sexta-feira, 14 de julho de 2017

Motorista leva um susto ao encontrar cachorro em motor de carro, em Campo Largo







Foto: Lidiane Braga Carlos / Divulgação

Moradora de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, Lidiane Braga Carlos, de 36 anos, levou um susto ao encontrar uma carona inesperada em seu carro.  Após pegar a filha na escola e resolver alguns assuntos no centro do município, entrou no carro de volta para casa. Só conseguiu dirigir por duas quadras. “O carro morreu e apagou tudo, tentei fazer pegar de novo e nada. Não funcionava de jeito nenhum”, conta a dona de casa.

“Deve ser o radiador”, pensou. O dispositivo estava dando problema há um tempo, mas o veículo nunca parou daquele jeito antes. Lidiane pegou uma garrafa de água e abriu o capô do carro. Em choque, ela viu que em meio ao motor do seu Uno Mille havia um cachorro.

“Quase morri do coração. Ele estava preso em cima da bateria, em um dos lugares mais quentes do carro”, conta. Em poucos minutos, os dois estavam cercados de curiosos. “O cachorro estava muito assustado e a gente não conseguia tirá-lo de lá. Achávamos que ele estava preso”, lembra Lidiane. Ela acionou o corpo de bombeiros, mas antes que o auxílio chegasse uma moça conseguiu resgatar o cãozinho.

A aventura não parou por aí. Tão logo ficou livre, o animal correu para debaixo do carro, ainda muito assustado. Mais alguns minutos se passaram até que ele fosse salvo novamente. Lidiane o colocou no carro e o levou à associação de animais do bairro. “A veterinária disse que ele não estava machucado, mas deu um remédio para dor”, diz.

O “mecãonico” tem cerca de oito a 10 meses de idade. A dona de casa conta que nunca o viu pelas ruas da região. “O único lugar por onde ele pode ter entrado é por baixo do carro, porque tem um espaço aberto ali. Mas é muito pequeno! Ele deve ter feito uma manobra e tanto para conseguir”, afirma Lidiane.

O que impressionou Lidiane foi o fato de o carro nunca “morrer” com frequência. Assim que o cão foi resgatado, ela tentou fazer o motor funcionar. Ao girar a chave uma única vez, o veículo operou normalmente.

“Pretinho”, como é carinhosamente chamado pela dona de casa, tomou banho para se livrar da graxa e ganhou um cantinho improvisado nos fundos do sobrado, com direito à ração e cobertores. O espaço, porém, é provisório. “Infelizmente não podemos ficar com ele. Minha casa é muito pequena e já temos um cachorro”, diz. Segundo Lidiane, Nala, a Labrador de sete anos, não se acostumou muito bem ao novo companheiro. “Mas ele é muito bonzinho. Não latiu nenhuma vez e também não chorou. É muito dócil”, conta.

Hoje, quatro dias após a publicação da história nas redes sociais, o cãozinho vai ter um lar permanente, de acordo com Lidiane. Uma família de Campo Largo adotou o animal e vai conhecê-lo pessoalmente amanhã.

 http://www.tribunapr.com.br/noticias/curitiba-regiao/motorista-leva-um-susto-ao-encontrar-cachorro-em-motor-de-carro-em-campo-largo/

Nenhum comentário: