante a população. Vamos continuar monitorando, informando e prestando toda assistência possível”, explicou o governador. 

>>> Relatório da Defesa Civil sobre as ocorrências em Santa Catarina
>>> Barragens no Vale do Itajaí operam com 38% da capacidade
Conforme a previsão do setor de meteorologia da Epagri/Ciram, em 48 horas, entre esta quarta e quinta-feira, o acumulado de chuva pode chegar a 150mm no Sul de Santa Catarina, e esse total pode ser superado em localidades isoladas. Também é preciso manter atenção voltada para algumas regiões do Estado onde ocorreu a elevação no nível dos rios nos últimos dias e o solo encontra-se encharcado devido à chuva persistente.

O secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, informou que a população precisa ficar alerta. A chuva está presente em todas as regiões do Estado, porém mais intensas no Oeste, Meio-Oeste e Planalto Sul, aumentando à tarde no Litoral Sul e seguindo para outras regiões. 
Estamos trabalhando com todas as Defesas Civis municipais, principalmente para evitar que as pessoas fiquem em perigo. Estamos tirando as famílias que estão nas áreas mais baixas, ribeirinhas e nas encostas, pois as chuvas trazem o risco de deslizamentos. O Estado está atento a todas as necessidades da população. 

Estamos emitindo alertas de curto prazo e é preciso que a população saiba como se comportar nas situações. Os alertas estão sendo transmitidos nas redes sociais da Defesa Civil, sites do Governo e nos municípios onde estão em teste o SMS”, disse Moratelli.

O gerente de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil, Frederico Rudorff, alertou sobre o risco de navegação nos próximos dias, pois a formação de um ciclone extratropical deve causar rajadas intensas de ventos em todo Litoral, especialmente entre a Grande Florianópolis e Litoral Sul. “No mar, esses ventos se tornam ainda mais intensos. Então, muita atenção, o mar estará muito agitado com picos de onda de três metros, desfavorável para pequenas e médias embarcações, principalmente na quinta e sexta-feira”, acrescentou.

A Defesa Civil informa que deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal pelo 199 ou o Corpo de Bombeiros 193.

Barragens
Até as 11h desta quarta, a barragem Oeste, em Taió, atingiu o nível de 15,50 metros, sendo que ela possui barramento de 23 metros. Já a barragem Sul, em Ituporanga, estava com 23,32 metros de água no barramento que é de 31 metros.

>>> Risco de alagamento por enchentes exige ações para prevenção de doenças em Santa Catarina
Informações adicionais para a imprensa:Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC

Nenhum comentário: