domingo, 18 de março de 2018

VITÓRIA QUENTE Paraná supera a alta temperatura e o bom time do Foz para assumir a liderança do Grupo A

Bola parada: uma arma do time de Rogério Micale.

Sob um calor escaldante – a sensação térmica girou na casa dos 40ºC – o Paraná Clube confirmou a boa fase e fez 2x0 no Foz, no estádio ABC, na tarde deste domingo (18). Com 10 pontos, o Tricolor assumiu a liderança do Grupo A e precisa só de um empate frente ao Maringá, na quarta-feira, na Vila Capanema, para garantir vaga na semifinal da Taça Caio Júnior. “É um prêmio pela forma como esses jogadores têm se dedicado nos treinos, abraçando nossas ideias e buscando as vitórias”, disse o técnico Rogério Micale.

Invicto, o treinador soma três vitórias e um empate. A vitória em Foz do Iguaçu foi a primeira fora de casa nesta temporada. “Estamos no caminho certo. Mas, temos que ter pés no chão e seguir trabalhando muito, focados, pois nada foi conquistado”, afirmou Micale. Praticamente com a mesma formação do jogo passado – apenas Wesley Dias apareceu na vaga de Leandro Vilela, que cumpriu suspensão automática –, o Paraná começou pressionando. Aos 7 minutos, Vitor Feijão, de cabeça, fez o goleiro Júlio César trabalhar.

O jogo era “quente” e o Foz também chegou com perigo, no tiro de fora da área de Raphael Alemão. O Paraná buscava uma marcação coesa com saídas em velocidade. Aos 28 minutos, Feijão arrancou e tocou para Carlos Eduardo. O meia tentou se livrar da marcação e rolou para Jhonny Lucas, que bateu para a defesa de Júnior César. Tentando alterar a dinâmica ofensiva, Rogério Micale trocou, no intervalo, Vitor Feijão por Thiago Santos. E logo aos 2 minutos o Tricolor abriu o placar.

Após cobrança de escanteio, a bola ficou no ataque e Neris tocou para Carlos Eduardo. O camisa 10 mandou um balaço “de três dedos”, no ângulo esquerdo: 1x0, no primeiro gol de Cadu com o Manto Tricolor. Pouco depois, Thiago Santos quase ampliou, encobrindo o goleiro, mas Alex Maranhão tirou. Negreiros tentou aumentar o poder de fogo do seu time, enquanto Micale só ajustou a marcação, esperando o contragolpe para “matar” o jogo.

Aos 34 minutos, o Foz chegou a mandar a bola pra rede, com Marcelo Soares, mas a arbitragem marcou impedimento na jogada. Logo depois, o Paraná definiu a partida. João Paulo foi derrubado na área. Pênalti. Diego, artilheiro do time na temporada, conferiu com qualidade: 2x0. Na quarta-feira, às 21h45, o Tricolor recebe o Maringá, confiante na boa fase para garantir presença na semifinal da Taça Caio Júnior.

Foz 0x2 Paraná Clube
Foz: Júlio César; Paulinho, Alex Maranhão, Leandro Silva e Luiz Beltrame; Maycon Canário, Matheus Olavo, Juninho e André Oliveira (Marcelo Soares); Luccas Brasil e Raphael Alemão (Mathiola). Técnico: Negreiros.

Paraná: Richard; Alemão, Neris, Rayan e Mansur; Wesley Dias (Torito González), Jhonny Lucas, Carlos Eduardo (João Paulo) e Marcelo Baez; Vitor Feijão (Thiago Santos) e Diego. Técnico: Rério Micale.

Local: ABC (Foz do Iguaçu-PR)
Árbitro: Fábio Filipus
Assistentes: Adair Carlos Mondini e Flávio Augusto Alves
Renda: 40.810,00
Público pagante: 1.947
Público total: 2.059
Gols: Carlos Eduardo aos 2’ e Diego (pênalti) aos 39’ do 2º tempo
Cartões amarelos: Luiz Beltrame, Maycon Canário e André Oliveira (Foz). Mansur, Rayan e Jhonny Lucas (Paraná)

Departamento de Comunicação - PRC

Nenhum comentário: