quinta-feira, 22 de junho de 2017

Defesa volta a ser ponto forte e ajuda Paraná Clube a arrancar na Série B

Rayan, Brock e cia mais uma vez são os destaques do Tricolor. Foto: Pedro Serápio

Nos últimos três jogos, Tricolor levou apenas um gol, em falha individual. Números de Cristian de Souza ainda são inferiores ao de Wagner Lopes

 om duas vitórias e um empate nos últimos três jogos, o Paraná Clube mudou seu panorama na Série B do Campeonato Brasileiro. Se até esta sequência o Tricolor se via ameaçado pelo rebaixamento, bastou somar sete pontos para ver o G4 como objetivo – o time paranista está a apenas um ponto do quarto colocado -. Desempenho que melhorou muito graças ao setor defensivo.

 Nestas três partidas, o Paraná Clube levou apenas um gol, na vitória por 2×1 sobre o Náutico, quando a defesa foi vazada apenas por conta de uma falha individual do goleiro Richard, que ao chutar a bola deu de graça nos pés do adversário. Porém, nesta mesma partida, assim como nas demais, o goleiro não teve tanto trabalho. Muito pela atuação segura da zaga.


“Contra o Figueirense já voltamos com essa pegada ali atrás e sabíamos que teríamos que fazer a mesma coisa contra o Internacional. Não podíamos deixar de ser o que éramos, quando tínhamos uma consistência muito boa na defesa”, disse o zagueiro Rayan, fazendo alusão ao período em que o Tricolor foi comandado pelo técnico Wagner Lopes.

Com o antigo treinador, foram 22 jogos e apenas nove gols sofridos. Já com Cristian de Souza, foram os mesmos nove gols levados, mas em onze partidas, ou seja, na metade do tempo. Porém, nos últimos três compromissos o desempenho melhorou, com a defesa voltando a ter boas atuações. Contra o Inter, em nenhum momento a equipe esteve ameaçada de sofrer um gol.

“Voltamos a marcar bem, ser um time compactado, com todos os jogadores participando da organização defensiva. O Internacional não conseguiu propor o jogo no nosso campo. Então essa característica nossa voltou e agora é corrigir as falhas ofensivas, mas isso é no dia a dia. Teremos pouco tempo de treinamento e será na base da conversa”, destacou o treinador.

Confira a classificação da Série B!
Essa muralha lá atrás também é fruto da melhor distribuição dos jogadores em campo. No empate em 1×1 com o Londrina, por exemplo, o Tricolor se fechou o tempo todo após abrir o marcador, chamando o Tubarão e sendo pressionado quase que o tempo todo. Na derrota por 1×0 para o Guarani, na Vila Capanema, o time paranista pouco criou e acabou falhando nas investidas do Bugre. Agora, a equipe vem correspondendo em todos os setores, precisando apenas melhorar as finalizações.

“Nossa atuação foi muito boa, principalmente na questão defensiva. No primeiro tempo cobramos dos jogadores para serem mais efetivos. No segundo tempo nosso time seguiu marcando com excelência, criamos inúmeros contra-ataques e poderíamos ter saído daqui com os três pontos”, acrescentou Cristian de Souza.

 http://www.tribunapr.com.br/esportes/paranaclube/defesa-volta-ser-ponto-forte-e-ajuda-parana-clube-arrancar-na-serie-b/

Nenhum comentário: