domingo, 21 de janeiro de 2018

Mulher “dá à luz” 10 dias após a própria morte; entenda o fenômeno


Uma comunidade rural no Cabo Oriental, na África do Sul:, ficou chocada depois que uma mulher morta deu à luz dentro de um caixão. O bizarro “nascimento do caixão” deixou diversas pessoas acreditando que o caso era bruxaria. A mãe de 33 anos, Nomveliso Nomasonto Mdoyi, da aldeia de Mthayisi, havia morrido há dez dias dias. O bebê foi encontrado pela equipe de funerários, na véspera de seu funeral. As informações são do TimesLive.
Os funcionários da funerária ficaram traumatizados com o incidente. O dono da Funerária Fundile Makalana relatou que nunca imaginou que isso pudesse acontecer. “Estávamos tão chocados e assustados que nem sequer tivemos tempo de olhar para o sexo do bebê. Eu tenho estado no negócio há mais de 20 anos e nunca ouvi falar de um morto mulher dando à luz “, disse à imprensa internacional.
Tanto o bebê morto quanto a mãe foram enterrados em um grande caixão no último fim de semana. A mãe da mulher falecida, Mandzala Mdoyi, 76, disse que sua filha morreu de repente, depois de ter sofrido um mal súbito. Ela estava grávida de nove meses.
“Primeiro, fiquei devastada pela morte prematura da minha filha e agora recebi o choque da minha vida que foi saber que ela deu à luz enquanto estava morta por 10 dias. O que é isso? Deus, venha e me leve”, disse a mãe triste.
O porta-voz da família, Mbikelwa Mpithi, disse que consultaria os médicos para descobrir mais sobre o nascimento após a morte. “Não podemos sentar e dobrar as mãos como se fosse um negócio normal. Queremos saber mais sobre isso”, disse Mpithi.
O jornal Daily Dispatch falou com uma série de especialistas médicos que disseram que um feto poderia ser expulso do corpo de uma mãe como resultado da contração e relaxamento dos músculos durante a morte e, posteriormente, as bactérias começaram a causar alterações no corpo.
Fonte Banda B

Nenhum comentário: