terça-feira, 20 de junho de 2017

Curitiba, Ocupada desde a manhã, Justiça determina reintegração de posse da Câmara Municipal; sessão foi cancelada

                                                    Foto: Flávia Barros – Banda B
 
A 5ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba determinou, no começo da tarde desta terça-feira (20), a reintegração de posse do prédio da Câmara Municipal. A Casa está ocupada por servidores municipais desde a manhã, momento em que manifestantes furaram o cordão de isolamento da Polícia Militar e entraram no espaço onde ocorreria a votação de quatro projetos do chamado Plano de Recuperação da Prefeitura de Curitiba. A aplicação da determinação judicial é imediata e está sujeita a multa de R$ 100 mil aos sindicatos. A sessão foi cancelada após a invasão e será retomada apenas na próxima segunda-feira (26).

A invasão ao plenário deixou servidores feridos. Entre eles, o servidor da Guarda Municipal João Carlos Filla, que teve ferimentos na cabeça e precisou ser encaminhado ao Hospital Cajuru. Outros quatro servidores precisaram de atendimento emergencial, mas sem gravidade.

No início da tarde, o vereador Pier Petruzziello (PTB) já havia informado que recebeu uma ligação do prefeito Rafael Greca (PMN) para que a votação fosse adiada. Segundo o que informou Pier à imprensa, o prefeito disse que tem como principal objetivo manter a integridade física de vereadores e do funcionalismo público. Por conta disso, não haveria clima para a votação do ‘pacotaço’ proposto pelo prefeito, que deverá ser adiado para outra data ainda a ser definida. Neste momento, os vereadores, de oposição e situação, estão reunidos para deliberarem quais serão os próximos passos a serem dados.

Os quatro projetos que estavam na pauta e tramitam em regime de urgência são os que preveem a alteração da previdência dos servidores municipais, o congelamento das carreiras, o leilão de dívidas e a Lei de Responsabilidade Fiscal do Município.

Desde manhã cedo a Polícia Militar cerca a Câmara de Curitiba. Milhares de manifestantes protestam no entorno da casa legislativa e a maioria dos alunos municipais está sem aula.

http://www.bandab.com.br/jornalismo/ocupada-desde-a-manha-justica-determina-reintegracao-de-posse-da-camara-municipal/

Nenhum comentário: