domingo, 15 de outubro de 2017

Menino que comprou Fusca juntando moedas realiza sonho de ser palestrante e escritor aos 13 anos

Thiago, aos 10 anos, logo depois de ter comprado o Fusca; foram três anos economizando (Foto: Andréia Morales Berce)


 Em 2014, Thiago Morales Berce, de Assis Chateaubriand, no oeste do Paraná, comprou um Fusca com o próprio dinheiro quando ainda tinha 10 anos. Foram necessários três anos para levantar a quantia necessária, R$ 2,5 mil. Três anos depois, ele está realizando outro sonho: o de ser escritor e palestrante.

O próximo passo será lançar o próprio livro sobre economia.

“É muito bom ajudar as pessoas a entenderem que é possível economizar e realizar os sonhos, assim como eu estou realizando os meus”, observa o “menino do Fusca”, que hoje tem 13 anos.


As dicas de economia já foram repassadas a milhares de pessoas também pela internet e em breve devem ganhar um alcance ainda maior, com o lançamento de um gibi em que ele é o personagem principal. Veja algumas dicas de Thiago no fim da reportagem.
Na história, escrita com o auxílio de outras três pessoas - Cláudia Bonatti, Michael Bueno e Adriano Gil Fernandes -, ele conta como surgiu a ideia de poupar para poder comprar o que planeja.
“A inspiração veio do meu pai, que comprou um Fusca quando tinha 13 anos. Daí para frente foi fazer a minha própria economia, juntando as moedas que ganhava dos meus pais do troco de alguma compra e o que eu ganhava de alguns parentes. Desde criança sempre preferi ganhar dinheiro que presente”, lembra ao destacar que nunca recebeu mesada.

Depois do Fusca 76, as economias já serviram para Thiago comprar um aparelho de telefone celular, um vídeo game, roupas e calçados.
O dinheiro que tem recebido com as palestras ministradas em mais de 70 cidades do Paraná e de São Paulo, desde o ano passado, já tem destino certo. A meta é personalizar o carro quando fizer 18 anos e puder dirigi-lo.
O exemplo em casa também influenciou a irmã de 20 anos que está juntando dinheiro para pagar a carteira de habilitação e comprar uma moto.
O Fusca 76, que comprou aos 10 anos e pretende personalizar quando tiver 18 anos e poder dirigi-lo, não fica na garagem; a iniciativa chamou a atenção de muitos (Foto: Arquivo Pessoal)

Desde 2016, Thiago já fez palestras para crianças, jovens e adultos em mais de 70 cidades do Paraná e de São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

FONTE  G1 PARANÁ

Nenhum comentário: